quarta, 06 de julho de 2022
Dourados
31°max
14°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SECA HISTÓRICA

Em situação de emergência por estiagem, Dourados pode ter quebra de 50% na safra de soja

11 fevereiro 2022 - 13h22Por Jhonatan Xavier

Produtores de Dourados e boa parte da região sul do Estado tem sofrido com os efeitos negativos do fenômeno climático La Ninã. As chuvas escassas e mal distribuídas afetaram a safra da soja e, nesta quinta-feira (10), a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu a situação de emergência em Dourados e outros 31 municípios de Mato Grosso do Sul.

Informações divulgadas pelo Sindicato Rural de Dourados, apontam previsão de quebra de 50% na safra da soja, o que representa um prejuízo de até R$ 1.1 bilhão na economia da cidade.

Ainda conforme as informações, as outras cidades mais afetadas são Mundo Novo, Jateí, Japorã, Novo Horizonte do Sul, Taquarussu, Nova Andradina, Batayporã, Itaquirai, Eldorado, Ivinhema, Tacuru, Paranhos e Sete Quedas, onde as perdas podem ultrapassar 4.7 milhões de toneladas, totalizando prejuízo de até R$ 13.4 bilhões.

A portaria publicada no Diário Oficial do Estado, considera em situação de emergência, devido à estiagem, os municípios de Dourados, Amambai, Angélica, Antônio João, Aral Moreira, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Caracol, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Eldorado, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, JLagaporã, una Carapã, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nioaque, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Porto Murtinho, Sete Quedas e Taquarussu.

Em janeiro deste ano o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já havia decretado situação de emergência em todo o Estado em função da seca histórica e o impacto no agronegócio do Estado, especialmente na produção de grãos.

Com os decretos, o produtor acione o Proagro (Programa de Garantia da Atividade Agropecuária) para prorrogar as parcelas dos financiamentos, além de maior facilidade em recorrer à recursos como crédito rural e financiamento agrícola, para ajudar a reparar os prejuízos.

O MAPA (Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) informou que o Governo Federal estuda o apoio de crédito adicional aos produtores dos municípios afetados.

Dados da Embrapa apontam que no ano passado em Dourados choveu apenas 1109 mm, quase 300 mm a menos que a média. De outubro a dezembro o nível de chuvas ficou abaixo da média histórica. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL

Hulk decide e Atlético-MG está nas quartas da Libertadores

ECONOMIA

Petrobras aumenta querosene de aviação em 3,9%

Homem descarrega pistola em academia e fere três pessoas
TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Homem descarrega pistola em academia e fere três pessoas

FUTEBOL

Seleção feminina desembarca na Colômbia para disputar Copa América

Nova presidente da Caixa anuncia primeiras medidas à frente do banco
ECONOMIA

Nova presidente da Caixa anuncia primeiras medidas à frente do banco

POLÍTICA

Mesa Diretora autoriza pagamento de metade do 13º a servidores

MATO GROSSO DO SUL

Leilão on-line da Sefaz/MS tem quase mil lotes de produtos

JUSTIÇA

COVEP/GMF/MS recebe visita de coordenador do CNJ

PESQUISA

Risco de acidente é maior em rodovia pública, diz estudo

SAÚDE

Covid-19: Brasil registra 74,5 mil casos e 396 mortes em 24 horas

Mais Lidas

DOURADOS

Cinco professores estavam em veículo que se envolveu em acidente no Itahum

DOURADOS

Prefeitura abre concurso com quase 60 vagas com salários que chegam a R$ 8,3 mil

DOURADOS

Cantor é outro envolvido em acidente que deixou feridos entre Dourados e Itahum

CRIME PASSIONAL

Autor de homicídio no Flórida se passou pela própria esposa para atrair vítima e cometer o crime