Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Classe política precisa se movimentar para Dourados não perder ferrovia

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

02 março 2021 - 00h04

Ferrovia – Enquanto a classe política douradense se preocupa em comemorar e agradecer repasses do Estado e União, o município vai perdendo a chance de se tornar um entroncamento ferroviário. Se antes o projeto da ‘Nova Ferroeste’ contemplava a cidade, hoje, a previsão é de criação de dois terminais de carga no Mato Grosso do Sul, em Maracaju e Amambai.

Cobrança – É necessário que autoridades do maior município do interior sul-mato-grossense, com bancada de cinco deputados estaduais, busque a unidade nesse momento para garantir a construção de um desses terminais na cidade, polo de região com aproximadamente 800 mil habitantes. 

Calamidade – Provavelmente a Assembleia Legislativa de MS prorrogará as situações de Calamidade Pública de todos os municípios que realizaram o pedido desde o início da pandemia do coronavírus. Na quinta-feira passada três foram mantidos e hoje os deputados devem votar mais dois pedidos de continuação. 

Mudança – A dança das cadeiras no governo do Estado continua. Ontem, Reinaldo Azambuja (PSDB) trocou o comando da TV Educativa ao exonerar do cargo de diretor-presidente o jornalista Bosco Martins, colocando em seu lugar Francisco Carlos Victorio da Silva, o Ico. Bosco permanece no mandato, agora no cargo de assessor na Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica. 

Doação – O vereador Sergio Nogueira (PSDB) ‘jogou’ ao colega de parlamento Diogo Castilho (DEM) a responsabilidade de repassar dinheiro à campanha ‘Doe Carinho’, lançada ontem em Dourados. Durante discurso no CAM (Centro Administrativo Municipal), o legislador brincou com o novato dizendo que ele repassaria parte do valor desembolsado para pagar o Imposto de Renda às instituições de caridade do município. O objetivo do projeto é arrecadar fundos através do repasse de parte desse tributo federal a essas entidades. 

Titular – Após completar 60 dias de governo, o prefeito Alan Guedes (Progressistas) conseguiu nomear Vander Soares Matoso para assumir a Secretaria de Administração do Município. O cargo foi ocupado pelo controlador-Geral do Município, Raphael Matos, até o dia 28 de fevereiro. 

Cedência – Servidor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), ele é o terceiro titular de pasta cedido para atuar na prefeitura por outro ente público e terá o salário custeado pelo Município. Antes dele, Henrique Sartori, na Secretaria de Governo e Everson Leite Cordeiro, na Fazenda, já haviam chegado da UFGD e Governo do Estado, respectivamente. 

Enquete – Maioria dos leitores participantes de enquete proposta pelo Dourados News acreditam que 2021 terminará sem que os grupos de risco sejam imunizados contra a Covid-19. A opção foi escolhida por 52,28% dos 241 votantes, enquanto 47,72% creem que a vacinação atingirá o objetivo nesse ano. 

*Colaboração de Thalyta Andrade e Hedio Fazan

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira
Vereadora após saída de relatoria: “ninguém tem autoridade moral para me apontar o dedo”
CPI da Covid na Câmara vai requisitar documentos para análise nesta segunda

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados