Menu
Busca quinta, 03 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Após reclamações de candidatos, MPE cobra agilidade de bancos em abertura de contas

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

23 outubro 2020 - 00h04

Camarote – O vereador Bebeto (PTB) está assistindo à campanha eleitoral esse ano com ‘olhos diferentes’ de pleitos passados. Sem concorrer ao cargo em 2020, ele usa o tempo para se dedicar aos últimos meses de mandato e observar as estratégias dos candidatos na disputa de novembro.

Futuro – Apesar da decisão pelo período ‘sabático’ e não concorrer à reeleição, o parlamentar pretende continuar na vida pública e, quem sabe, entrar em novas disputas nos próximos anos. Por enquanto, a intenção é revigorar a saúde e passar mais tempo junto da família.

Eleições – O Ministério Público Eleitoral abriu procedimento administrativo para fiscalizar o cumprimento das medidas relativas a serviços bancários nas agências de Dourados no que diz respeito a abertura de contas para os candidatos ao pleito de novembro. 

Protesto – Várias são as reclamações realizadas no maior colégio eleitoral do interior do Estado sobre as dificuldades encontradas para agendamento e realização do serviço, principalmente pelos postulantes ao cargo Legislativo. 

Virtual – Conciliando agenda de campanha e o trabalho como parlamentar na Assembleia, o deputado estadual e candidato à prefeitura de Dourados, José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), participou da sessão de ontem do Legislativo estadual em trânsito. Pelo celular ele votou projetos enquanto era levado aos compromissos diários. 

Justificativa – Empresa responsável por obra protagonista de acidente na noite de quarta-feira no Jardim Independência, em Dourados, se eximiu da responsabilidade pela precariedade na sinalização no local e praticamente atuou como ‘perita’ ao acusar o motorista, como o principal causador do sinistro. 

Perícia – Responsável pela obra, a TS Construtora encaminhou nota à imprensa na tarde de ontem e constatou, por si mesmo, alta velocidade, imprudência e negligência do motorista, sugerindo ainda que o homem não estava em plenas condições físicas e mentais para dirigir. Só pra constar, a empresa tem sede em Amambai e entre as atividades praticadas por ela não há menção à prestação de serviço de ‘perícia’. 

Mais justificativa – Por coincidência, os mesmos argumentos relatados pela empresa foram usados pela assessoria de imprensa da prefeitura de Dourados na manhã de ontem, em contato via telefone com o Dourados News

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Suspensão é mantida e CPI das contas de energia deve durar mais de um ano
Com possibilidade de mudança, AL tem mais um deputado com coronavírus
Prefeitura volta ao noticiário policial a um mês do fim do mandato
Pandemia pode mudar local da posse dos eleitos em Dourados
Reuniões de transição ocorrem em sala apertada e sem estrutura

Mais Lidas

PANDEMIA
Casos de coronavírus levam fechamento de três agências bancárias em Dourados
POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
MAUS TRATOS
Mãe é denunciada após apagar cigarro na mão da filha em Dourados
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso