Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 9860-3221
IMUNIZAÇÃO

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira em Dourados

15 abril 2019 - 06h45Por Da redação

Começa nesta segunda-feira, dia 15 de abril, a vacinação contra a influenza, no contexto da 21ª Campanha Nacional. Conforme o Núcleo de Imunização de Dourados, do Departamento de Vigilância em Saúde, a vacinação inicia pelos grupos prioritários de crianças com idade de seis meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, e gestantes, que receberão a dose de 15 a 19 de abril.

No município, o público-alvo é estimado em 79 mil pessoas e a vacinação terá como prioridade os grupos elencados pelo Ministério da Saúde. O ‘Dia D’ de vacinação está previsto para 4 de maio e o encerramento da campanha para o dia 31 de maio.

Conforme o Núcleo de Imunização além das crianças e gestantes, são prioritários os grupos de puérperas, trabalhadores em saúde, professores, população indígena com idade a partir de 6 meses, idosos com idade a partir de 60 anos, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam sob medida socioeducativa, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

Durante o período de vacinação de crianças e gestantes também ocorrerá a atualização da caderneta de vacinação com a oferta de demais vacinas constantes no calendário nacional. A partir do dia 22 de abril todos os demais grupos prioritários receberão as doses contra a influenza.

A aplicação das doses será feita, exclusivamente, nos postos de saúde ou unidades de saúde da família, não havendo ainda previsão de postos de vacinação volantes. Conforme o gerente do Núcleo de Imunização, Edvan Marcelo Morais Marques, para receber a vacina os usuários devem comparecer com documento de identificação, atestado para os portadores de doenças crônicas, e cartão de vacinação para gestantes ou crianças.

Em 2019, a população prioritária aumentou em 7 mil pessoas. Conforme explica Edvan, isto representa um crescimento natural da população que reflete na composição do público-alvo. “São crianças que passam a compor o grupo, são pessoas que passam a ter 60 anos, são pessoas que adquirem doenças crônicas, são as pessoas que chegam para morar no município. Tudo isso contribui para este aumento”, disse.

Conforme o Núcleo, as vacinas trivalentes a serem utilizadas no Brasil, contêm três tipos de cepas de vírus e imunizam contra H1N1, H2N3 e Influenza B. Segundo informado pela Secretaria de Estado de Saúde, a princípio, não haverá repasse de vacina além do previsto para quaisquer grupos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NORONHA
Isis Valverde relembra foto de biquíni em cenário paradisíaco
FATALIDADE
Vítimas de grave acidente em Bataguassu serão veladas neste sábado
JUSTIÇA
Direitos da criança e do índio são preservados em adoções por indígenas
CAPITAL
Polícia pede prisão de comerciante suspeito de matar o próprio tio
LEGISLAÇÃO
Detran esclarece Lei que permite transferência de multas e pontos na CNH
CORRUPÇÃO
Traficantes acusam polícia paraguaia de cobrar R$ 30 mil para liberar droga
ESPORTES
Mundo Novo abre a 2ª fase da Copa Assomasul de futebol
CORUMBÁ
Justiça nega prisão de médico suspeito de cobrar por cirurgia do SUS
CAMPO GRANDE
Homem agride ex-esposa gestante em posto de saúde e acaba preso
MINISTÉRIO PÚBLICO
Concurso da PRF: após ação, banca convoca mais candidatos negros

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é baleado com quatro tiros no Estrela Verá
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
INVESTIGAÇÕES
Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS
FRONTEIRA
Pistoleiro preso acusado de matar fazendeiro é membro do Comando Vermelho