Menu
Busca sábado, 12 de junho de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Bancada de MS no Congresso terá nova liderança a partir de agosto

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

09 junho 2021 - 00h04

Processos – A Justiça segue negando os pedidos de pessoas físicas e jurídicas de retomar as atividades econômicas ou transitar sem que ocorra medidas punitivas durante o lockdown em Dourados, instituído desde o dia 30 de maio após a publicação do Decreto 400. 

Extemporânea – A eleição suplementar para escolha do novo prefeito de Sidrolândia, agendada para o próximo domingo, traz algumas particularidades interessantes, como a formatação das chapas para o novo pleito. Eleito no ano passado, Daltro Fiuza (MDB), foi impedido de assumir pela Justiça Eleitoral. 

Vice – Mesmo fora da administração municipal, Daltro tenta emplacar a esposa, Rosi Fiuza (MDB), como vice de Vanda Camilo (PP), vereadora daquela cidade e prefeita ‘tampão’ por ter sido escolhida presidente da Câmara. Já o vice de Enelvo Felini (PSDB), outro candidato na disputa, será Lúcio Basso (DEM), em substituição a Moacyr de Almeida (Patriota), morto na segunda-feira em decorrência da Covid.

Conhecido – Lúcio é filho do ex-prefeito Ari Basso (PSDB), eleito em 2013 na mesma situação que o município se encontra atualmente e, em substituição a Enelvo Felini, vencedor do pleito em 2012, mas proibido de assumir por determinação da Justiça Eleitoral, após ter a candidatura cassada por irregularidade ocorrida em 2003, quando ocupava o cargo de prefeito da cidade. 

Líder – A senadora Simone Tebet (MDB) será a nova coordenadora da bancada sul-mato-grossense no Congresso Nacional a partir de agosto. A função atualmente está a cargo do colega dela de parlamento, Nelsinho Trad (PSD). A decisão foi tomada entre os 11 parlamentares (8 deputados federais e três senadores) na terça-feira.

Período – Simone ficará na função até fevereiro do ano que vem e após esse tempo, a coordenação da bancada será repassada a um deputado federal do Estado. O cargo tem como finalidade representar os parlamentares em comissões do Congresso, definição de emendas e outros assuntos de interesse de municípios e do Estado com ministérios. 

Substituição – O deputado estadual Pedro Kemp (PT) solicitou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa durante a sessão de ontem, a inclusão do recém-empossado Amarildo Cruz (PT) nas oito comissões permanentes da Casa que Cabo Almi – morto em decorrência da Covid – fazia parte. 

Posição – Membro em sete delas, como Turismo, Indústria e Comércio, Agricultura e Desenvolvimento Agrário e assuntos indígenas e Quilombolas, o ex-deputado ainda era vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Defesa Social da Casa.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Comércio pressiona Alan para flexibilizar decreto no Dia dos Namorados
Com interino há quase três meses, Secretaria terá mudança nos próximos dias
Bancada de MS no Congresso terá nova liderança a partir de agosto
Vereadores e prefeito se reúnem para debater saúde e falta de médicos
Se confirmada, filiação de Bolsonaro deve aumentar bancada de partido na AL

Mais Lidas

PANDEMIA
UTI's lotadas agravam classificações de risco do Prosseguir e Dourados retorna à bandeira cinza
DOURADENSE EM RONDÔNIA
Levada pela Covid-19 longe de casa, Nice é enterrada na presença da família
48 HORAS
Medidas restritivas ao comércio em MS passam a valer a partir de domingo
DOURADOS
Após três meses, prefeitura anuncia novo secretário de saúde