Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputados retornam hoje para votar projeto do governo

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

31 março 2021 - 00h04

CPI – Ex-integrante do governo Délia Razuk (sem partido) como presidente do Imam (Instituto do Meio Ambiente de Dourados), o vereador Fábio Luis (Republicanos) propôs uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Câmara para apurar como o dinheiro repassado para investimentos na Covid em 2020 foi usado. 

Prevenção – O vereador Diogo Castilho (DEM), como médico, deu mau exemplo em meio a dezenas de manifestantes que protestaram em frente a Câmara na tarde de segunda ao ouvir as reinvindicações do grupo para flexibilização dos decretos estadual e municipal, sem usar máscara de proteção. 

Volta – Após mais de 10 dias a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul realiza hoje duas sessões por videoconferência. Às 8h está agendada reunião da CCJR (Constituição de Constituição, Justiça e Redação) e logo depois, o encontro ordinário para a votação de projetos. Os trabalhos na Casa voltam a ser suspensos até o dia 4, quando está previsto o retorno. 

Proposta – Ainda na sessão de hoje da ALMS, será votada a proposta do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) que cria o programa permanente Mais Social, auxílio de R$ 200 que deve beneficiar 100 mil famílias em Mato Grosso do Sul em situação de vulnerabilidade social.

Campanha – Na manhã de ontem, o governador já anunciava nas redes sociais o projeto. Mais tarde, através de videoconferência que contou com a participação do presidente da ALMS, Paulo Corrêa (PSDB), justificou a medida aos deputados estaduais e pediu urgência para votação. 

Determinações – A expectativa entre hoje e amanhã fica por conta da publicação de um novo decreto sobre medidas restritivas de combate ao coronavírus por parte do Governo do Estado. Desde a semana passada representantes de atividades comerciais não apontadas como essenciais têm protestado contra a medida, que vence no domingo. 

Protestos – Ontem em Dourados, grupo realizou ato em frente a prefeitura e chegou a ser atendido pelo prefeito Alan Guedes. Logo depois do encontro, eles sinalizaram buscar reuniões com os deputados estaduais com domicílio eleitoral na cidade para pressionar o governo a flexibilizar as medidas. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI da Covid terá que ‘correr contra o tempo’ para análise de documentos e oitivas
‘Costura’ pelo governo começa a ganhar forma para as eleições de 22
Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados