Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

‘Heranças’ deixadas pela administração passada continuam aparecendo em Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

29 abril 2021 - 00h04

Herança – Quanto mais mexe, mais aparece, no que diz respeito a situações deixadas pela administração passada. Agora, vereadores reclamam de recursos de emendas impositivas que não foram aplicados desde 2020 pela gestão Délia Razuk (sem partido). 

Mais herança – Outro problema, esse apresentado por Elias Ishy (PT), diz respeito a quantidade de licitações paradas na Assistência Social, uma das mais importantes em tempos pandêmicos, desde agosto do ano passado. Em reunião com a secretária Elizete Ferreira de Souza, titular da pasta, a informação é de pelo menos 10 processos ‘estacionados’, entre eles a aquisição de cestas básicas. 

Andamento – Enquanto a CPI da Covid segue na análise de documentos na cidade de Dourados, em Brasília (DF) os membros da Comissão já devem começar as oitivas na semana que vem. Ex-ministro da Saúde e ex-deputado federal por Mato Grosso do Sul, Luís Henrique Mandetta deve ser o primeiro a ser convocado a depor. 

Climão – Na Capital federal, onde cumpriu agenda entre terça e ontem, o prefeito Alan Guedes (PP) disse que o clima no Congresso é de tensão entre a classe política mediante ao assunto. 

Bancada – Nos compromissos em Brasília, o chefe do Executivo local também tratou de política junto do presidente estadual do Progressistas, deputado estadual Evander Vendramini, e o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP/PR). Na conversa, as eleições do ano que vem com a intenção da legenda em dobrar a bancada estadual – hoje com dois parlamentares - e colocar um nome forte em busca de estar entre os oito deputados federais eleitos. 

Bate... – A fala do ministro da Economia Paulo Guedes sobre a ‘vacina chinesa’, se transformou mais em mais um round entre petistas e bolsonaristas na Assembleia de MS. Pedro Kemp (PT) criticou a forma como é tratada a imunização no Brasil e citou o episódio de terça-feira, quando Guedes alegou que a ‘China criou o vírus (coronavírus)’ e teria vacina menos eficaz do que ‘a Americana’, se referindo ao imunizante da Pfizer, fabricada em parceria com a alemã Biontech. 

Rebate – Coronel David, um dos principais defensores do presidente na Casa, criticou o relato do petista e alegou que antes, o ‘PT se reunia para escolher onde roubar’, causando revolta do colega. “Você respeita o meu partido, deputado”, esbravejou Kemp, que teve negado aparte na fala de David. Ao longo dos discursos, Cabo Almi (PT) e Lídio Lopes (Patriotas) fizeram críticas e defesas ao governo federal, respectivamente. 

Prazo – Após a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) aprovar, os deputados da ALMS devem conceder em votação na sessão de hoje a prorrogação até 30 de junho o estado de calamidade pública em decorrência da Covid-19 nos municípios de Pedro Gomes e Deodápolis. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Adjunto completa dois meses como ‘tampão’ na Saúde de Dourados
Vereador diz que “não toca mandato pela internet” e gera polêmica na Câmara
Câmara oficializa mais uma Frente Parlamentar: a "Cristã"
Aliada de Bolsonaro critica fala de senadora de MS na CPI da Covid
Direcionamento de pacientes da UPA para HV gera crise entre médicos

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados