Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Após HC por fazer parte de grupo de risco, ex-secretário tem atuado na linha de frente da Covid

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

05 abril 2021 - 00h05

Retorno – A partir de hoje está autorizado em Dourados o retorno das atividades econômicas afetadas pelos decretos estadual e municipal, que restringiram o funcionamento de alguns setores como forma de frear a pandemia do coronavírus em Mato Grosso do Sul. O toque de recolher, antes entre 20h e 5h, agora diminuiu uma hora, ocorrendo entre 21h e 5h na cidade. 

Apuração – O secretário Municipal de Administração, Vander Soares Matoso, abriu três sindicâncias para investigar furtos de diversos equipamentos em repartições públicas de Dourados. Entre os objetos, lavadoras de roupas, violões, data-show e microfone sem fio. 

Tributos – O secretário também determinou à Comissão Permanente Processante, a apuração de possíveis irregularidades administrativas ocorridas entre os anos de 2019 e 2020, na Secretaria Municipal de Saúde, no que diz respeito ao não pagamento de impostos de pessoas jurídicas. 

Desabafo – Após a Justiça de MS liberar a comercialização de bebidas alcoólicas para um supermercado da cidade, mesmo diante de decreto municipal que impedia tal situação, a chefe do Executivo de Naviraí, Rhaiza Matos (PSDB), publicou nota no site institucional da prefeitura revogando a ‘Lei Seca’ no município e desabafou contra a decisão. “A implantação da ‘Lei Seca’ foi originada no intuito de preservar vidas. Cito, com tranquilidade, que no dia de sua edição, tínhamos 96 casos confirmados de Covid-19 e 5 óbitos. Os últimos dados, de ontem (quarta-feira 31/3), expressam 53 casos e tão somente 1 óbito”, relata parte do texto.

Contrário – Ela também citou, antes da medida tomada pelo TJMS, decisão favorável do judiciário de Naviraí, que havia recusado a tentativa do estabelecimento comercial de ‘furar’ o decreto: “reconheceu o acerto da medida administrativa que tomei, bem como os efeitos consumos da comercialização do álcool, especialmente nesse momento crônico da pandemia”, disse. 

Pandemia – Após conseguir no STJ (Superior Tribunal de Justiça) habeas corpus para deixar a PED (Penitenciária Estadual de Dourados) alegando fazer parte de grupo de risco para a Covid-19 por conta de problemas respiratórios, o médico e ex-secretário de Saúde de Dourados, Renato Vidigal, condenado na semana passada a quase 12 anos de prisão por fazer parte de esquema de fraudes em contratos licitatórios no município, tem atuado na linha de frente contra a doença em Corumbá. Vai entender!

Calamidade – Nova Alvorada do Sul é mais um município a solicitar junto a Assembleia Legislativa e ter aprovado o reconhecimento de calamidade pública em decorrência do coronavírus.

Portal – Após passar por instabilidades recentemente, a prefeitura de Dourados divulgou que o site oficial está em reformulação e apenas os serviços prioritários ainda podem ser acessados na plataforma. A previsão é que o portal seja normalizado nesta segunda-feira. 

*Colaborou André Bento

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CPI da Covid terá que ‘correr contra o tempo’ para análise de documentos e oitivas
‘Costura’ pelo governo começa a ganhar forma para as eleições de 22
Ex-deputado que perdeu eleição em 2020 deixa hospital após quase 1 mês
Deputado se irrita e fala em perseguição após proposta arquivada
Suspensão de limpeza pública traz de volta receio de douradense com mato e sujeira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados