Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Em pré-campanha, ex-líder de Reinaldo vota contra projeto do Executivo

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

21 maio 2020 - 00h04

Animou – Depois de praticamente descartar disputar a reeleição, a prefeita Délia Razuk (PTB) estaria repensando a decisão e se animando a entrar no pleito que, ao que tudo indica, pode ter a data adiada sem que haja prorrogação de mandatos. 

Tabuleiro – Encorajada e apoiada pelo filho e deputado estadual Neno Razuk (PTB) e pelo ex-senador Delcídio do Amaral, presidente do mesmo partido de ambos, ela aguarda apenas a movimentação das peças para saber quem enfrentará nas urnas e, assim, definir por entrar ou não na disputa. 

Virtual – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e outros chefes de Executivo estaduais se reúnem hoje, via conferência, com o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) para tratar assuntos relacionados a pandemia do novo coronavírus que matou mais de 18 mil pessoas no Brasil até ontem. 

Recursos – A pauta principal é o socorro do governo federal aos Estados e Municípios diante da perda de arrecadação ocasionada pela pandemia. No Mato Grosso do Sul, a previsão de queda ultrapassa a casa de R$ 1 bilhão. 

Votação – Aprovada em primeira discussão na sessão de ontem da Assembleia Legislativa de MS, a proposta de unificação na alíquota previdenciária do funcionalismo público para 14% teve voto contrário de oito deputados estaduais, incluindo parlamentares da base aliada.

Fogo amigo - Entre os que se posicionaram contra a medida do Executivo estadual está o ex-líder do governo no ano passado e pré-candidato à prefeitura de Dourados, José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM). Felipe Orro, do mesmo partido de Reinaldo, o PSDB, também votou não. 

Debate – Durante a votação, alguns legisladores questionaram o pouco tempo de análise na proposta, aprovada momentos antes da sessão de quarta-feira pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação). Além do democrata e do tucano, Cabo Almi (PT), Pedro Kemp (PT), Capitão Contar (PSL), Coronel David (sem partido), Lídio Lopes (Patriota) e João Henrique Catan (PL) se mostraram contrários à proposta, que deve ser votada novamente hoje. 

Peixada – Ainda na Assembleia, a Peixada Dourados News, promovida pela diretora administrativa do portal, Andreia Medeiros Rodrigues, foi incluída no calendário oficial de eventos do Estado. A proposta foi apresentada pelo deputado Marçal Filho (PSDB) e passou na terça-feira em segunda votação. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Délia precisa trocar o tom dramático de vídeos e mostrar firmeza nas decisões
CPI da Energisa é movimentada, mas apenas na Justiça
Se unificada, eleição acaba com ‘trampolins’ políticos a cada dois anos
Líder da prefeita faz, na Câmara, papel que deveria ser de secretário de Governo
Em pré-campanha, ex-líder de Reinaldo vota contra projeto do Executivo

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher