sexta, 14 de junho de 2024
Dourados
17ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Quase dois anos após debate ‘lacração’, Soraya e Padre Kelmon selam a paz

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

09 maio 2024 - 00h04

Brasileirando – Como acontece sempre em nosso país, boa parte da população deixou a regularização e emissão de títulos de eleitor para última hora. Resultado? Em Dourados, filas e filas se formaram desde o início da semana no Fórum Eleitoral do município com pessoas em busca de viabilizar a possibilidade de votar nas eleições deste ano. Só para lembrar, o prazo para isso terminou ontem. 

Suspenso – Com o fim do período de regularização, fica suspenso pela Justiça Eleitoral de hoje até o dia 5 de novembro, a realização de qualquer operação de alistamento, transferência e revisão eleitoral nos cartórios eleitorais, segundo o calendário divulgado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). 

Duplicação – Há tempos sem que maquinários sejam vistos no local, as obras de duplicação da Avenida José Roberto Teixeira, já praticamente pronta, foram paralisadas por 120 dias a contar de abril, segundo aponta extrato assinado pela Agesul e a Gera-Obras Terraplanagem, empresa responsável pelas melhorias da via. O prazo é de 120 dias. 

Resposta Na Lata! buscou a assessoria de imprensa da Seilog (Secretaria de Infraestrutura e Logística) para entender o motivo da paralisação e quanto realmente falta para que os trabalhos terminem. 

Mais resposta – De acordo com a Secretaria, no início da obra foram necessárias adaptações para desviar a drenagem dos postes existentes. Agora, ela precisou ser temporariamente paralisada para reprogramação e medição final, visando ajustes no contrato. “Além disso, a prefeitura solicitou uma gestão de trânsito na extremidade da avenida, próxima ao Parque do Lago, e o Governo do Estado atendeu, priorizando a segurança dos motoristas. A Agesul reconhece a importância vital dessa obra para a população de Dourados e está empenhada em agilizar o processo de duplicação da Avenida José Roberto Teixeira”, relata a assessoria.

Encontro – Quase dois anos após debate que virou piada na internet, a senadora Soraya Thronicke (Podemos) e Kelmon Luís Souza, conhecido como Padre Kelmon, se encontraram no Senado no final da tarde de terça-feira (7/5) e ‘fumaram o cachimbo da paz’. 

Encontro 2 – A treta entre ambos ocorreu em 2022. Na ocasião, os dois eram candidatos à presidência da República e tiveram embate ‘lacração’ durante debate realizado pela TV Globo, que contribuiu apenas para a criação de memes na Internet. Na época, a parlamentar sul-mato-grossense chegou a chamar o rival de ‘padre de festa junina’. 

Concessão – Nos próximos dias, uma comissão do TCU (Tribunal de Contas da União) analisará proposta de repactuação da concessão da parte Sul da BR-163, em Mato Grosso do Sul, a chamada ‘Rota Tuiuiu’. De responsabilidade da CCR MSVia, esta parte compreende trecho de Nova Alvorada do Sul até Mundo Novo. O anúncio foi feito ontem pelo deputado federal Geraldo Resende (PSDB).

Concessão 2 – De acordo com o parlamentar, caso a concessionária, que administra a via de Norte a Sul do Estado há mais de 10 anos, aceitar o parecer da comissão,  a proposta seguirá para análise do Ministério Público e na sequência, será nomeado um relator para que o processo seja homologado. Caso a CCR não aceite, o processo será arquivado e a uma nova licitação deverá ser feita.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Conselho finaliza estudos e rodovias de MS podem ser privatizadas

Prefeito afia discurso e compara atual gestão com anteriores

Chapa pura; mulheres nos maiores colégios eleitorais e homenagem a ex-deputado

Primeiro voto; montagem de equipe e formação de chapa

Descontentamento com Geraldo; audiência na Assembleia; e BR-163

Mais Lidas

HOMICÍDIO 

Douradense é encontrado morto com mãos e pés amarrados no interior do MT

DOURADOS

Interno é encontrado morto de joelhos na PED e caso é investigado

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

VENDA DE ALIMENTOS

Ministério Público pede fechamento de cantinas em presídios de MS