Menu
Busca terça, 15 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Governo vai cadastrar todos os brasileiros diagnosticados com HIV

26 dezembro 2012 - 15h01

O Ministério da Saúde cadastrará todos os brasileiros diagnosticados com HIV. Médicos e laboratórios que fizerem exames de detecção do vírus serão obrigados a repassar os dados do paciente, em caso de resultado positivo. Atualmente, as informações só são notificadas no caso de o paciente soropositivo desenvolver Aids.


"A informação será sigilosa", diz a epidemiologista Maria Amélia Veras, da Santa Casa de SP. Ela fez parte do grupo que formulou com o ministério a nova diretriz, do qual fizeram parte instituições como a UFBA, a UFMG e a FioCruz.


O intuito do registro é conhecer o perfil dos portadores do HIV para formular políticas públicas que tentem diminuir o contágio pelo vírus. O ministério diz não ter prazo para a inclusão do HIV no sistema de vigilância epidemiológica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDESTRIANISMO
Cidade Universitária será palco da corrida do servidor em Dourados
BRASIL
Banco Pan, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações ao BC
FUTEBOL AMADOR
Duas equipes buscam ‘milagre’ na rodada de domingo do Interdistrital
IRREGULARIDADES
Polícia fecha abatedouros clandestinos e multa homens por crime ambiental
TRAGÉDIA
Prédio residencial desaba em bairro de classe média no Nordeste
AGRONEGÓCIO
Com estrutura diferenciada, evento reúne produtores para dia de palestras e negócios
FUTEBOL
Sete jogos fecham hoje 29ª rodada da Série B do Brasileirão
DOURADOS
Festival Douradense de Música tem "viagem" por ritmos brasileiros nesta terça
TRÁFICO
Paraguaios são presos após polícia encontrar cocaína em fundo falso de veículo
DOURADOS
Saúde e Educação devem ficar com mais de 50% do orçamento bilionário de 2020

Mais Lidas

DOURADOS
Comandante da Guarda manda recolher modelos de espingardas que causaram morte de homem
CORUMBÁ
Corpos de trabalhadores mortos em fazenda são levados para Guia Lopes
DOURADOS
Homem é espancado por grupo no Centro durante roubo
PEDRO JUAN
Motorista de aplicativo é morto com 15 tiros na fronteira