Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397
COLUNA

Amplavisão

Manoel Afonso

Os projetos locais e a sucessão presidencial

Amlavisão

23 abril 2021 - 07h32

PONTO FINAL: Quando Fahad Jamil se dedicava ao contrabando de café, tido como simples calote ao fisco, a opinião pública era condescendente até com seus tentáculos na política. Mas depois que ele embarcou no tráfico de drogas tudo mudou. Como no final daqueles filmes de aventuras - o ‘bem’ acaba vencendo. E deu no que deu.

NOVOS TEMPOS? Eu não arriscaria a confirmar essa tese, mas de uns tempos para cá - fatos antes improváveis ocorreram aqui. Figuras ‘impolutas’, intocáveis, acabaram na cadeia ou tiveram seus nomes ligados a pratica de crimes diversos. O cidadão de mediana inteligência faz a leitura do que lê ou ouve e chega a ‘conclusões óbvias’.

OPINIÃO: “ ( ) O fato é que, apesar de não parecer ( e não parece mesmo), um Lula quase octogenário concorrendo pelo terceiro mandato de presidente deste Brasil varonil é uma oportunidade que, com alguma sorte e um pouco de juízo, não desperdiçaremos. Parafraseando Jane Fonda, Lula candidato é um presente de Deus para a direita. Só não vê quem não quer...” ( Paulo Polzooff Jr. / Gazeta do Povo)

CANALHA: Adjetivo pesado que requer muito cuidado no seu emprego. Assistindo as entrevistas do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), impressiona o abuso no uso deste termo para atacar outros políticos. Baita incoerência de quem deveria passar a imagem de candidato equilibrado e preparado ao diálogo nacional. Com tanta acidez não agrega.

DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Correia (PSDB); porta voz da construção do Centro de Reabilitação da Segurança; integrará a comissão estadual da Lei de Licitação; quer adquirir unidade móvel do Hemosul. Zé Teixeira (DEM); Atendido pelo Governo seu pedido de revitalização da MS-156 entre Dourados e Itaporã. Lucas de Lima (Sol): atuante também nas redes sociais em defesa do meio ambiente, animais e prevenção da
Covid-19; em alta no circuito artístico. Cabo Almi (PT): Lembrou o Dia de Tiradentes, patrono da Polícia Militar exaltando o trabalho de seus valorosos integrantes. Pedro Kemp (PT): tem projeto pelo uso de embalagem transparente para alimentos in natura.

VALE TUDO! A ordem de Lula é priorizar a sua candidatura. Nos Estados o PT até abrirá mão de candidatura própria em prol de nomes fortes de outras siglas que apoiemo ex-presidente. Aqui no Estado poderemos ter uma situação surrealista e que provocarisos irônicos por antecipação. Mas lembro: Engolir sapos faz parte do jogo político.

A PROPÓSITO: Com a decisão do STF questiona se a absolvição de Lula garante o perdão do eleitor pelos atos denunciados no processo (com falhas técnicas) mas semapreciação do mérito. No imaginário popular valem sim as delações, as apreensões dedinheiro e a conclusão de que a corrupção existiu mesmo Lula ‘não sabendo de nada’.

ENFIM...Não se apaga a história verdadeira com uma simples canetada anulando processos e decidindo pela parcialidade do Juiz Moro. A imagem do STF para a opinião pública brasileira é péssima. É o inverso do que o brasileiro pensa do magistrado que empreendeu a maior operação contra a corrupção do dinheiro púbico. O STF quer transformar em vilão o nosso herói Moro desmontando a Lava Jato.

MEMÓRIA: A Lava Jato gerou 278 sentenças e recuperou R$4,3 bilhões (1/3 do total desviado) na maioria através de acordos penais e delações premiadas. Agora, centenas de condenados e réus já planejam ações para reverter a situação. Lembro: São 7 os ministros nomeados pelos dois governos do PT e que tem retribuído com gratidão impar votando também pelo desmonte da Lava Jato.

CARLOS MARUN: Em entrevista o ex-ministro defende uma posição mais ativa dos partidos do centro, inclusive do MDB. Alegou que ‘o Governo Temer é uma obra inacabada’, dando margem à várias interpretações. Nos bastidores fala-se que o Planalto teria solicitado a vaga de Marun no Conselho da Itaipu Binacional para acomodar novos acordos políticos com o ‘Centrão’.

CONVENIÊNCIA: É notória a posição impoluta de Marun quando se trata de defender o ex-presidente Temer e o deputado Eduardo Cunha, ambos do MDB. Mas até aqui ele tem evitado entrar na discussão do mérito da prisão e processos (Lama Asfáltica e cia) contra o ex-governador Puccinelli – seu outro padrinho. Não dá murro em ponta de faca, escolhe onde pisa.

AÇÕES & DEPUTADOS: Lidio Lopes (Patri): tem sido portador dos anseios de vereadores e prefeitos do cone sul e da costa leste também na luta anti Covid. Marçal Filho (PSDB): ativo nas sessões; mantem proximidade com a população carente. Mara Caseiro (PSDB); cobrou recapeamento entreTacuru/Sete Quedas; pediu doação de computadores e impressos para escola de Dois Irmãos do Buriti; Neno Razuk (PTB): Destacou a importância da vacinação anti-Covid nas aldeias; cobrou do Governo a aquisição de 200 aparelhos de ventilação contra o Covid; Antonio Vaz (REP): autor do projeto que cria o ‘Abril Azul’ para conscientização social do autismo e atuante presidente da Comissão de Saúde.

PERGUNTAS: Qual seria a posição do DEM local em 2022? Quais das suas figuras teriam maior cacife? O ex-ministro Luiz H. Mandetta teria musculatura para liderar o partido contra o Planalto no MS? Os deputados Zé Teixeira e José C. Barbosa, concordariam com Mandetta? A ministra Tereza Cristina ficaria onde e como neste quadro? E o que dizer do distante e silencioso vice governador Murilo Zauith?

1-OBSERVAÇÕES: Dependendo de seu estado de saúde após o Covid-19 - pode ser que Murilo Zauith nem assuma o Governo 6 meses antes do pleito, abrindo o caminho para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Paulo Correia. Tudo é possível, dependendo do quadro nacional, de pesquisas e de outros fatos até abril de 2022, prazo final para desincompatibilização.
 

2-OBSERVAÇÕES: Ninguém perguntou ao deputado Paulo Correia (PSDB) se ele já teria pensado na hipótese de assumir o Governo. Experiente e habilidoso na sua postura e declarações à imprensa ele certamente responderia que está concentrado na missão da presidência e viabilizar o apoio político ao Governo Estadual. Mas é claro – aceitaria!

3-OBSERVAÇÕES: Questiona-se também a real posição do clã Trad; desde a união de seus membros até as suas pretensões individuais. O prefeito Marquinhos Trad (PSD) continuaria no cargo; o deputado Fabio Trad (PSD) tentaria a reeleição - e por fim o senador Nelsinho (PSD), hoje com visibilidade pelo seu desempenho e que tem reiterado a disposição de disputar o Governo.

DEPUTADOS & AÇÕES: Capitão Contar (PSL): atuante nas sessões e nas redes sociais sobre o emprego do dinheiro do Governo Federal no combate ao Covid-19. Evander Vendramini (PP): sugere convenio do Estado & Exercito para uso de UTIs contra o Covid-19 Gerson Claro (PP); requer prioridade da vacinação (Covid) dos trabalhadores do SUAS; deu aval na CCJR ao PL de reestruturação do Governo. João
Henrique (PL); com base na Agência Nacional da Saúde seu projeto obriga imediata autorização pelos planos de saúde do exame RT-PCR para diagnostico do Covid-19. José C. Barbosa (DEM): denuncia a falta de médicos e leitos na UTI em Dourados; acompanha a tramitação do seu pedido de implantação da Perimetral Sul em Dourados.

DE TIRAR O CHAPÉU: As ações do Governo Estadual vem beneficiando direta e indiretamente todos os segmentos. Além das obras físicas, a administração investe na parte social. Esse programa que vai beneficiar 100 mil famílias é uma resposta positiva aos estragos do Covid-19. Em plena pandemia o Estado vai superando seus recordes.


‘DIVÓRCIO’: Já foi melhor a relação do ex-governador Puccinelli e a senadora Simone Tebet, ambos do MDB. Tudo começou quando ela desistiu de tentar o Governo em 2018, embora tivesse antes confirmado a candidatura ‘sensibilizada com a situação degradante’ do ex-governador que ela visitara na prisão. É de se lembrar que a eleição dela ao Senado teve a mão milagrosa de Puccinelli.

‘ENERGIA E ESPERANÇA’: Hoje em dia estamos ausentes/Do nosso convívio do dia a dia/Com nossos amigos, nossos parentes/As pessoas que nos davam alegria/Agora só vemos nas redes sociais/A verdade é que somos sobreviventes/Dessa agonia/Dessa pandemia/Mas há uma energia que nos leva em frente/A esperança de retornarmos um dia/Aos bons e velhos tempos normais. ( Carlos A. Behar – Zero Hora)

PILULAS DIGITAIS:

A fronteira se livra de Fahad Jamil mas cai nas mãos do PCC.

Se os homens fossem anjos, não precisariam de governos. (James Madison)

Após 2 meses, ainda sem noticias do estado de saúde do vice governador Murilo Zauth.

A política não é a arte do possível. Consiste em escolher entre o desastroso e o
intragável. ( John K. Galbraith)

Anular processos apaga a história da corrupção do PT no Planalto?

Queria te dar um presente, mas não sei como embrulhar um psiquiatra.

O capitalismo é tão cruel, que o cidadão tem medo de perder o emprego ou negócio e
não tem medo de morrer.

Se os cães falassem, todas as marcas de ração já teriam falido. (Carlos Castelo)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Os políticos fogem da iniciativa privada e do anonimato
Delcídio, sua esperança não é do verbo esperar
Os projetos locais e a sucessão presidencial
Turbulência no ar: CPI, STF, Covid e eleições
Senado: sai Simone, entra Tereza Cristina?

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados