domingo, 07 de agosto de 2022
Dourados
29°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Campanha vai reforçar fiscalização nas eleições deste ano

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

01 agosto 2022 - 00h05

Reta final – Termina na sexta-feira o prazo para a realização das convenções partidárias. Desde o dia 20 de julho, legendas estão autorizadas a promover os eventos de escolha dos candidatos que concorrerão nas eleições deste ano. 

Oficializadas – Dos sete pré-candidatos que se colocaram na disputa ao Governo de Mato Grosso do Sul, quatro deles já tiveram o ‘crivo’ dos respectivos partidos para homologar o nome junto à Justiça Eleitoral. 

Oficializadas 2 – No sábado, Marquinhos Trad (PSD) e Giselle Marques (PSD) foram aclamados por suas respectivas legendas. Além deles, Rose Modesto (União Brasil) e Adonis Marcos (Psol), já haviam passado pelas convenções. 

Prazo – Os outros três possíveis postulantes, Capitão Contar (PRTB), André Puccinelli (MDB) e Eduardo Riedel (PSDB), devem ter as respectivas candidaturas confirmadas na sexta-feira, último dia para a realização desses encontros. 

Chapa – Enquanto o vice ainda continua sendo suspense em algumas chapas, o PSD indicou e aprovou o nome de Viviane Orro para concorrer ao lado de Marquinhos. Ela é esposa do deputado estadual Felipe Orro, que deixou o PSDB no início da janela partidária, e tem domicílio eleitoral em Aquidauana. 

Volta – Depois do período de recesso, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul retorna aos trabalhos nesta segunda-feira. A primeira sessão ordinária da semana acontece amanhã. 

Limite – No último semestre da atual legislatura, os integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura suspeita de irregularidades nas contas de energia elétrica dos consumidores sul-mato-grossenses terão que dar um jeito de encerrar o processo que se arrasta desde 2019. 

Campanha – Será lançado hoje, em Campo Grande, a campanha Ministério Público nas eleições 2022. A iniciativa tem como objetivo reforçar o papel de fiscalização dos órgãos na votação e apuração do pleito eleitoral.  Participam da ação o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, MPF (Ministério Público Federal), o GNACE (Grupo Nacional de Coordenadores Eleitorais) e o CNPG (Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mensagem após ataque a candidato em 2018 vira ação penal eleitoral

Servidor de carreira, ex-secretário pede exoneração do Município

Assembleia cancela cerimônias e audiências e deputado critica novas medidas

Após anunciar que seria suplente de senador, produtor rural acaba como candidato a vice

Campanha vai reforçar fiscalização nas eleições deste ano

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Mulher que morreu em acidente na BR-463 era agrônoma de Dourados

TRAGÉDIAS

Agosto começa com quatro mortes por acidentes de trânsito em Dourados 

LUTO

Conselho de Agronomia lamenta morte de jovem agrônoma em acidente

TENTAVIVA DE HOMICÍDIO

Susto provocado por cachorro e discussão terminam com ciclista baleado