Menu
Busca sábado, 27 de novembro de 2021
Dourados
35°max
19°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Amplavisão

Manoel Afonso

Marquinhos: protagonista nas eleições em 2022

Amplavisão

29 outubro 2021 - 07h32

PALANQUE!  As conversas de bastidores vão se confirmando. Com o ingresso do senador Rodrigo França no PSD, o partido ganha musculatura em nível nacional para bancar a candidatura do presidente do Senado à presidência da República. Com isso o PSD anuncia candidatos em vários Estados, inclusive aqui com o atual prefeito Marquinhos Trad. 

MAIS UM!  Marquinhos é assim o mais novo protagonista do palanque sucessório, somando-se ao Secretário Eduardo Riedel (PSDB), ex-governador Puccinelli (MDB) e outros nomes que frequentam o círculo do poder. Entre eles um representante do PT, do ‘União Brasil’, e a deputada Rose Modesto - que ensaia a troca do PSDB pelo Podemos.

TRAJETÓRIA: Em 2004 Marquinhos se elegeu vereador da capital pelo MDB com 11.045 votos; em 2016 eleito deputado estadual com 35.777 votos; reeleito em 2010 com 56.827 votos e em 2014 com 47.015 votos. Nas duas últimas eleições foi o campeão de votos. Em 2016 foi eleito prefeito da capital pelo PSD e reeleito em 2020. 

CORAGEM:   Em 2015, indignado com o boicote dentro da bancada do MDB  que seguiu a orientação de Puccinelli – preterindo seu nome ( em favor de Maurício Picarelli) para a Comissão de Constituição Justiça e Redação, Marquinhos deixou o seu partido (por 18 anos). Sua atitude ascendeu o alerta no MDB que não contava com essa reação radical. 

NOVA FASE:  Fora do MDB Marquinhos abraçou o PSD, estruturou a sigla e viabilizou sua candidatura a prefeito de Campo Grande em 2016, derrotando Rose Modesto do PSDB. Em 2020 foi reeleito com 52,58% dos votos no 1º turno. Estava portanto consolidada sua liderança na capital, reduto decisivo em todas as eleições ao governo  estadual desde a criação do MS. 

SENÕES: Qual será a reação do eleitor de Campo Grande face a necessária renúncia do cargo de prefeito para concorrer ao Governo? Já existe pesquisa neste sentido? Hoje Marquinhos tem uma excelente aprovação da comunidade, mas até o dia 2 de abril de 2022 (prazo final da desincompatibilização) pode até haver alterações no cenário.     

DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Corrêa:(PSDB): enalteceu o Programa MS Alfabetiza das novas diretrizes; sua indicação beneficiará 5 mil pessoas com CNH grátis; quer votar neste ano o novo marco legal do gás natural; cobra telefonia para Piraputanga. José Teixeira (DEM): em debate lembrou o clima de paz no campo com fim das invasões rurais; autor do projeto declarando de Utilidade Pública a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Fatima do Sul. Lucas de Lima (Sol): aprovado seu projeto inovador ‘Educação em Direito Animal nas Escolas’; pela conscientização do meio ambiente tem projeto declarando ‘Julho sem Plástico’. Evander Vendramini (PP): pede vagas para perito odontolegista em concurso da Polícia Civil; atento a vacinação anti Covid na região pantaneira.  Marçal Filho (PSDB): sancionada sua lei que dispõe sobre o parto cesárea e o acesso ao uso de analgesia no parto normal; sua lei combatendo a violência contra a mulher nos condomínios tendo aceitação excelente junto a opinião pública. 

O CAMINHO:  Calma e juízo. Binômio que rege a postura das lideranças locais do PSB ( Ricardo Ayache e o vereador Carlos Borges (Carlão).  A recente visita deles ao presidente nacional da sigla Carlos Siqueira mostrou isso. Embora o PSB esteja na federação de partidos sonhada por Lula, Carlão é parceiro de primeira hora do prefeito Marquinhos. E agora?

PROCEDE: A nova Lei da Improbidade Administrativa enxergando com outros olhos os gestores públicos que erram sem dolo. No interior as prefeituras nem sempre contam com técnicos qualificados para conduzir procedimentos e processos como exigem as leis e regulamento complicados, as vezes incompatíveis com a realidade local.

EXEMPLO:  É comum os órgãos fiscalizadores detectarem falhas nas licitações de prefeituras. Às vezes a exigência burocrática, sem influência no mérito do caso não é observada -  e mesmo assim a licitação é anulada e o gestor penalizado. Aí o município fica sem o esperado benefício oriundo da licitação - e a comunidade acaba prejudicada. É justo isso?

DOLO:  No Cível e no Crime, é levado em conta a intenção do acusado de cometer o ato ilícito.  Mas até aqui na administração pública, a ausência da má fé (malícia) era ignorada como atenuante ou excludente. Visão radical condenando gestores despreparados, sem orientação técnica adequada. Agora, a nova lei introduz o equilíbrio no julgamento focando o dolo.      

PARLAMENTARES EM AÇÃO: Mara Caseiro (PSDB): presidiu sessão solene em homenagem aos  dentistas: pede placas na BR 427 para promover o turismo em Rio Verde; quer o repovoamento de peixes no rio Paraná através do Imasul. Lídio Lopes (Patri): concilia as visitas as capitais do norte do país divulgando a Conferencia da Unale em Campo Grande com as sessões virtuais.  João H. Catan (PL): CCJR deu parecer favorável ao seu projeto declarando de Utilidade Pública a Associação Pedacinho do Céu, em Campo Grande; seu projeto de proteção ao queijo verdadeiro rende-lhe elogios.  Capitão Contar (PSL); Lembra sua trajetória coerente com suas propostas de campanha: atento, combateu a corrupção nestes mil dias de mandato exemplar. Antônio Vaz (Rep): aprovado projeto de proteção e prevenção aos crimes de estelionato e afins e a proposta para tornar as premiações esportivas  oficiais igualitárias sem distinção de sexo.

‘IMAGENS’: Em 2002 Pedro Pedrossian tinha 74 anos e um dos ouros concorrentes ao Senado Delcídio do Amaral, apenas 47. A comparação das idades deles ajudou a derrotar Pedrossian. A propósito: em 2022 André Puccinelli (MDB) terá também 74 anos. A exemplo de Pedrossian (tingia os cabelos), se for candidato, André poderá ser alvo de comparações negativas com postulantes mais novos, sofrendo assim o estigma da idade.   

PESA! Também no processo eleitoral os resultados do uso do marqueting no espaço digital impressiona. Repete-se a máxima de que a mentira repetida vira verdade. A tecnologia caminha à frente da lei. Com os avanços notórios, o pleito de 2022 deverá ser incomparável. O celular - arma poderosa nesta guerra de fake news, pesquisas e charges. Sabe como é... 

OPINIÃO:  “...É preciso ir além do limite das urnas, analisar com frieza as condições de governabilidade que cada candidato terá, como vencedor do caro presidencial, para conduzir o país em “ordem e progresso”. Nisso precisa avaliar o passado de cada um, pois é a condicionante do presente, que se apresentará num mandato de quatro longos anos...” (Vittório Medioli – prefeito de Betim-MG)

AÇÕES PARLAMENTARES: Neno Razuk (PTB): quer isenção de ICMS nos veículos  exclusivos para deficientes; Governo atendeu seu pedido de abertura de concurso para perito forense. Amarildo Cruz(PT): pede criação de restaurante popular na capital para atender pessoas carentes: apoia criação do Curso de Veterinária na UEMS de Aquidauana; CCJR aprovou alteração que sugeriu para outorga da Medalha Zumbi dos Palmares. José C. Barbosa (DEM): abordou aspectos relativos a demora do envio do projeto do Judiciário para reduzir as taxas cartorárias; pede solução para a falta de agua nas reservas indígenas de Dourados em situação de penúria; apoia criação do Curso de Veterinária na UEMS de Aquidauana. Gerson Claro (PP): presidiu reunião da CCJR apreciando 9 propostas legislativas; lidera movimento pela instalação de unidade da UEMS em Sidrolândia. Pedro Kemp (PT): registrou a demora do envio pelo Judiciário do projeto para reduzir as taxas cartorárias; criticou a lentidão burocrática no atendimento do INSS; pede ao Governo a revisão dos valores das taxas de inscrição dos concursos públicos face ao empobrecimento da população.    

REGISTRO:  Cerca de 32 entidades cadastradas com esse fim já foram beneficiadas recebendo a quantia equivalente a 50% do salário a que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) tem direito. Sem dúvida, belo gesto e que deveria servir de incentivo para que outras figuras públicas doassem parte do que recebem do poder público. “Acorda Manoel”!  

PACIÊNCIA: A novela da ferrovia (antiga Noroeste) vai longe. Pela correspondência do Ministério dos Transportes ao deputado Evander Vendramini (PP), ela integra o  processo de relicitação sem data para ocorrer. Há 25 empresas interessadas em construir novas ferrovias, mas esse processo é intricado, aliás como tudo no país onde o poder público é parte.  

MANDETTA:  O ex-ministro da Saúde dedicando-se de corpo e alma as articulações de bastidores com as bênçãos de ACM Neto, manda chuva do DEM. Aliás, Mandetta já  visitou o vice governador Murilo Zauth (DEM) para troca de impressões sobre o cenário  após a criação do ‘União Brasil’. Ele não esconde, quer disputar o Senado pela futura sigla.  Mas sem dinheiro não sairá do chão. 

NEBULOSO: Mais dúvidas, menos certezas. Uma campanha ao Senado custará R$40 milhões. Montar chapa competitiva para a Assembleia não é fácil. Atrair empresários para bancar a campanha impossível. A ministra Tereza Cristina sabe destes obstáculos. Mas como apoiar Bolsonaro aliando-se ao PSDB? E quem seria o senador do candidato Marquinhos Trad? Uma equação complicada. 

PILULAS DIGITAIS: 

Após 20 meses, voltamos ao ‘Balanço Geral’ da TV MS Record no quadro ‘De Leve’.

O desespero eu aguento. O que me apavora é essa esperança. (Millôr Fernandes)

Egoísta é um sujeito mais interessado em si próprio do que em mim (Ambrose Bierce)

Qualquer telefonema é uma janela aberta para o infinito. (Nelson Rodrigues)

Minas não tem mar. Mas Minas tem céu. E o céu é o mar de Minas. (Rubem Alves)

MS: 1.650 mil veículos. Em Campo Grande um carro para cada 1.8 da população.

Poucas coisas valem a pena na vida. A maioria é pura perfumaria. 

Por que o crime de opinião só vale para um lado? (General Augusto Heleno)

Cometi um erro. Não um crime. ( Zé Dirceu)

O verdadeiro herói é herói por engano. Ele sonha em ser um covarde honesto como todo mundo. ( Umberto Eco)

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Discurso: vale menos o conteúdo e mais a comunicação
O fim das coligações assusta os candidatos
MDB: enfraquecido e encurralado no Estado
O relógio está contra Simone Tebet
Marquinhos: protagonista nas eleições em 2022

Mais Lidas

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Jovem é preso após manter relacionamento com menina de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Menina diz que mantinha relações sexuais com acusado de estupro desde os 10 anos
AÇÃO CONJUNTA
Dourados terá operação 'Lei Seca' para conter bebedeira no trânsito após final da Libertadores
DOURADOS
Acusado de estupro tem prisão preventiva decretada e é transferido para a PED