Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Protesto por fechamento de comércio tem cobrança até pelo whatsapp

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

29 março 2021 - 00h06

Pandemia – Enquanto o deputado estadual Herculano Borges (Solidariedade) aparece em postagens nas redes sociais usando hidroxicloroquina no tratamento da Covid, a prefeitura de Rio Verde de Mato Grosso, cidade na região Norte do Estado, anuncia que vai distribuir 120 mil comprimidos de ivermectina à população para ‘prevenção à doença’. Não há comprovação científica para esses dois medicamentos no combate ao vírus. 

Saúde – O mais incrível no caso de Rio Verde, é que o vice-prefeito Réus Fornari usou as redes sociais para fazer o anúncio da medida tomada pela administração daquela cidade rodeado por médicos. Um deles, Luiz Eugênio Engleitner, disse que “faria o uso [da ivermectina para combate ao coronavírus] sem pensar duas vezes”.  

Agito – A manhã de sexta-feira foi agitada na Câmara de Dourados. Primeiro, o deputado federal Vander Loubet (PT) cumpriu agenda no local e logo em seguida, os parlamentares se reuniram com os secretários estaduais Geraldo Resende e Sérgio Murilo, da Saúde e Governo, respectivamente. 

Mais agito – Do lado de fora, grupo de aproximadamente 50 pessoas manifestava contra o decreto estadual que impede, até o domingo (4/4), o funcionamento de estabelecimentos considerados não essenciais como forma de prevenção ao coronavírus, doença que já matou mais de 4 mil pessoas em Mato Grosso do Sul. 

Literário – Já durante a reunião de vereadores e secretários, Marcelo Mourão aproveitou a presença de Sérgio Murilo, secretário e presidente estadual do Podemos, mesmo partido do parlamentar, para rasgar elogios a Geraldo Resende. Em determinado momento do discurso, Mourão soltou: "Talvez o senhor [Geraldo] não foi eleito prefeito, não por azar, mas porque Deus te preparou para esse momento de salvar vidas", disse.

Whats – Mas, a sexta-feira de Geraldo não foi só de afagos em Dourados. Horas após deixar o encontro na Câmara, populares conseguiram o número do telefone celular do secretário e o adicionaram em grupo de whatsapp, onde foi cobrado pelas medidas tomadas pelo Estado para evitar o avanço ainda maior do coronavírus. O prefeito Alan Guedes (PP) também foi inserido no ‘debate’. 

Enquete – Maioria dos leitores participantes da enquete proposta pelo Dourados News foram favoráveis a manutenção do toque de recolher às 20h em Mato Grosso do Sul. A opção foi escolhida por 57,01% dos 435 votantes, enquanto 42,99% se posicionaram contrários.

*Colaboração de Hedio Fazan e Thalyta Andrade

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI da Covid terá que ‘correr contra o tempo’ para análise de documentos e oitivas
‘Costura’ pelo governo começa a ganhar forma para as eleições de 22
Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados