Menu
Busca domingo, 24 de março de 2019
(67) 9860-3221

Colômbia declara estado de emergência

12 agosto 2002 - 08h37


O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe Vélez, declarou hoje estado de emergência como medida urgente para preservar a segurança do país e frear a escalada terrorista da guerrilha das Farc.
A decisão foi anunciada depois de um prolongado conselho de ministros realizado na sede do Governo, no qual além disso se declarou o estado de emergência econômica, para arrecadar dinheiro para a luta das Forças Militares e demais órgãos de segurança contra os grupos ilegais.
O estado de emergência entrou em vigor a partir das zero hora de hoje e deve vigorar durante 90 dias, prorrogáveis por um período igual se o presidente achar conveniente, segundo a Constituição.
O ministro do Interior e Justiça, Luis Fernando Londoño Hoyos, que fez o anúncio, o justificou dizendo que "nestes momentos excepcionais, as medidas são fáceis de compreender e foram amplamente previstas e dispostas no decreto de estado de emergência".



Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Comissão debaterá Reforma da Previdência terça-feira no Senado
CONTRABANDO
Carro lotado de 'muamba' é apreendido na MS-276
NOVA JORNADA
Confira os detalhes do Decreto que retoma a jornada de 8h e o projeto que cria o PDV no Estado
VIOLÊNCIA
Vereador é morto a tiros no Rio de Janeiro
DOURADOS
"Santista" e Maiara Brum vencem a Corrida Ginaslouquinhos
BRASIL
Bolsonaro diz que fim de visto para turistas beneficiará economia
ANASTÁCIO
Homem ameaça mulher com faca em discussão sobre troca de canal
CARIOCA
Flamengo e Fluminense fazem clássico pela Taça Rio
FLAGRANTE
Droga que seria levada à Bahia é apreendida
POR VAGA NA SEMIFINAL
Sete e Costa Rica: histórico equilibrado de confrontos

Mais Lidas

IVINHEMA
Médico veterinário morre em acidente de moto na MS-276
TRÂNSITO
Homem morre após ser atropelado por motorista que fugiu do local do acidente
TRÊS LAGOAS
Mulher que entrou em briga de casal e matou homem diz que foi acidente
RIO BRILHANTE
Homem é assassinado após matar e comer galo do vizinho