terça, 09 de agosto de 2022
Dourados
16°max
12°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Deputado não descarta possibilidade de voltar a disputar prefeitura de Dourados

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

01 dezembro 2021 - 00h04

Presença – Deputados bolsonaristas de Mato Grosso do Sul marcaram presença na cerimônia de filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL (Partido Liberal) na manhã de ontem. Capitão Contar (PSL) e João Henrique Catan (PL) conferiram de perto o ato realizado em Brasília (DF). 

Ficou - Já um dos principais apoiadores do presidente, Coronel David (sem partido), participou normalmente da sessão de ontem da Assembleia e não viajou para a Capital de todos os brasileiros. 

Mudança – A janela eleitoral do próximo ano prevê novidades nas bancadas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Além de Contar e Coronel David (sem partido), que devem seguir o presidente e se filiarem ao PL, outros nomes também podem deixar as siglas que foram eleitos em 2018. 

Saída? – No PSDB, por exemplo, é cada vez maior a possibilidade de saída dos deputados Felipe Orro e Rinaldo Modesto da legenda. Orro tem encaminhada mudança para o PSD de Londres Machado, enquanto o colega de Casa pode acompanhar a irmã, deputada federal Rose Modesto (PSDB) no União Brasil ou o Podemos. 

Chegando? – Em contrapartida, o deputado Neno Razuk (PTB) pode aterrissar no ninho tucano, conforme o ‘zum-zum-zum’ que corre nos corredores da Casa de Leis estadual. Ex-presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, estaria tratando do assunto diretamente com o parlamentar. 

Prefeitura – Terceiro colocado nas eleições municipais de 2016 com 20.708 votos, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) não descarta voltar a disputar o pleito de olho no Executivo douradense. Em visita do Dourados News no final da manhã de ontem, o parlamentar não precisou quando isso acontecerá, mas diz manter o desejo para os próximos anos. 

Projeto – Apesar de continuar vivo o sonho pela prefeitura, o deputado disse que o projeto agora é tentar um novo mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para dar continuidade nos trabalhos realizados junto às frentes parlamentares.  
Calibre – Entusiasmado com a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, o deputado estadual João Henrique – único da legenda na

Assembleia – exagerou ao comparar os números de partidos com os calibres de armas de fogo, relacionando o 22 do Partido Liberal, com o 38 do ‘Aliança Brasil’, proposto pelo próprio Bolsonaro, mas sem sair do papel. 

Comparação – “Chegou a tão esperada hora de provar que o 22 do PL também tem um tiro certeiro, as vezes até melhor do que um 38, o recuo é menor e a precisão é maior. Presidente Jair Messias Bolsonaro, é com muita satisfação que o recebemos em nosso partido!”, escreveu nas redes sociais. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Filho ‘03’ de Bolsonaro participa de evento em Dourados

PT quer trazer Lula ao MS em setembro

Mensagem após ataque a candidato em 2018 vira ação penal eleitoral

Servidor de carreira, ex-secretário pede exoneração do Município

Assembleia cancela cerimônias e audiências e deputado critica novas medidas

Mais Lidas

BR-376

Lutador de MMA douradense é preso com mais de 40 quilos de cocaína

TRAPALHADA

Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

COXIM

Casal de idosos foi morto por menores que levaram R$ 20