Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221
AMAMBAI

Técnica em enfermagem morre durante o parto na região de fronteira

15 março 2019 - 21h05Por Da Redação

A morte de uma técnica em enfermagem de 32 anos durante trabalho de parto causou comoção na população de Amambai e de Tacuru, cidades localizadas na região de fronteira com o Paraguai, de onde era egressa, essa semana.

A fatalidade aconteceu na última terça-feira, dia 12 de março, no Hospital Regional de Amambai, unidade de saúde onde a profissional da área trabalhava há mais de um ano.

Ao optar por cesariana, Luciana Vogado Vargas teria entrado em trabalho de parto no final da manhã e a fatalidade aconteceu já no início da tarde.

Segundo relatou a direção da unidade de saúde ao ser procurada pela reportagem do site Gazeta News, ao receber anestesia raquiana, Luciana Vargas teria sofrido o choque anafilático e em consequência parada cardiorrespiratória.

De imediato a equipe médica passou a realizar todos os métodos de ressuscitação. Ao ver que o tempo estava passado e a técnica em enfermagem não retomava a respiração, o médico que atuava no caso, que segundo o hospital tem mais de 50 anos de profissão com centenas de partos realizados sem nunca se deparar com uma situação dessa natureza, em decisão rápida e fundamental para aquele momento, teria deixado o resto da equipe de profissionais agindo na tentativa de reanimar a mãe e decidido abrir a paciente para retirar a bebê e preservar a vida da criança, já que, caso tal procedimento não tivesse sido realizado, a bebê também poderia vir a óbito.

De acordo com a direção da unidade de saúde, Emanuelle (nome que a mãe havia escolhido) a “Manu” como já era chamada carinhosamente por toda a equipe do hospital antes mesmo de nascer, nasceu saudável, sem nenhuma sequela e no mesmo dia recebeu alta. Já Luciana Vargas acabou morrendo.

Segundo o diretor-administrativo do Hospital Regional, Paulo Sérgio Catto, Luciana, que era viúva e já tinha um filho menor de idade, era uma excelente profissional, dedicada e tinha ótimo relacionamento com os colegas de trabalho.

Uma prova dessa boa relação com a equipe ficou registrada no grupo interno da unidade de saúde em rede social, onde vários funcionários do hospital fizeram questão de ir até ela e fazer fotos, algumas delas tiradas poucos instantes antes da fatalidade e em todas as fotos Luciana aparecia sorrindo e contente.

Segundo a unidade de saúde, o histórico médico de Luciana não apresentava nenhuma restrição a algum tipo de medicamento e o que ocorreu foi uma fatalidade raríssima.

O corpo da técnica em enfermagem foi velado por determinado tempo no Memorial Primavera, em Amambai, posteriormente foi trasladado para ser sepultado em Tacuru, cidade onde residia e trabalha, também na área de saúde, antes de se mudar para Amambai.

De acordo com o hospital, em primeiro momento a filha de Luciana permaneceu aos cuidados de uma colega de trabalho no hospital até que providências fossem adotadas em relação a bebê.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Tesouro anuncia captação de recursos no exterior
POLÍCIA
Operação prende viúva acusada de planejar morte de empresário em Ivinhema
SAÚDE PÚBLICA
Governo põe em dia salários de trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã
TRAGÉDIA
Dois alunos de escola em Suzano permanecem internados em São Paulo
DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
SOLIDARIEDADE
Contribuintes podem destinar parte do IR para casas de acolhimento infantil em Dourados
OPERAÇÃO PREGÃO
Investigações apontam assinatura de morta em contrato de empresa de refrigeração com prefeitura
CHUVARADA
Imasul emite alerta de possibilidade de inundação no rio Miranda
RIO BRILHANTE
Dono de oficina é baleado com tiros de pistola
FAMOSOS
Luana Piovani esclarece separação com Scooby: "Nossas vontades estão distintas"

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região