Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Justiça defere quase todas as candidaturas à prefeitura de Dourados

21 outubro 2020 - 00h04

Reclamações – Servidores e contribuintes que necessitam dos serviços da Central do Cidadão continuam protestando por conta dos problemas na rede elétrica do prédio. De acordo com as pessoas que frequentam o local, além da ausência do ar condicionado em diversos setores, a energia ‘cai’ de três a quatro vezes durante o expediente, que ocorre entre 7h e 12h.  

Constante – Na segunda-feira, a coluna foi informada a cada momento dos problemas. O primeiro ocorreu pouco depois das 8h. Logo depois, entre 9 e 10h o fornecimento de energia parou por mais duas ocasiões. Já ontem, antes das 7h40 o problema havia ocorrido novamente e se estendeu por mais duas vezes. 

Saiu – Dourados teve a primeira candidatura a apresentar desistência na disputa pelo Legislativo. Márcia Cristina Djalma Barros (MDB) anunciou a saída do pleito e deve ser substituída por outro nome na legenda, segundo o processo que corre na 18ª Zona Eleitoral do município. 

Pleito – Dos sete registros de candidaturas à prefeitura de Dourados, resta apenas um a ser julgado pela Justiça Eleitoral. Alan Guedes (PP), Barbosinha (DEM), João Carlos (PT), Mauro Thronicke (PSL), Racib Harb (Republicanos) e Wilson Matos (PTB) já tiveram os pedidos aprovados, restando apenas a oficialização de Jeferson Bezerra (PMN). 

Candidaturas – O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Paulo Corrêa (PSDB) e o líder estadual do Progressistas, também deputado Evander Vendramini, divergiram em tom de brincadeira na sessão de ontem sobre as eleições municipais em Dourados. 

Apoios – Enquanto o progressista garantia que o partido ‘faria’ o prefeito do maior colégio eleitoral do interior de MS em conversa com o colega, o tucano não deixou passar e respondeu confiar na eleição do candidato aliado ao PSDB ao cargo Executivo na cidade. 

Lei – Publicado no Diário Oficial do Município de ontem a Lei aprovada pela Câmara de Dourados denominando Reserva Ambiental Alceu Junior Silva Bitencourt, a mata localizada às margens do Córrego Rego D’Água, nas proximidades da Feira Livre da cidade, na rua Adelina Rigotti.

Fixou – Também aprovado na semana passada pela Câmara, a lei que mantém em R$ 12.661,13 o subsídio pago aos vereadores de Dourados, foi sancionada pela prefeita Délia Razuk (sem partido). 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado tucano deve ser mantido no comando da Assembleia de MS
Suspensão é mantida e CPI das contas de energia deve durar mais de um ano
Com possibilidade de mudança, AL tem mais um deputado com coronavírus
Prefeitura volta ao noticiário policial a um mês do fim do mandato
Pandemia pode mudar local da posse dos eleitos em Dourados

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso
ACIDENTE
Rodas de carreta se soltam e atingem mulher na calçada em Amambai
DOURADOS
Corpo encontrado na pedreira é de homem desaparecido há quatro dias