Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
COLUNA

Amplavisão

Manoel Afonso

Vereança: Já escolheu seu malvado favorito?

Amplavisão

17 outubro 2020 - 08h09

NIKITA  KHRUSHCHEV : (ex- Premier da URSS)  “Os filhos de seus filhos viverão sob o comunismo. Vocês ocidentais, são tão crédulos que não aceitarão o comunismo de uma vez, mas continuaremos alimentado-os com doses de socialismo até que você finalmente descubra que já tem o comunismo para sempre. Não teremos que lutar com você. Enfraqueceremos sua economia até que caiam como frutos maduros em nossas mãos”. (  discurso na  ONU em 1959)

A TÁTICA:  Controlar a assistência médica; aumentar o nível de pobreza para facilitar a manipulação; incentivar o aumento da dívida pessoal; controlar a posse de armas da população; assumir o controle do bem estar (alimentação, moradia, renda) para aumentar a dependência do Governo; controlar o que as pessoas leem e ouvem – garantindo o controle do que as crianças aprendem na escola; eliminar Deus e a religião de suas vidas; promover a luta de classes – dividindo os ricos e pobres eliminando a classe média.  Isso já ocorre na Venezuela e Cuba.

OS PROFISSIONAIS:  29 políticos foram candidatos em todas as eleições desde 2.000. De 2 em 2 anos eles foram candidatos a algum cargo.  Daqui aparece Marcelo Bluma. Deste time, 17 se elegeram uma única vez, 11 ficaram na suplência e apenas um jamais conseguiu se eleger.  Trata-se do folclórico Levy Felix que acostumamos com sua imagem nos programas eleitorais. 

FIGURAÇA: Levy Felix estreou como candidato em 1986 e já participou de 16 eleições, inclusive a Presidente da República.  Ele só não foi candidato ao senado. Agora postula a prefeitura de São Paulo pelo PRTB.  Otimista, acha que tem chances por estar no partido de Hamilton Mourão. Mas as pesquisas mostram que ele teria só 1% das intenções de votos.

A DIFERENÇA: Para nós  o ICMS do gás representa 14% da receita ( R$1 bilhão anual) e para Santa Catarina apenas 0,25% . Mas São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Sta Catarina querem reverter a decisão do STF que deu ao MS o direito ao imposto. O impasse continua após o adiamento no último dia 15 para  21 do julgamento do caso no STF. É torcer, torcer!

PROMESSAS: Elas estão por aí. Uma delas é a construção do hospital municipal da capital. Ignora-se o custo da construção, mobiliário, equipamentos e manutenção mensal. Os exemplos da Santa Casa e do Hospital Regional mostram a  realidade: eles acabam atendendo pacientes de todo o Estado, Paraguai e Bolívia – o que tem sufocado as finanças destes nosocômios. 

CÂMARA LENTA:  Esse tem sido o ritmo da campanha na capital. Esperava-se que com o início da propaganda o clima ficasse efervescente. Os temas críticos à atual administração são repetitivos.  Percebe-se: a intenção é provocar o 2º turno na tentativa de reverter o favoritismo de Marcos Trad (PSD). Mas o eleitor sabido resiste a ideia de se trocar o certo pelo duvidoso. 

NO VÍDEO os candidatos tentam chamar a atenção com sorrisos, frases de efeito, roupas coloridas e gestos extravagantes. Candidatos dos partidos nanicos, com poucos segundos de exposição na TV estão  recorrendo as redes sociais. É possível até que possam  surpreender se o discurso agradar  em cheio a determinados nichos do eleitorado um tanto quanto ressabiado.

TUDO PODE: Os anúncios no horário eleitoral continuam genéricos. Prometem milagres mas  não detalham como  usar a varinha mágica para resolver os problemas e diminuir tributos que fazem o caixa da prefeitura.  É usual o argumento de ‘buscar reforços’ em Brasília como se o país não passasse por uma dura contenção de investimentos. Enfim, o velho discurso ressurge. 

PADRINHO:  Ele apenas ajuda ou seria decisivo na vitória do candidato que  apoia?  A transferência de prestígio depende de vários fatores, Não é tão simples assim. Depende do cenário, do perfil do candidato apoiado e dos adversários.  Se o candidato não tiver luz própria e  discurso convincente de nada adiantará o currículo do padrinho.  Lembra? Temos exemplos marcantes de desastres em eleições estaduais e mesmo na capital.  Portanto...

