Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Empresários pressionam e entregam carta por flexibilização de decreto

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

30 março 2021 - 00h04

Volta – A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul prorrogou parcialmente até a próxima quinta-feira, a suspensão das atividades parlamentares no local como forma de conter a pandemia do coronavírus. 

Comissão – Apenas duas atividades ocorrem nesse período, ambas na quarta e de forma virtual, conforme Ato Número 7 da Mesa Diretora publicado ontem. Às 8h está agendada reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, para deliberação de projetos e às 9h a sessão ordinária para apreciação dessas propostas. 

Presencial – Já a Câmara de Dourados permanece com as sessões presenciais sem a presença de público, antes limitado. Ontem, o encontro do legislativo local voltou a ocorrer no período da tarde, como maneira de não ultrapassar o início da restrição de circulação nas ruas, às 20h.

Protocolo – Comissão de empresários se reuniram na manhã de ontem com o presidente da Câmara, Laudir Munaretto (MDB), para entregar uma carta contendo propostas sobre flexibilização do decreto que proíbe o funcionamento de alguns setores ligados ao comércio até o próximo domingo, em medida para tentar conter o avanço do coronavírus. 

Pedidos – Entre os itens apresentados, a proposta para o retorno do ramo varejista com 50% dos funcionários e instalação de barreiras sanitárias em frente aos estabelecimentos, além da retomada de atendimentos de escolas tipo ‘hotelzinho’ e volta dos atendimentos presenciais em bares e restaurantes, ampliando ainda o toque de recolher até às 22h. 

Manifesto – Ainda ontem, o grupo de empresários voltou a se reunir e realizou ‘buzinaço’ durante a tarde como forma de pressionar o poder público para flexibilização do decreto. Houve aglomeração em frente à Câmara de Dourados e alguns vereadores deixaram a Casa, onde ocorria a sessão, para conversar com as pessoas.

Mais manifesto – Já em Campo Grande, membros do governo receberam representantes de entidades ligadas ao comércio pedindo a revisão da medida, porém, ouviram que não há, nesta semana, qualquer modificação no estabelecido anteriormente. 

Bico seco – A administração municipal de Naviraí tomou medidas ainda mais rígidas no combate a pandemia do coronavírus. Lá, a prefeita Rhaiza Matos (PSDB), além de seguir o decreto estadual, ainda estabeleceu ‘lei seca’ no município, impedindo a comercialização de bebidas alcoólicas, de qualquer forma, até o próximo domingo. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI da Covid terá que ‘correr contra o tempo’ para análise de documentos e oitivas
‘Costura’ pelo governo começa a ganhar forma para as eleições de 22
Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados