sexta, 12 de agosto de 2022
Dourados
25°max
13°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
COLUNA

Amplavisão

Manoel Afonso

André reagirá às provocações de Marquinhos?

01 julho 2022 - 07h22

‘GRANDE BERNAL’: Voz macia, desastre como prefeito da capital! Pode responder por ação do Ministério Público Estadual ao gastar R$2,7 milhões através da Ong Morhar Organização Social para construir 300 casas, das quais só entregaram 42 em estado precário, de material ruim e edificadas num brejo do bairro Vespasiano Martins - de onde as famílias tiveram que sair apenas 5 anos depois.

‘PÉROLAS’:  No Congresso o fundo do poço tem alçapão. O país num baita aperto e o Senado comemorando o ‘75º ‘nat’ do Dia Mundial dos Discos Voadores’. Ridícula a expressão do senador Eduardo Girão (Podemos-Ceará) ao definir a tal sessão como “histórica”.  Se vivo fosse, Carlos Lacerda diria que o senador Girão “é um centauro mitológico do Nordeste, metade cavalo e outra metade...cavalo também”!

OS RABOS: Os cientistas garantem que o ancestral do homem perdeu o rabo há 25 milhões de anos. Mas é só começar as campanhas eleitorais (em todo o mundo) que os rabos dos ilustres candidatos aparecem ou são notados. Rabos de toda espécie. Às vezes atrapalham, outras vezes não! Vai depender do conceito ou preconceito da comunidade.    

ALELUIA!  Quando vamos desmamar o Consórcio Guaicurus ‘responsável’ pelo transporte urbano da capital? Ah! Se não fosse a mão amiga do Governador Reinaldo  não sei o que seria. Impressionam os argumentos empresariais de que seguidamente vem sofrendo prejuízos apesar de oferecerem serviços de péssima qualidade. Abuso sem fim. 

A VISITA: Bolsonaro seguiu a risca o script na vinda à capital. Foi habilidoso no trato com as lideranças evitando melindres e constrangimento.  Naturalmente que ele sabe quem é quem aqui - onde sua referência maior é a sua ex-ministra Tereza Cristina, companheira do pré-candidato Eduardo Riedel que acabou ‘ficando bem na foto’. 

CUIDADOS: Não se iludam. Até os fatos tidos como imprevistos nessas visitas são cuidadosamente planejados pela equipe presidencial: das fotos com lideranças ao caldo de cana no percurso. Com a cabeça no lugar, sem paixão, é preciso calcular os reais efeitos positivos na opinião pública e depois nas urnas desse tipo de programação festiva. 

ANDRÉ & INSÔNIA:  O fantasma da Lama Asfáltica de volta! A nova Juíza da 3ª. Vara Federal de Campo Grande, Júlia C. Silva, acatou a denúncia contra João Amorim, a sócia e as 3 filhas por suspeita de lavagem de R$33,5 milhões na compra de fazendas em Jaraguari e Porto Murtinho. O temor do ex-governador Puccinelli (MDB) e de outros implicados, é que a Juíza, por analogia, acolha também  eventuais  denúncias contra eles.

EXPLICANDO: Em dezembro de 2021 o TRF afastou (por parcialidade), o Juiz Federal Bruno C. da Cunha Teixeira das ações penais e inquéritos da Lama Asfáltica. Com isso voltaram a estaca zero as investigações. Mas essa decisão não invalidou o teor das provas que embasaram a denúncia do Ministério Público Federal. Daí que esse suspiro de alívio do ex-governador, de seu filho André Junior e outros possa ser temporário. 

DESGASTE:  Previsível que o episódio ‘Lama Asfáltica’ viesse a tona nestas eleições. Repercutindo junto a opinião pública a estocada seguinte do pré-candidato Marquinhos Trad: “Nunca fui preso. Nunca a Polícia Federal esteve na minha casa ou no meu apartamento. Nunca usei tornozeleira, sou um homem que anda de cabeça erguida e de mãos limpas”.  

SAIA JUSTA: Como no jogo de xadrez, Puccinelli (MDB) sabe que terá que usar cautela  na eventual abordagem da provocação de Marquinhos Trad (PSD). Se calar terá adotado a defensiva por temor(?). Se agir ao contrário há o risco de ser mal interpretado. Sempre na ofensiva em sua vida pública, agora André terá que lidar com essa nova situação. Novos capítulos virão. 

PARECIDAS: A campanha deste ano vai diferenciar das anteriores só pelo número de postulantes. Se você buscar os argumentos de candidatos desde a criação do Estado, concluirá de que há mais semelhanças do que diferenças. Os personagens tanto de ontem como de hoje são políticos movidos naturalmente pela ambição de poder. Simples assim.

A PROPÓSITO: “Os homens do poder tem até o direito de nos fazer de bobos, tentando nos convencer da importância, seriedade e genialidade de suas ideias e ações. Temos o sagrado direito de, pelo menos, dificultá-los”. Texto de Gilberto Dimenstein, jornalista falecido em 2020, e que por 28 anos (1985-2013) brilhou na Folha de São Paulo. 

A RECEITA: Antônio C. Magalhães, ex-senador e notável ex-cacique político, autor de frase polêmica sobre a relação de jornalistas com os políticos: “Há dois tipos de jornalistas: os que gostam de dinheiro e os que gostam de informação. Nunca se deve dar dinheiro aos que querem informação. E nem informação aos que querem dinheiro”. 

CONSELHOS de Ulysses Guimarães. Sobre a relação entre os políticos: “Nem tão próximo que não possa brigar e nem tão longe que não se possa reatar”. Aos políticos mais jovens pregava: “Não leve suas brigas para casa. Depois sua mulher não vai entender quando você tiver de fazer uma cerimônia elogiando seu inimigo”. 

POLARIZAÇÃO:  Por causa dela há quem vê o 2º turno como mera de prorrogação e o 1º turno como simples formalidade. Bolsonaro e Lula polarizam apesar das suas bobagens. O primeiro convive com escândalos/desastres e inverte prioridades. Lula  defende a regulação da mídia, chamou a classe média de escravista, encheu a bola de ditaduras e até defendeu o aborto. Já Ciro Gomes (PDT) está engessado e Simone Tebet (MDB) não sai do chão com o salto Luiz XV. 

AO MEIO: O Conservador e o Trabalhista na Inglaterra), o Republicano e o Democrata  nos U.S.A. Aqui a divisão direita e esquerda se consolidou. Ciro Gomes tem visão radical sobre o quadro: “não haveria o bolsonarismo boçal, genocida e corrupto se não fosse a contradição profunda sob o ponto de vista moral e sob o ponto de vista econômico do lulopetismo”. 

SONHOS: No papo com vereadores de Mundo Novo na Assembleia Legislativa, senti esperança com a Nova Ferroeste. Com seus 46 anos e 20 mil habitantes, a cidade já sonha com a implantação de estratégico porto intermodal de cargas da ferrovia Maracaju/ Porto de Paranaguá. Claro, há um longo caminho a percorrer, mas conquistas começam com sonhos. 

JAIME VERRUCK: Pelo empenho e capacidade é o camisa 10 da equipe do Governo Estadual. Também na questão das ferrovias seu dedo presente. Assinou o edital de consulta da Nova Ferroeste (Maracajú-Porto Paranaguá) e até julho teremos o estudo  final da viabilidade técnica e econômica da relicitação da Nova Malha Oeste ( ex-N.O.B) para revitalização dos dormentes, troca de trilhos, alteração de bitola e diminuição de curvas.

CONVENHAMOS: É notável o avanço de MS. em todas as áreas.  Com seu fôlego e  tino gerencial Reinaldo Azambuja cala os pessimistas com ações e obras estruturais que estão mudando a cara do Estado. Quem viaja por esse ‘Interior de Meu Deus’ volta entusiasmado com as transformações que beneficiam toda população. É o Estado preparado para futuros desafios.

ATRASO: Mais uma vez Lula defende a tal regulamentação da mídia e deixa de saia justa a chamada ‘grande mídia’ que o apoia. Como separar a medida da censura? Vamos repetir o passado? Ele já tentou explicar, engasga, não convence. O mais curioso é que jornalistas da maioria das redes de TV evitam opinar sobre o assunto. “Liberdade...abra as asas sobre nós...” diz aquele hino. 

PILULAS DIGITAIS: 

Uma mão na Caixa e a outra na poupança. (na internet)

Só havia uma ordem implícita na Caixa: mantenha a bunda na parede. (na internet)

“A história é feita pelo povo e escrita pelo poder”. (Glauber Rocha)

 “Você não precisa provar nada a ninguém. Seus atos e comportamentos dirão quem você é.” (Barack Obama)

 “Tudo que não invento é falso. ” (Manoel de Barros)

 66% dos brasileiros dormem mal. Os outros ficam acordados - e apavorados. (na internet)

Tá com medo de golpe? Relaxa! No Brasil não existe mais nem golpe de vista de goleiro. (na internet)

“O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. ”
(Guimarães Rosa)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ambiente favorece reeleição dos deputados estaduais

Candidaturas geram expectativa pelos projetos

Convenções: começa a batalha pelo poder

Eleições: Dourados ainda é coadjuvante

O desafio de transferir votos no 2º turno

Mais Lidas

TRAUMATISMO CRANIANO

Madrasta de menina de 7 anos que morreu ao dar entrada na UPA é presa em Dourados

ÁGUIA

Mega-operação mira tráfico de drogas e cumpre 10 mandados em Dourados

BR-376

Morto após capotar veículo carregado com maconha tinha 24 anos

LATROCÍNIO 

Adolescente de 16 e menina de 11 anos matam e jogam corpo de idoso em rio