Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Falta de cuidados em três terrenos leva prefeitura ser multada pelo CCZ

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

20 fevereiro 2020 - 00h04

Autorizado – A parte burocrática para início das obras de ampliação da pista do Aeroporto Regional Francisco de Matos Pereira, em Dourados, tem seguido os tramites normais. Ontem, foi publicada no Diário Oficial do Estado a autorização para o 9º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército Brasileiro iniciar as atividades no local. 

Campanha? – Imagens do município no início dos anos 2000 têm circulado bastante nas redes sociais nessas primeiras semanas do ano, sempre acompanhadas com a frase “Dourados antes era assim”. O detalhe, é que todas elas mostram a cidade na administração do prefeito Laerte Tetila (PT), gestor entre 2001 e 2008.

Definição – A Assembleia Legislativa definiu na terça-feira as lideranças e vice-lideranças dos blocos partidários que compõe a Casa de Leis. Atualmente são três grupos atuando, o G-8, G-11 e o PSDB, maior bancada do local. 

Composição – Pelo ‘Grupo dos 8’, integrando MDB, DEM, PT, PDT e Patriotas, ocupam as funções Eduardo Rocha (MDB) e Cabo Almi (PT). Já no G-11, composto por PSD, Solidariedade, PP, PTB, Republicanos, PSL e PL, tem Londres Machado (PSD) e Gerson Claro (PP), na liderança e vice. Por fim, os tucanos contam com Rinaldo Modesto e Felipe Orro.

Atraso – Quase duas semanas após a retomada dos trabalhos legislativos na AL, os deputados estaduais, enfim, definiram os nomes para a composição da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final), a mais importante da Casa de Leis. Na CCJR é analisado o aspecto legal das propostas.

Nomes – Pelo G-11, as indicações são de Evander Vendramini (PP) e Gerson Claro (PP), enquanto o G-8 escolheu Eduardo Rocha (MDB) e Lídio Lopes (Patriota) – que também foi escolhido como presidente - e o PSDB apontou Rinaldo Modesto. 

Troca – Três parlamentares deixaram a Comissão no ano passado. O ex-líder do governo, Antônio Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), João Henrique Catan (PL) e Marçal Filho (PSDB). Os remanescentes são Gerson Claro e Lídio Lopes. 

Multa – O Centro de Controle de Zoonoses multou a prefeitura de Dourados dentro da Lei da Dengue. Três terrenos localizados no Jardim dos Estados, Jardim Canaã III e Jardim Girassol, foram autuados. O valor é baixo, R$ 1,6 mil no total, porém, não adianta cobrar a população se o bom exemplo, que deveria vir de casa, não é mostrado. 

Prazo – Mais de 50 mil eleitores douradenses ainda não realizaram o cadastramento biométrico. A medida é obrigatória para as eleições de 2020, quando serão escolhidos representantes do Executivo e Legislativo municipais. O prazo para a regularização termina no dia 27 de março. 

CPI – Mesmo não sendo membro titular da CPI que apura suspeita de irregularidades nas contas de energia dos consumidores de MS, o deputado estadual Marçal Filho (PSDB) tem participado – até mais do que os integrantes da Comissão – constantemente das reuniões semanais. Como suplente do proponente Felipe Orro (PSDB), ele tem feito vários requerimentos e cobrado o grupo de trabalho sobre resultados reais à população.  

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Braz ironiza suplentes por vaga na Câmara: “não adianta soltar rojão”
Disputa por vaga na Câmara faz Délia perder três secretários
Réu em processo e no grupo de risco do coronavírus, vereador é autorizado a se isolar em fazenda
Marçal deve ser candidato do governo à prefeitura e abrir brecha para 3º deputado do DEM na AL
Prefeitura não vai penalizar responsáveis por aglomeração em protesto

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações