Menu
Busca sábado, 27 de novembro de 2021
Dourados
35°max
19°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Amplavisão

Manoel Afonso

MDB: enfraquecido e encurralado no Estado

Amplavisão

12 novembro 2021 - 07h16

FRAGMENTADO: Em 2020 o MDB caiu de 1144 para 784 prefeituras, mas lidera esse ranking, seguido pelo PP com 685 cidades; PSDB com 520 municípios e PT com 183. Em 2018 caiu de 18 para 11 senadores. Na Câmara foi quem mais perdeu: dos 66 deputados em 2014 caiu para 34 em 2018. Também perdeu deputados estaduais; de 118 para 93 e elegeu só 3 governadores (Alagoas, D. Federal e Pará).

‘TITANIC’:  Olho no retrovisor e confiro os desastres de Ulysses Guimarães em 1989 e Orestes Quércia em 1994, quando o MDB obteve pouco mais de 4% dos votos. Vale citar o vexame em 2018 de Henrique Meirelles, em 7º lugar com 1,2% dos votos após o MDB ter ficado 24 anos sem candidato à presidente. A chegada de Michel Temer ao Governo se deu em circunstâncias atípicas. 

CORRUPÇÃO: Sempre digo que os efeitos da opinião pública são maiores do que as sentenças judiciais. O MDB saiu desgastado da ‘Lava Jato’. Vários figurões presos e em situações vexatórias. Os casos do ex-governador Sérgio Cabral (RJ) e do ex-presidente Michel Temer ilustram o quadro vergonhoso que provocou o troco do eleitor nas urnas de todo o país. 

SINAIS: As suspeitas de corrupção também desgastaram o MDB local. Envelhecido, encolheu e tem dificuldades de fazer alianças. Piorou com a anunciada ida do deputado Eduardo Rocha para o Governo, respingando na senadora Simone Tebet (MDB) sem espaço no cenário local. A saída dela seria tentar a Câmara Federal por outra agremiação partidária? 

LEMBRETE:  Eleito ao Senado em 1998 ao derrotar o advogado Carmelino Resende,   Juvêncio C. da Fonseca voltou a disputar uma eleição. Em 2006 concorreu a Assembleia Legislativa e de nada valeu a exposição nacional no Senado. Por ter ficado distante das bases eleitorais foi derrotado, obtendo pouco mais de 8 mil votos. Portanto, nem sempre os holofotes em Brasília garantem a vitória. 
 
ESQUISITO? É a política, a arte de reverter situações incoerentes, contrariando o bom senso e conceitos das relações humanas. Como disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB); o deputado Eduardo Rocha “sempre foi companheiro de primeira hora”. Aliás, jamais os deputados do MDB críticaram o Governo. Viciados no poder, os emedebistas ficaram alérgicos a oposição.     

DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Corrêa:(PSDB): Homenageado na FIEMS com o ‘Gran Colar’ da Ordem do Mérito Industrial pela atuação em prol do setor; apoia a construção da estrada Leilão Novo Horizonte ao Porto Rolon no Pantanal. José Teixeira (DEM): pede redução da alíquota de importação de sucos naturais comercializados no MS. Lucas de Lima (Sol): seu projeto pede atenção às pessoas com distúrbio por criar animais em excessos nos locais inadequados, sem cuidados veterinários, com risco de doenças inclusive à comunidade. É o transtorno de acumulação. Lídio Lopes (Patri): faz projeções positivas do Congresso da Unale no comércio local; é seu projeto permitindo a comunicação por videoconferência entre pacientes hospitalizados e seus parentes. José C. Barbosa (DEM): homenageou o pescador Amaro Figueira com o batismo de ponte no rio Dourados com seu nome em Porto Vilma; dissertou e elogiou as ações  do Governo Estadual em Dourados; apoia o aproveitamento dos candidatos remanescentes do concurso da Agepen.

O TABULEIRO: Os protagonistas atuais das eleições 2022 são: o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), o prefeito Marquinhos Trad (PSD), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o Secretário Eduardo Riedel (PSDB), o senador Nelsinho Trad (PSD), o ex-governador Zeca do PT e a deputada Rose Modesto (PSDB). 

MUDANÇAS: Como sempre, as decisões políticas de Brasília vão refletir no quadro estadual e com a janela partidária os protagonistas devem se acomodar segundo suas conveniências. Difícil prever as mudanças, mas a tendência é que a ministra Tereza Cristina, hoje no DEM, fique junto com Riedel e aliada ao Governo Estadual e ao Presidente Bolsonaro. 

DOURADOS:  Desde a criação do nosso Estado ela tem sido a menina dos olhos dos candidatos a Governador fornecendo companheiros de chapa. Como Murilo Zauith foi vice governador de Puccinelli de 2007 a 2010 e agora  repete o mandato, outros nomes douradenses deverão ser analisados e requisitados para a missão. Mas quem? Boa pergunta.    
 
PARLAMENTARES EM AÇÃO:: João H. Catan (PL): seu projeto proíbe a dupla punição (corte do fornecimento e protesto cartorial) ao consumidor de energia elétrica; sua proposta cria o Dia Estadual da Guarânia e da Polca Paraguaia a ser comemorada no dia 15 de maio e inclusa ao Calendário de Eventos. Evander Vendramini (PP): Diário Oficial materializou a lei de seu projeto proibindo a oferta e celebração por telefone contratos e empréstimos consignados aos aposentados e pensionatos. De grande alcance social.  Antônio Vaz (REP):  Sancionada sua lei ‘Março Roxo’ de conscientização da epilepsia: é lei seu projeto igualando as premiações em eventos esportivos e paraesportivos para evitar discriminação entre homens e mulheres.  Capitão Contar (PSL): Em tramite seu projeto incluindo no Calendário Oficial de Eventos a Festa de N. Senhora do Carmo no Distrito de Forte Coimbra; pede ajudantes de caixa nos supermercados para atender pessoas especiais.  Gerson Claro (PP): Registrou voto de louvor a José Vitor Leme Batista, de Ribas do Rio Pardo, pela conquista do bicampeonato mundial de montaria em touros nos ‘States’; a favor do decreto de calamidade pública de Sidrolândia devido ao vendaval. 

SINUCA DE BICO: Qual a solução para viabilizar a Unidade de Fertilizantes (UFN3)  em Três Lagoas? Sem comprador vira sucata. Se a Bolívia reduzir a produção de gás (por falta de investimento$ em novos poços) ela não funcionará. O que era viável ontem, hoje não é mais. Refém da economia boliviana? A Petrobras ficou sozinha com esse mico na mão. Prejuízos de bilhões de reais. 

SERGIO MORO: “...proponho, desde o início, a eliminação de 2 privilégios da classe dirigente. O fim do foro privilegiado que trata o político ou a autoridade como alguém superior ao cidadão comum, e o fim da reeleição para cargos no poder executivo. O foro privilegiado tem blindado políticos e autoridades de suas responsabilidades. Não precisamos dele...(-)” ( discurso na filiação ao Podemos).

REPERCUTE:  A Polícia virou caso de polícia? Pelo sim, pelo não espera-se a mão forte da Promotoria de Justiça para apurar a suspeita de conivência do órgão com o jogo do bicho. O caso deve ganhar novos capítulos após o afastamento do Delegado geral da Polícia Civil – Adriano Garcia Geraldo. Pode dar zebra nesta história malandra.

AÇÕES PARLAMENTARES: ): Neno Razuk (PTB); pede ao Ministério da Saúde a distribuição de coleiras caninas contra Leishmaniose no MS; seu projeto assegura presença de cuidadores nas escolas para alunos com deficiência; pede maquinário agrícola para Paranhos. Amarildo Cruz (PT): Elogiou decisão judicial das cotas étnico-raciais de negros e indígenas em concurso de professores; pediu republicação de edital pela SED; tem projeto assegurando cotas nos concursos estaduais, inclusive cargos temporários. Marçal Filho (PSDB): Hospital do Amor (Dourados) beneficiado com sua emenda liberada para adquirir 2 veículos e equipamentos; destaca a revitalização da Av. Cel. Ponciano em Dourados; presidiu evento no dia 10 homenageando radialistas com a Comenda Antônio Tonani. Mara Caseiro (PSDB): Sua proposta cria o ‘Dia do Síndico’ a ser comemorado em 30 de novembro; pede Posto de Saúde para a Aldeia Cerrito, em Eldorado; melhora na rede energética de Caracól. Pedro Kemp (PT): Defende projeto contra a disseminação de doenças falsas no Estado e elegendo 24 de março como data comemorativa do ‘Dia da Verdade’.

ASSUSTADOR:: Após estrear na tribuna da Câmara dos Comuns William Churchill pediu a opinião a um veterano da casa que avaliou: “Meu jovem, você cometeu um grande erro. Foi demasiado brilhante no primeiro discurso. Isso é imperdoável. Devia ter iniciado mais na sombra, gaguejado um pouco. Com a inteligência que demonstrou, deve ter conquistado, no mínimo, uns 30 inimigos. O talento assusta”.

‘BAM BAM BAM’: Ao vencer o gal. alemão Rommel (A Raposa do Deserto) na África, o gal. Montgomery acabou guindado ao status invejável de estrela. Num evento em sua homenagem ele discursou: “Não fumo, não bebo, não prevarico e sou herói”. Churchill ouviu, entendeu o recado do general e deu troco ao seu estilo: “Eu fumo, bebo, prevarico e sou chefe dele”.

NA LATA! Aparteado num discurso por uma deputada da oposição em alto e bom tom: “Sr. Ministro, se Vossa Excelência fosse o meu marido, eu colocava veneno em seu chá”. Calmo, Churchill tirou os óculos e disparou: “Nancy, se eu fosse o seu marido, eu tomaria esse chá com prazer”! Outra vez, chamado de bêbado pela deputada ele espancou: “eu pelo menos acordarei sóbrio. Você continuará feia”.

O DEMOCRATA: Como entender o povo? Final da 2ª. Guerra, faltava só a rendição do Japão. Churchill herói não livrou o seu Partido Conservador da derrota para o Partido Trabalhador. Questionado, respondeu: “Eles têm o direito perfeito de nos expulsar. Isso é democracia. É por isso que estamos lutando”. Ele aceitou o revés do jogo democrático. 

PRIVILEGIADO: Churchill viveu 90 anos, apreciador de charutos e conhaque, amigo de Chaplin. Lutou no Sudão, África do Sul, Índia, Cuba e nas duas Guerras Mundiais. Seu encontro com Hitler não ocorreu; o alemão alegou que não tinha se barbeado. Nunca foi rico, mas com o dinheiro de seu livro premiado com o ‘Nobel de Literatura’ deu para comprar cavalos de corrida.  

PÍLULAS DIGITAIS:

Deus é bom, mas inventa cada coisa. (Carlos Castelo)

Gasolina sobe novamente e será vendida na H. Stern. (Sensacionalista)

Na planície da política, o telhado é de vidro. Sempre

A única classe representada nos últimos 5 séculos no Brasil é a classe dos espertos. 

Dos 195 países da ONU, o Brasil tem área maior de reserva do que 185 deles juntos. (Dados da Embrapa) 

Alguns (chefes) são considerados grandes porque lhes mediram também o pedestal. (Séneca) 

O Centrão não vira a mesa, não quebra pratos. Negocia!

Quem engorda o preço original da gasolina até chegar ao consumidor?

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Discurso: vale menos o conteúdo e mais a comunicação
O fim das coligações assusta os candidatos
MDB: enfraquecido e encurralado no Estado
O relógio está contra Simone Tebet
Marquinhos: protagonista nas eleições em 2022

Mais Lidas

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Jovem é preso após manter relacionamento com menina de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Menina diz que mantinha relações sexuais com acusado de estupro desde os 10 anos
AÇÃO CONJUNTA
Dourados terá operação 'Lei Seca' para conter bebedeira no trânsito após final da Libertadores
DOURADOS
Acusado de estupro tem prisão preventiva decretada e é transferido para a PED