sexta, 12 de agosto de 2022
Dourados
25°max
13°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Com limite para definições se aproximando, movimentação para alianças ainda é morna em MS

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

04 julho 2022 - 00h05

Eleições – Mesmo após retornar para Brasília (DF) depois de cumprir agenda em Campo Grande na quinta, Jair Bolsonaro (PL) continuou no centro das atenções de apoiadores de Eduardo Riedel (PSDB) e Capitão Contar (PRTB), os dois pré-candidatos ao Governo que buscam colar a imagem junto a do presidente em Mato Grosso do Sul. 

Disparos – Tão logo terminou a motociata pelas ruas da capital, vídeos começaram a circular nas redes sociais em edições onde o presidente estaria desmoralizando publicamente ambos os postulantes a disputa eleitoral. 

Investigação – O MPE (Ministério Público Estadual) instaurou dois Inquéritos para apurar suspeita de assedio moral e sexual na prefeitura de Nova Andradina. Dois servidores são alvos do processo sigiloso. 

Calendário – Desde sábado os pré-candidatos que disputarão as eleições de outubro estão proibidos de participarem de atos de inaugurações de obras públicas. Também é vedada a contratação de shows artísticos pagos com o dinheiro público. 

Fantástico – Pela terceira vez foi aberto processo licitatório para duplicação e revitalização da rua Coronel Ponciano, em Dourados. As duas primeiras tiveram resultado ‘fracassado’ e, caso isso se repita, o Governo poderá até participar de quadro no dominical Fantástico para ‘pedir música’.

Convenções – A pouco mais de um mês da data limite para a realização das convenções partidárias que definirão os nomes a disputarem as eleições, são poucos os apoios pré-definidos entre legendas no Mato Grosso do Sul. 

Quem? – Até o momento, é observado o alinhamento entre o PSDB encabeçado por Eduardo Riedel com o PL e o PP. Já o União da pré-candidata Rose Modesto tem conversas bem adiantadas para formar junto ao Podemos e o Avante. PT, Psol e PSD, que apresentam os nomes de Giselle Marques, Luhhara Arguelho e Marquinhos Trad, respectivamente, ainda não tem parcerias próximas de se concretizar. 

Solo – Já o MDB tem caminhado com o Solidariedade. Apesar dessa aproximação, o partido tem grandes chances de formar chapa pura no pleito que se aproxima e um dos nomes a ganhar força é o do ex-prefeito de Costa Rica, Waldeli dos Santos Rosa. 

Posse – Após mais de três anos de intervenção, será empossado hoje Jones Dari Goettert como novo reitor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Ele ficará no cargo por quatro anos. A cerimônia acontece na Unidade 1 da instituição, às 8h30.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Inquérito prorrogado por 10 vezes deve ser arquivado nos próximos dias

MS tem segunda candidatura ao Governo registrada

Seleção brasileira e as eleições presidenciais

Filho ‘03’ de Bolsonaro participa de evento em Dourados

PT quer trazer Lula ao MS em setembro

Mais Lidas

TRAUMATISMO CRANIANO

Madrasta de menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA é presa em Dourados

ÁGUIA

Mega-operação mira tráfico de drogas e cumpre 10 mandados em Dourados

BR-376

Morto após capotar veículo carregado com maconha tinha 24 anos

LATROCÍNIO 

Adolescente de 16 e menina de 11 anos matam e jogam corpo de idoso em rio