Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Na Lata!

Adriano Moretto

Após ‘chacoalhar goiabeira’, governador divulga até telefone em live

Comentários, críticas e sugestões: adrianomoretto.oliveira@gmail.com

23 fevereiro 2021 - 00h04

Decisões – Ao anunciar mudanças no primeiro escalão na manhã de ontem, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) negou escolhas de cunho político para encerrar os dois anos do mandato ainda restante. “Respeito o presidente do meu partido [Sérgio de Paula, secretário de articulação política] e a opinião dos integrantes do PSDB, mas as escolhas são por questões técnicas”, disse. 

Especulações – A afirmação se dá após ‘zumzumzum’ ocorrido logo após o Carnaval e colocava o deputado estadual Barbosinha (DEM) na Secretaria de Governo. Se concretizada, a ação automaticamente levaria à Assembleia a suplente, Dione Hashioka, filiada ao PSDB.

Nomes – Entre os nomes que iniciaram as mudanças do primeiro escalão do governo estadual estão o do presidente do Podemos em Mato Grosso do Sul, Sérgio Murilo Mota, que assumirá a Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica, antes ocupada por Eduardo Riedel, que agora comandará a Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura). 

Goiabeira – “Vamos chacoalhar a goiabeira para a coisa funcionar melhor!”. A expressão foi usada por Reinaldo para justificar as mudanças anunciadas ontem para a reta final de mandato. 

Delação – O governador também lembrou do episódio JBS. Acusado pelos irmãos Batista de exigir propina em troca de incentivos do governo, ele chamou ambos de ‘vagabundos’ e disse ter entregue a defesa do processo que corre contra ele no STJ (Superior Tribunal de Justiça) na semana passada. “São 189 páginas para desconstruir isso aí”, relatou.

Apagado – Durante a live para anunciar a mudança de seu secretariado, Reinaldo chegou a divulgar o número do próprio telefone celular. Ao finalizar a aparição pública, o vídeo foi apagado da página dele na rede social Facebook.  

Fake – A prefeitura de Dourados divulgou nota para dizer que não abriu inscrições para processo seletivo da Funsaud. A medida ocorreu logo após postagens com link apontando para a contratação de profissionais na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e Hospital da Vida circularem por grupos de whatsapp. O material em questão tratava-se de publicação feita pela administração municipal em 2015. 

Enquete – Maioria dos internautas que responderam enquete proposta pelo Dourados News não acredita que os famosos ‘rolezinhos’ em vias públicas acabarão com as ações policiais realizadas na cidade. A opção foi escolhida por 87,85% dos 181 votantes. Já 12,15% creem no fim dessas ações que resultou em 150 pessoas detidas num final de semana. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Dourados, secretária do governo federal ‘escorrega’ na geografia
Ministro deve desembarcar em Dourados para entrega de prédio anexo ao HU
Nome divulgado antes do ‘sim’ pesou na negativa de Mourão como vice-líder
Classe política precisa se movimentar para Dourados não perder ferrovia
Governo começa a ‘apresentar’ novo secretário

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF