Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
BELEZA E ESTÉTICA

Descolorir o cabelo: entenda os cuidados e riscos desse procedimento

08 maio 2020 - 06h00

O que é descoloração dos cabelos

Descoloração é todo o processo que tira os pigmentos dos fios de cabelo. Em geral são associados dois tipos de produtos nessa técnica: o pó descolorante (normalmente composto de peróxido de hidrogênio, a famosa água oxigenada) e um oxidante.

O último faz com que as cutículas do cabelo se abram, e assim o descolorante pode retirar a pigmentação do fio. Existem alguns produtos descolorantes derivados da amônia também, que agridem menos os cabelos.

Normalmente os descolorantes vêm com uma volumagem, que consiste na quantidade de água em que o pó é diluído. Quanto maior a volumagem, maior o clareamento e a abertura das escamas.

Qualquer tom de cabelo pode ser descolorido, mas quanto mais escuro o fio, mais tempo o produto deve ficar nos cabelos e maior a agressão feita ao cabelo.

Como descolorir os cabelos

Em primeiro lugar, é preciso que o profissional leve em conta a saúde do fio. Fios muito danificados precisam de tratamentos mais leves, ou com produtos sem amônia ou oxidantes mais baixos, que não agridam tanto a estrutura do fio. Com isso avaliado, é preciso entender os objetivos da cliente.

A descoloração pode ser feita no cabelo todo ou apenas algumas mechas, para fazer luzes. No caso das mechas, pode ser usada uma touca com furos ou papel alumínio, que corta a entrada de oxigênio, permitindo uma volumagem maior na descoloração.

De qualquer forma, o profissional mistura o descolorante com o oxidante e aplica nos fios que se deseja descolorir. Deixa o produto fazer efeito pelo tempo necessário e depois retira o produto durante a lavagem. Depois disso, ele pode seguir com o penteado desejado.

Qualquer tonalidade de cabelo pode ser descolorida dependendo do objetivo. Mas quanto mais escuro o fio, mais camadas de pigmento deverão ser retiradas.

Cabelos tingidos de pretos não deveriam ser descoloridos para chegar ao loiro, por exemplo, pois sempre vai revelar seu fundo de clareamento avermelhado. Com os ruivos de tinta, os tons se revelam laranja.

Os castanhos e loiros escuros não exigem tanto cuidado já que são mais fácies de chegar ao objetivo. Em todos os casos, o loiro platinado é o grau de descoloração que mais agride os fios. A hidratação é fundamental para minimizar os danos sofridos pela descoloração.

Pode descolorir os cabelos em casa?

Algumas pessoas até compram água oxigenada para fazer a descoloração em casa, mas isso não é recomendado pelos especialistas, por ser um procedimento que pode agredir e danificar os fios se não for feito corretamente, além de haver o risco de não se conseguir os resultados esperados.

O ideal é que o processo seja feito por profissionais especializados em colorimetria, ou seja, especialistas na coloração dos cabelos.

Cuidados antes da descoloração

É muito importante que os cabelos estejam em condições de receber a química sem danos. Por isso mesmo, antes de descolorir é necessário fazer uma análise do fio, saber se químicas foram utilizadas anteriormente e quais foram elas, testar a elasticidade e a resistência dos fios e verificar sua porosidade.

Pode ser aconselhável fazer um tratamento alguns dias antes do procedimento, dependendo da necessidade e fragilidade dos fios é mais indicado hidratação ou cauterização.

Cuidados após a descoloração

Os cabelos ficam mais frágeis após a descoloração, por isso é importante fazer hidratação e cauterização conforme a indicação do seu cabeleireiro, além de usar produtos específicos para fios descoloridos.

Para manter a cor, é importante evitar excesso de exposição ao sol, sal e cloro e também utilizar shampoos matizadores, para evitar que o cabelo fique esverdeado ou amarelado.

É sempre importante dar um tempo após a descoloração do cabelo para fazer um próximo tratamento. Quando os fios continuam saudáveis, esse intervalo pode variar entre uma semana e quinze dias. Mas se os cabelos estiverem danificados, o ideal é esperar mais.

Quem não pode descolorir

Pessoas com doenças agudas ou ferimentos no couro cabeludo não devem fazer química nos cabelos. Quem estiver com cabelos sensibilizados, fracos, finos ou saturados de química são contraindicadas de fazer qualquer tipo de clareamento dos fios.

Além disso, cabelos com alisamentos químicos são mais sensíveis e podem ser muito danificados com este processo. Por isso é importante avaliar os fios.

Grávida pode descolorir o cabelo?

Mulheres grávidas também têm restrições quanto à descoloração dos fios. É recomendado que procurem orientação médica nesses casos. O mais indicado é que esse tipo de procedimento não seja feito nos primeiros três meses da gravidez.

Fontes

Revisado pelo médico dermatologista Adriano Almeida (CRM-SP: 119.415), diretor da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC)

Cabeleireira Adriana Patatt, hairstylist do Visage Coiffeur, no Rio de Janeiro

Cabeleireiro Wagner Lisboa, hairstylist do Club Capelli, no Rio de Janeiro

Deixe seu Comentário

Leia Também

DELITO
Celso de Mello envia à PGR comunicação de crime contra Eduardo Bolsonaro
ATÉ ÀS 12 HORAS
Caixa abre três agências neste sábado em Dourados para saque de auxílio
MUNDO NOVO
Homem é preso com 317 quilos de maconha que iriam para Santa Catarina
TEMPO
Sábado de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
ALCINÓPOLIS
Pai recebe vídeo de bebê sendo forçado a beber pimenta e denuncia
INFLUENZA
Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
SAÚDE
Cartilha na língua terena informa sobre cuidados com a Covid-19
PAGAMENTO
Salário dos servidores estaduais estará dispinívels no dia 05 de junho
TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown