Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Anatel fiscaliza serviços de operadores de telefonia móvel

24 março 2005 - 13h21

Tempo de espera acima de dez minutos para o atendimento, lojas que não aceitam reclamações ou "venda casada" de produtos. Esses foram os principais problemas encontrados pelas 38 equipes de fiscais da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em seis estados e no Distrito Federal desde segunda-feira quando teve início uma operação nacional de fiscalização de telefonia móvel. Desta vez, o foco da vistoria foram as centrais de atendimento gratuito e as lojas e setores de atendimento pessoal das 51 prestadoras que integram oito grupos econômicos: Brasil Telecom GSM, Claro, Tim, Vivo, Oi, Telemig Celular / Amazônia Celular, CTBC Telecom Celular e Sercomtel Celular. Nos dois primeiros dias, os fiscais visitaram 58 lojas de atendimento ao público. Nas operadoras Claro, Vivo, Tim Celular e Brasil Telecom GSM no DF, os principais problemas encontrados foram prazo superior a 10 minutos para atendimento ao público, e só para comercialização de produtos e serviços. As regras do setor dizem que o atendimento tem que aceitar qualquer demanda do usuário, mas os atendentes diziam que reclamações como erro em conta, reparos e defeitos, e desligamento, bloqueio ou cancelamento dos serviços, só poderiam ser feitos por meio das centrais de atendimento telefônico gratuito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Pai que matou filho afogado também responderá por tentativa de homicídio
NOVO PADRÃO
Termina prazo extra para placa do Mercosul entrar em vigor no Brasil
PARAGUAI
Justiça solta 4 agentes penitenciários presos após fuga de 76 detentos
BRASIL
PF encontra mensagens com ameaças a ministros do Supremo
CAPITAL
Polícia identifica marca em touro descontrolado e tenta rastrear dono
UFGD
Seminário de Literatura e Arte Contemporânea acontece em abril
PARANAÍBA
Carreta é encontrada em chamas e polícia investiga ação criminosa
POLÍTICA
Bolsonaro diz que espera enviar reforma administrativa esta semana
FRONTEIRA
Pistoleiros do PCC são suspeitos de envolvimento na execução de jornalista
EDUCAÇÃO
MEC busca alternativa para voltar a emitir carteira de estudante

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei