segunda, 24 de junho de 2024
Dourados
21ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

MPMS faz recomendação a prefeito para não contratar ‘amigos’ para festas do Município

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

17 maio 2024 - 00h04

Quem leva? – Nas rodas de bares e de conversas por Dourados, populares têm debatido e até mesmo apostado, sobre o que ficará pronto primeiro no município diante da quantidade de obras iniciadas há anos, mas ainda sem a entrega. A lista é longa e vai do Aeroporto, passando pela Ceasa, Hospital Regional, a duplicação da BR-463 no trecho urbano da cidade e por aí vai. 

Treta – O clima voltou a esquentar na sessão de ontem da Assembleia Legislativa entre o deputado estadual João Henrique Catan (PL) e colegas parlamentares. O epicentro da discussão foi novamente o repasse de R$ 60 milhões feito no ano passado pelo Governo do Estado à Cassems, que prestou contas aos deputados nesta semana. 

Treta 2 – Em determinado momento da fala, Catan disse não ter sido convidado a participar da reunião e apontou uma reunião a portas fechadas feita pela Mesa Diretora da Casa com Ricardo Ayache, que preside a Cassems. Ao fim da fala do parlamentar, o presidente Gerson Claro chamou as insinuações de falsas, apontando que o encontro foi aberto a todos os deputados. Claro foi ainda acompanhado de Pedro Kemp (PT) e Junior Mochi (MDB) em relatos contra as acusações de Catan.

Visita – Representantes da Funai (Fundação Nacional do Índio) desembarcam em Dourados entre os dias 22 e 26 de maio para atividades nos territórios indígenas do município e também na região. A expectativa é pela presença da presidente da Fundação, Joenia Wapchania.

Recomendação – O prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB), acumulou mais uma polêmica em seu mandato frente ao município. Agora, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) recomendou que o chefe do Executivo deixe de contratar, sem abertura de processos licitatórios, artistas que já tenham se apresentado na cidade em eventos anteriores através da inexigibilidade. 

Denúncia – Conforme Inquérito Civil aberto pelo promotor Daniel do Nascimento Britto, a Promotoria recebeu documentos apontando que o prefeito – que recentemente atacou de cantor sertanejo, gravando até videoclipe -, teria vínculos profissionais, financeiros e até mesmo pessoais, com artistas contratados sem licitações para diversos eventos festivos promovidos e custeados pelo Município de Ivinhema.

Prazo – Diante disso, o Ministério Público Estadual deu a ele prazo de 10 dias úteis, a partir do recebimento da recomendação pelo acolhimento ou não da medida, sob possibilidade de eventuais ações do MPMS, nos termos do ordenamento jurídico brasileiro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PT trabalha mesma ‘fórmula’ nos dois maiores colégios eleitorais de MS

Confirmando pré-candidaturas, Dourados pode ter ‘embate’ de 20 anos atrás

Em evento no Antenor Martins, Alan questiona adversários: “em ano de eleição não pode trabalhar?”

Escola de trânsito; ‘fundão’ e as pré-candidaturas

Aeroporto mais uma vez; Alan e Tereza e ‘carimbo’ de parlamentar de MS em projeto polêmico

Mais Lidas

OPORTUNIDADE

Frigorífico abre 360 vagas de emprego em Dourados

DOIS IRMÃOS DO BURITI

Prefeitura de MS abre concurso com salários que ultrapassam R$ 14 mil

CAMPO GRANDE

PMs sequestraram motorista de caminhão para roubar droga

DOURADOS

Final de semana permanece quente e seco, mas temperatura despenca nos próximos dias