Menu
Busca quinta, 23 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221
DOURADOS

Garantidos recursos para 1ª etapa do Hospital da Mulher e da Criança

21 julho 2019 - 17h19Por Da Redação

Recursos para a conclusão da primeira etapa das obras de construção do Hospital da Mulher e da Criança (HMC), em Dourados, da ordem de R$ 10 milhões, estão garantidos. Outros R$ 6 milhões deverão ser viabilizados, nos próximos meses, pela bancada federal de Mato Grosso do Sul, por meio de emendas parlamentares.

A liberação dos recursos foi anunciada pelo secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, que na última quarta-feira, dia 17 de julho, esteve em Brasília na condição de deputado federal, e articulou reunião na EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), responsável pelo projeto de construção do Hospital da Mulher e da Criança.

Na audiência, o presidente da EBSERH, general aposentado Oswaldo de Jesus Ferreira afirmou que ainda neste semestre serão liberados R$ 5 milhões, dos R$ 10 milhões compromissados, para a obra. Na reunião, que contou com a presença da reitora pró-tempore da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e da senadora Soraya Thronicke ficou acordado que outros R$ 6 milhões serão ser viabilizados pela bancada federal de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional.

O presidente da EBSERH afirmou, durante o encontro, que não haverá paralisação das obras de construção do HMC por falta de recursos. Os R$ 10 milhões compromissados pela Empresa são referentes à primeira etapa de construção do Hospital, cujo investimento contratado é de R$ 36,4 milhões (de um total já pago de R$ 19,5 milhões). Com a garantia dada pela Ebserh, fica faltando o empenho de R$ 6,9 milhões do total contratado.

Com relação à segunda etapa das obras do Hospital, Geraldo Resende explicou que havia uma emenda de bancada ao Orçamento Geral da União/2019 no valor de R$ 20 milhões, para essa finalidade. No entanto, a emenda foi contingenciada em maio pelo governo federal, havendo necessidade de um trabalho político junto ao governo para que haja o descontingenciamento e empenho dos recursos.

A senadora Soraya Tronicke assumiu o compromisso de atuar em conjunto com o secretário Geraldo Resende junto à bancada federal para viabilizar os recursos necessários para a segunda etapa. “Assumo a condição de madrinha do Hospital da Mulher e da Criança de Dourados”, afirmou, demonstrando interesse em trabalhar para que a obra seja realidade.

Maior hospital

Quando concluído, o Hospital da Mulher e da Criança de Dourados será a maior unidade materno-infantil do Estado, com a proposta de ofertar mais qualidade no acolhimento às gestantes e seus filhos, oriundos de toda a Região da Grande Dourados, composta por uma população de mais de R$ 800 mil pessoas.

Além de ofertar saúde de excelente qualidade, o objetivo do HMC é também evitar superlotações na rede pública e, por ser integrante de um Hospital Universitário, oportunizar residências em enfermagem obstétrica e saúde materno-infantil, tendo como missão promover saúde, ensino, pesquisa e extensão.

Com um investimento global previsto de R$ 51 milhões, o hospital está sendo edificado em terreno anexo ao Hospital Universitário e terá área construída de 6.370,68 metros quadrados, além de 18 mil metros quadrados de urbanismo e infraestrutura completa.

 A unidade vai ofertar, já na primeira etapa, 55 leitos e serviços de pronto-atendimento pediátrico, pronto-atendimento obstétrico, alojamento conjunto da maternidade, Centro de Parto Normal com cinco quartos PPP (Pré-parto, Parto e Pós-parto), Centro Obstétrico com quatro salas cirúrgicas, Ambulatório Pré-Natal de Alto Risco, além de estruturas de apoio, como sala de plantão, área de apoio a Ensino e Pesquisa, brinquedoteca e área de convivência, com café e recepção geral.

Na segunda etapa, serão construídos 3.304,42 metros quadrados, consistindo em uma estrutura que vai abrigar mais 80 leitos distribuídos entre as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) Pediátrica e Neonatal, Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs), além de estruturas de apoio, como Banco de Leite Humano, Ambulatório Segmento Recém-Nascido, plantão e apoio ao Ensino e Pesquisa.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EVENTO
Turismo do MS é apresentado ao mercado norte-americano
BRASIL
STJ definirá se transportador pode perder veículo em razão do transporte, por terceiro, de mercadoria sujeita à mesma pena
BRASIL
Governo aguarda ajuste do TCU para contratar militares da reserva
MS
Viciados levam polícia até boca de fumo repleta de objetos roubados
BRASIL
Ministério da Saúde descarta caso de Coronavírus no país
DOURADOS
Clube de tiro promove show de comédia de nível nacional pelo segundo mês consecutivo
JANEIRO
Em média, uma pessoa contraiu dengue a cada dois dias em Dourados
STF
Fux extingue processo em que Suzane Richthofen buscava suspender publicação de biografia não autorizada
ESTADO
Mãe será indenizada após esperar liberação do corpo da filha por oito meses
ECONOMIA
Consumidores brasileiros esperam inflação de 5% nos próximos 12 meses

Mais Lidas

UFGD
Aluna branca aprovada em Medicina como indígena aponta engano na inscrição
VILA ROSA
Homem morre após ser atingido por facada no pescoço em bairro de Dourados
EMPREGO
Empresa abre 136 vagas para classificadores de grãos em Dourados e região
CRIME
EXCLUSIVO: Sucessor de Minotauro é trazido para Dourados em meio a crise penitenciária na fronteira