Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
SAÚDE E ESTÉTICA

Pernilongos: como acabar com eles e dicas de repelentes naturais

11 dezembro 2015 - 12h54

Atraídos pelo calor, pelo suor e pela umidade, os pernilongos chegam junto com o verão. O especialista João Justi Junior, pesquisador do Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, conversou com Casa e Jardim e deu dicas sobre como para evitá-los.

Ventilador ou ar condicionado?

Apesar de ajudar no calor, o ventilador só é útil contra os pernilongos se estiver em potência muita alta, capaz de alterar a sua dinâmica de voo dos insetos. “O mosquito ataca muito por baixo, nos pés, e raramente nas partes mais altas do corpo”, aponta João. Logo, para evitar as picadas o ideal é proteger os pés e as canelas, mantendo o vento forte direcionado para o corpo. Quanto ao ar condicionado, o doutor indica que só temperaturas muito baixas evitam o inseto. “Até 22°C não há incômodo algum para o mosquito comum. Ele passa a sofrer a partir de 17°C para baixo”, completa.

Claro ou escuro?

A preferência de luz depende da espécie. O pernilongo mais comum, chamado Culex, é o que ataca depois de escurecer, atraído pela emissão de CO2 que soltamos ao respirar e também pelo suor. O Aedes aegypti, que transmite a dengue, prefere o amanhecer. Com a pluralidade de espécies e padrões, João recomenda a tela nas janelas como o método mais eficaz e barato para impedir a entrada dos mosquitos.

Dicas de repelentes naturais

Velas de citronela, óleo de eucalipto, cravo da índia e outros ingredientes naturais são efetivos, mas só se usados de forma correta. “Não adianta fazer uma fórmula milagrosa, espirrar na casa uma vez e esperar que os pernilongos sumam”, aponta o João. Com as velas, o odor tem de ficar impregnado nas paredes e móveis: quanto mais você acender, mais eficaz será o efeito. Os repelentes naturais e industriais devem ser aplicados de 5 em 5 horas e usados de acordo com as especificações do rótulo.

Prevenir para não remediar

“Pernilongos comuns se desenvolvem em locais com água, na temperatura de 23 a 27°C. O melhor remédio é a prevenção”, afirma o especialista. Dessa forma, evite todo tipo de acúmulo de água, seja no jardim, na cozinha ou na piscina sem uso. Além das atenções básicas em casa, comunique a Prefeitura se vir algum terreno baldio, bueiro entupido e até árvores ocas. Antes de tudo, os pernilongos são uma questão de controle ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
Escola Infantil Creche André Luiz inicia aulas no dia 1º de fevereiro
EDUCAÇÃO
Escola Infantil Creche André Luiz inicia aulas no dia 1º de fevereiro
Câmara autoriza retomada das sessões e atividades presenciais
DOURADOS 
Câmara autoriza retomada das sessões e atividades presenciais
BRASIL
Governo diz estar tudo pronto para a realização do Enem 2020 neste domingo
José Carlos Manhabusco diz o que mudou na área trabalhista, principalmente para os advogados
TV DOURADOS NEWS
José Carlos Manhabusco diz o que mudou na área trabalhista, principalmente para os advogados
CORONAVÍRUS
SES discute com Ministério da Justiça Operação de Distribuição de Vacina
EDUCAÇÃO
Estudantes podem conferir locais de prova do Enem Digital
POLÍCIA
'Disciplina do PCC' é preso por tráfico de drogas em Rio Brilhante
FLAMENGO
Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu
AMAMBAI
Ambiental captura tamanduá-bandeira em cima de muro de clube 

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas