Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Após ter denúncia arquivada, vereador pode ser alvo de processante e ter mandato cassado

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

08 setembro 2021 - 00h04

Retorno – A retomada da votação da tese do Marco Temporal pelo STF (Supremo Tribunal Federal) nesta quarta-feira deve trazer de volta protestos da comunidade indígena nas rodovias de Mato Grosso do Sul. Na semana passada, grupos interditaram trechos se posicionando contrários a medida, que autoriza somente a demarcação de terras ocupadas até a promulgação da constituição de 1988.

Processante – A prisão do vereador Diogo Castilho (DEM) acusado de violência doméstica pode provocar o pedido de abertura de uma nova comissão processante na Câmara de Vereadores de Dourados, com grande possibilidade de cassação do mandato do parlamentar. 

Registro – Caso seja protocolada a denúncia, o que pode acontecer ainda hoje com o retorno dos trabalhos no legislativo local, Diogo Castilho enfrentará o segundo pedido de investigação por quebra de decoro parlamentar em menos de nove meses de mandato. A primeira vez foi no final de abril, quando ele foi flagrado em um restaurante de Dourados após o toque de recolher. Na ocasião, os vereadores arquivaram o documento.

Segundo – Ainda diante da possibilidade do fato, o vereador pode ser o segundo a ter ‘julgamento’ realizado pelos colegas nos próximos meses, já que Lia Nogueira (PP) enfrenta processante instaurada em agosto na Casa por suposta ameaça realizada contra uma ex-assessora. 

Convocação – A Mesa Diretora da Câmara também deve se posicionar nos próximos dias sobre a convocação do suplente do Democratas, já que Castilho continua preso preventivamente na PED. Edson Souza é o substituto direto da legenda, a maior bancada no legislativo douradense com quatro cadeiras.

Agitado - Aliás, tem sido bastante movimentado no Palácio Jaguaribe, sede do legislativo douradense, o primeiro ano da nova legislatura. Além de pedidos para abertura de processantes, a Casa aprovou uma CPI para apurar como foram usados recursos repassados para o enfrentamento da Covid-19 durante o ano passado e viu denúncia de uma suposta irregularidade no repasse de recursos usados para ações institucionais. 

Volta – Após um feriadão prolongado, começando no sábado e se encerrando ontem, as repartições públicas municipais e estaduais retornam ao atendimento ao público nesta quarta-feira. 

Reunião – Está agendada para hoje reunião entre o secretário de Estado de Saúde Geraldo Resende com prefeitos e secretários municipais de Saúde para tratar sobre a confirmação de três casos da variante Delta do coronavírus em Mato Grosso do Sul. A medida tem por objetivo alinhar ações de combate à doença e aceleração na vacinação da população. 

Refresco – O calor e o asfalto quente na manhã de ontem, foi minimizado por alguns instantes durante ato pró-Bolsonaro no Centro de Dourados. Isso ocorreu após motorista de caminhão pipa passar pela avenida Marcelino Pires e esguichar água em dezenas de participantes da manifestação, que se aglomeravam na sombra da marquise de uma loja de departamentos da cidade, molhando a todos. 

*Colaborou Thalyta Andrade

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pressão aumenta contra concessionária que administra parquímetro em Dourados
Câmara oficializa processante e afastamento de Diogo Castilho
Bolsonaro pode receber honraria do DOF durante agenda em MS
Após barraco em comitê, deputado se retrata com candidata a vereadora
Deputado ‘briga’ com a geografia e diz que MS fica na região Sul do país

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
DOURADOS
Vizinhos sentem mau cheiro e idoso é encontrado morto no Novo Horizonte
SITIOCA CAMPINA VERDE
Caseiro é assassinado com golpe de faca em Dourados