PESQUISA IBOPE:   Marcos Trad 41%, Harfouche 11% - P, Kemp 6% - Delegada Sidneia 4% - Dagoberto 3% - Vinicius 3% - Bluma, João Henrique, Esaqueu 2% - Miglioli, Marcio Fernandes, Tio Truts 1% - P. Matos, Guto Scarpant, Cris Duarte, Thiago Assad  0/% - Branco/nulo 13% - não sabe 9%.  Ouvidos 602 eleitores em Campo Grande nos dias 14 e 16 de outubro. Sob encomenda da TV Morena e registrada no TSE sob identificação MS-01902/2020, margem de erro de 4 pontos percentuais. 

NÚMEROS  pesquisa do ‘Instituto Ranking’ em Dourados realizada nos dias 12 e 14 de outubro, registrada sob nº 06840/2020 no TSE, ouvindo 600 pessoas maiores de 16 anos.  Estimulada: Barbosinha (DEM) 45,20% - Alan Guedes (PP) 15% - Wilson Matos 7,20% - Hacid Harb (Republicanos) 4% - Prof. João Carlos (PT) 3,40% - Jeferson Bezerra (PMN) 3,20% - Mauro Thronicke (PSL) 1,20%.  Não sabe, não votou 20,80%.   

POSITIVOS  os números da economia do Estado. Apesar do Covid  superaram  as previsões e até 2001 o PIB crescerá 2,7%. A arrecadação do ICMS em Julho e Agosto comparando com o igual período de 2019 – cresceu  cerca de 6,19%.  Daí que o Governo paga em dia funcionários e fornecedores, além de investir pesado em obras de infraestrutura na capital e interior. 

DESTAQUES:  Ex-ministro da Saúde Luiz  Mandetta  no  ‘Roda Viva’ da TV. Cultura e do deputado  Fabio Trad (PSD) relator da Comissão da PEC da 2ª.a Instância – insistindo na reinstalação  da mesma. Injustificável culpar o Covid-19 . O presidente Rodrigo Maia (DEM) desconhece os recursos  da internet para resolver problemas à distância? Muito estranho.  

O TEMA dominante nas redes sociais é André do Rap. Questionamentos e ironias mostram o  opinião do brasileiro. : “Rigor máximo com o ladrão de xampu. Alívio da pena ao chefe do PCC. Qual a lógica desse STF?”  No imaginário do cidadão comum há tratamentos diferentes  e posturas incompatíveis dos ministros do STF - que vivem noutro planeta, em outra realidade. 

‘BOI BOMBEIRO’: Não é invencionice como o pessoal da ‘esquerda verde’ diz criticando. Arnildo Pott – agrônomo e doutor em ecologia vegetal – 28 anos  pesquisador na Embrapa Corumbá e professor da UFMS afirma que ao rebaixar o pasto, a boiada  diminui o chamado combustível. Quanto menos alto o pasto, menores as chances do incêndio se propagar. 

É GUERRA?  Virou assunto nacional a foto de Juliana Gaioso, candidata a vereança pelo PSl aqui na capital. Ela aparece envolta na bandeira do Brasil,  numa mão a pistola  e  na outra a imagem de Nossa Senhora. Ela foi assessora da senadora Soraia Thronicke (PSL) e acabou denunciada pelo deputado Fabio Trad junto a Procuradoria  Geral da República por extremismo.

RESOLVE?  A grande mídia  aposta na vitória de Joe Biden como se isso representasse uma vantagem ao Brasil. No Congresso há 47 anos, Biden se porta como um  neófito nas questões referentes a Amazônia por exemplo. Precisamos entender  que  todo ‘inquilino’ da Casa Branca ,seja ele quem for,  prioriza os interesses dos Estados Unidos.  E não podia ser diferente. 

CORRUPÇÃO:  Ela persiste  atravessando gerações e governos de partidos  diferentes. Esse episódio do senador com dinheiro na cueca lembra aquele outro do assessor petista em situação idêntica ou ainda as malas de dinheiro do ex- deputado Geddel Vieira. Mas o ‘sistema’  beneficia  poderosos, flexibilizando  regras e penas.  Neste país quem é mesmo que fica preso?

NO FACEBOOK:
Bandido bom é bandido solto

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

O eleitor será convencido a votar?
Vereança: Já escolheu seu malvado favorito?
Política: o inferno é vizinho do paraíso
Eleições: poucas propostas, promessas demais
Câmara Municipal: a porta da esperança!

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS