Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE&ESTÉTICA

Ortorexia: já ouviu falar?

22 setembro 2017 - 12h22

Em outubro de 1997, o médico americano Steven Bratman descreveu, de maneira inédita, uma prática comum entre seus pacientes: eles acreditavam que determinados alimentos seriam capazes de causar, prevenir ou tratar doenças e, por isso, seguiam uma dieta extremamente rígida. Tal comportamento foi batizado pela primeira vez na história de ortorexia, junção das palavras gregas "orexsis" (apetite) e "orthós" (correto).

"Diferentemente da anorexia e da bulimia, o quadro é marcado pela obsessão pela pureza do que se come. Ou seja, não tem relação com o peso ou as calorias", explica a psicóloga Simone Freitas, coordenadora da Clínica de Estudos e Tratamento em Transtornos Alimentares e Obesidade da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

Embora a ortorexia tenha sido nomeada há duas décadas, ainda é considerada nova e pouco explorada pela ciência – daí porque ainda não consta na lista oficial de transtornos alimentares. Mas isso não a torna menos alarmante. Tanto é que, em junho, ela foi tema de palestra no Ganepão, congresso realizado em São Paulo e um dos maiores encontros de nutrição da América Latina.

Mas por que se preocupar com quem se esforça para comer tão perfeitamente? "A dieta tende a ficar cada vez mais restritiva, a ponto de se excluírem grupos alimentares importantes", responde a nutricionista Marle Alvarenga, do Instituto Nutrição Comportamental, na capital paulista.

4 sinais de que a dieta virou neurose

Online

Só segue, curte e compartilha perfis e conteúdos relacionados a dicas de alimentação e nutrição.

Solidão

Dedica mais de três horas diárias à questão alimentar e se distancia nos momentos das refeições.

Entre amigos

Tenta de forma insistente instruir os demais acerca dos benefícios de seus hábitos à mesa. E, por causa deles, tem um ar de superioridade.

No mercado

Não poupa tempo ao checar rótulos e só compra produtos orgânicos, ecológicos, funcionais e com certificado de salubridade.

Fora de casa

Prefere passar fome a comer o que julga impuro. Lapsos são acompanhados de sentimento de culpa e mais rigidez posteriormente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários
CASSILÂNDIA
Homem é autuado em R$ 10 mil por degradação ambiental
MATO GROSSO DO SUL
ALEMS ratifica isenção de ICMS na parcela da subvenção da tarifa de energia elétrica
PANDEMIA
Receita Federal doa mais de 9 mil produtos apreendidos para enfrentamento da Covid-19
TECNOLOGIA
Sul-mato-grossenses podem baixar aplicativo MS Digital para ter acesso a mais de 50 serviços públicos
PANDEMIA
Visitas a presídios federais estão suspensas por mais 30 dias
TECNOLOGIA
Consumo de vídeo e áudio online cresce no Brasil, aponta pesquisa
DOURADOS
Projeto MP-Social entrega 2.400 máscaras laváveis a entidades do município
MUNDO
Pessoas são mais importantes do que economia, diz Papa Francisco sobre pandemia
CAMPO GRANDE
Incêndio em apartamento com seis crianças começou com brincadeira de isqueiro

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos