Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputado vítima da Covid volta a ser lembrado na AL, agora com título 'in memoriam'

23 setembro 2021 - 00h04

Investigação – Rombo encontrado durante auditoria de contas teria resultado na denúncia que desencadeou a Operação Dark Money, realizada na manhã de ontem pela Polícia Civil através do Dracco, em Maracaju. Sete mandados de prisão temporários foram emitidos e um dos alvos é o ex-prefeito Maurílio Ferreira Azambuja (MDB). 

Tri – Maurílio administrou a cidade por três vezes, a primeira entre os anos de 2005 e 2008 e as outras duas de 2013 a 2020. Os últimos dois anos resultaram nas irregularidades encontradas e denunciadas sobre o esquema de corrupção naquele município. 

Homenagem – Deputados estaduais aprovaram ontem projeto apresentado pelo deputado Amarildo Cruz (PT) concedendo título ‘in memoriam’ de cidadão sul-mato-grossense ao ex-parlamentar da Casa, Cabo Almi (PT), morto em maio deste ano vítima da Covid-19. O nome de Almi também já foi dado a uma das salas de reunião da Assembleia.

Lançamento – Será implantado hoje em Dourados o disque-denúncia voltado a casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes indígenas. A medida é iniciativa da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul após o caso da menina Raíssa Cabreira, estuprada e arremessada de um paredão de aproximadamente 20m de altura na Reserva Indígena do município. 

Diligência – Relembrando o caso Raíssa, quase um mês se passou desde a visita da comitiva capitaneada pela ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves ao município para tratar o assunto. Até agora, nada ainda foi feito a nível de políticas públicas para resolver a situação da violência nas aldeias da cidade. 

Agenda – Se ‘der tempo’ por conta da quarentena após contato com o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, diagnosticado com coronavírus durante agenda nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve mesmo visitar Mato Grosso do Sul no dia 1º de outubro, conforme informou mais uma vez o deputado Coronel Davi (sem partido). 

Celebração – Conforme o parlamentar, Bonito e mais três cidades teriam sido escolhidas como forma de Bolsonaro celebrar os mil dias de mandato. Os nomes dos outros municípios a receber o presidente não foram citados. 

Repercussão – Mais uma vez o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, se envolveu em polêmica ao publicar imagem da discussão da senadora Simone Tebet (MDB/MS) com o ministro da CGU (Controladoria-Geral da União), Wagner Rosário, ocorrida na tarde de terça-feira. Pelo twitter, o parlamentar chegou a chamar a sul-mato-grossense de ‘Maria do Rosário do Senado’.

Entrevero – Maria do Rosário e Bolsonaro ‘pai’ discutiram quando ambos ocupavam cadeira na Câmara dos Deputados, em 2014. Na ocasião, o então parlamentar disse que não estupraria a colega de Casa ‘porque ela não merecia’, resultando num processo e condenação de Jair Bolsonaro a indeniza-la em mais de R$ 20 mil, pagos em 2019.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deputado critica sessão online ao falar para poucos colegas
Vereador afastado e alvo de processante vai à Câmara durante sessão
Empréstimo milionário começa a ser analisado essa semana pela União
CPI que começou em 2019 na Assembleia, será retomada na próxima semana
Câmara abre licitação para produzir conteúdo e ter "canal de TV"

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Mulher é presa após se masturbar em praça pública
LEGISLATIVO
Em Dourados, projeto quer criar Dia Municipal do Torcedor Flamenguista
CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
DOURADOS
Preso por violência doméstica passa por audiência de custódia e tem preventiva decretada