Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 9860-3221
CAMPO GRANDE

Internado há dez dias, jovem que precisava de sangue morre em hospital

06 outubro 2017 - 07h52

O acadêmico de Serviço Social Rafael Medina Araújo Saverio, morreu na madrugada desta quinta-feira, dia 05 de outubro, após ficar dez dias internados no HU (Hospital Universitário) em Campo Grande. O rapaz de 30 anos teve falência renal e estava na UTI em estado grave desde o dia 25 de setembro.

No dia 28 de setembro os colegas de turma de Rafael, procuraram o site Midiamax para pedir doações de sangue em nome do acadêmico, mas informaram na tarde de ontem que após algumas infecções ele acabou não resistindo.

“Nós queremos agradecer todo mundo que disponibilizou seu tempo para ir doar sangue. Queremos agradecer vocês do site pelo espaço pedindo as doações, mas infelizmente ele não resistiu”, disse uma colega.

Rafael era acadêmico de serviço social e estagiário no Fórum de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Munik Nunes posa de body de renda e fãs falam de abuso de photoshop
ECOLOGIA
Número de turistas internacionais em Mato Grosso do Sul cresce 14% em 2018
FUTEBOL
Com triunfo sobre a Bolívia, Brasil chega à 100ª vitória na Copa América
ANASTÁCIO
Policial desconfia de negociação de jet ski e dupa é presa com arma e mais de R$ 13 mil
MUNDO
Hong Kong recua sobre lei que permite extradições para China
CAMPO GRANDE
Homem é assassinado por ex-marido da mulher durante encontro
MALHAÇÃO
Cleber e Anjinha se estranham e namoro fica ameaçado: 'Eu vou desistir'
ASSEMBLEIA
Escola Bilíngue para Surdos passa pela CCJR e segue a plenário
IMUNIZAÇÃO
Campanha de vacinação contra aftosa encerra neste sábado em MS
CAMPO GRANDE
Internado com suspeita de H1N1, homem morre em hospital e pode ser 15ª vítima em MS

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia