Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
CULTURA

Sexta edição do Bonito Blues & Jazz Festival acontece no feriado de Corpus Christi

22 maio 2019 - 20h05Por Assessoria

Bonito Blues & Jazz Festival, evento criado em 2013 pela iniciativa privada com apoio do Governo do Estado, tem o objetivo de aliar turismo, lazer e boa música. A sexta edição do evento acontece nos dias 20, 21 e 22 de junho próximo, feriado de Corpus Christi. 

A primeira noite do Festival, no dia 20 de junho, terá a abertura da Banda Nosso Mundo, do MS que tem em sua formação o músico bonitense Gabriel Noah no vocal e guitarra, Eduardo Gimenez, guitarra solo, Gabriel Maia, baixo e vocal e João Matheus na bateria e vocal. A banda apresentará trabalhos do Blues e Rock'n Roll unindo bandas clássicas com bandas da nova geração, com repertório que promete surpreender o público.

Na sequência a banda douradense, Cinzano Blues,  se apresenta. A mesma é formada por Rafael “Zamorano”, guitarra e voz, Géssica Mendes, teclado e voz, Norato Marques na bateria e voz, e Gustavo “Bittus” no baixo e voz, todos músicos atuantes de longa data no cenário musical sul-matogrossense, a banda traz em seu repertório clássicos do Blues e do Rock nacional, além de releituras da música regional sul-matogrossense, com arranjos dançantes influenciados pelo Chicago Blues, Soul Music, Rhythm & Blues, Jazz e o Pop contemporâneo.

Pra fechar a primeira noite temos uma atração internacional que é o duo paraguaio Mokõi Kure'i, formado Dominique Bernal, voz, harmônica e sax acompanhado por Cali Jativa na guitarra apresentan um show íntimo e intenso, combinando o Blues com a cultura regional. 

O dúo apresenta canções em espanhol, inglês e guarani em composições autorais e repertório bluseiro de todos os tempos.

Na segunda noite o Bonito Blues & Jazz Festival apresenta trabalhos mais jazzísticos com a presença do Apoema Trio que é um grupo de música instrumental, formado por Ivan Cruz (violão 7 cordas), Renan Nonato (acordeon), e Mateus Yule (bateria). O trio nasceu do anseio dos integrantes de fazer um repertório instrumental cheio de energia, expressividade, improvisação e virtuosismo, inspirado principalmente em grandes compositores brasileiros e latinos e toda a tradição dessas culturas. Ritmos como o samba, choro, chamamé e outros, aqui tratados com a liberdade e criatividade próprias da linguagem jazzísitica. 

Dando sequência na noite teremos a Méri Band, de Campo Grande, que apresenta um repertório mais eclético com rock, soul, R&B, funk americano, blues e jazz com vocal feminino, de forma mais descontraída e divertida, sem esquecer o compromisso com a música de qualidade.

Os integrantes são todos vindos de bandas já consagradas na cena campo-grandense, como Bêbados Habilidosos, Cassino Boogie, Alma Hendrix, Big Mama Band e Banda de Ontem,  tendo a vocalista se apresentado, ainda, como integrante do coro de apoio com a companhia de ópera italiana Teatro dell'Opera di Roma. 

A banda é formada por Rodrigo Queiroz na guitarra, Juninho MPB no baixo, Juba Júnior nos teclados, Zé Fiuza na bateria e a soprano Méri Oliveira nos vocais. 

Para quem aprecia clássicos do Blues, gosta de Jazz, releituras de sucessos de outras épocas, e sente falta de ouvi-los interpretados por uma voz feminina com timbres agudos, encorpados e marcantes, esta é uma boa oportunidade para conhecer a Méri Band.

Encerrando a noite temos a dupla de violeiros Ricardo Vignini, paulista, e Zé Helder, mineiro, que formam o Moda de Rock, que já lotou shows em todas regiões do Brasil, México, EUA, Canadá e Argentina. O trabalho da dupla insere o rock no ambiente da viola caipira e o instrumental brasileiro de raiz gerando uma parceria harmoniosa, entre o metal e o acústico e em Bonito será apresentado clássicos do rock e parte do trabalho do último disco que é um Tributo ao Led Zeppelin.

Pra encerrar o  6º Bonito Blues & Jazz Festival teremos uma mescla de sons de Cuiabá, Campo Grande e São Paulo. Abrindo a noite teremos a dupla Allan House & Mississipi Jr. que uniram forças no calor cuiabano para formar um power duo cujo objetivo é dar uma cara nova à tradição do blues rural. Composto pelas harmônicas incandescentes de Mississipi Jr., e a versatilidade dos vocais, bumbos e slides de Allan House, o duo alia aos temas do blues, dos spirituals e work songs o experimentalismo da world music.

E a terceira noite do Festival será a mais dançante, afinal blues e jazz não são tristes, mas uma alegre sátira da tristeza. E após o som dos cuiabanos teremos a apresentação da banda Cassino Boogie, de Campo Grande, com um projeto musical diferenciado: tocar obras de músicos e bandas renomadas do Rock’n Roll, do Blues e da Soul Music, com influências dos anos 60, 70, 80 e 90 levando ao público a experiência de uma banda formada com naipe de metais, algo não muito comum no Estado. A banda é formada pelos músicos Nick Munaro, guitarra/vocal principal, Gonçalo ‘Sappo” Jr. no contrabaixo e vocais, Emerson Cambará na bateria, e os metais com André Escobar no trompete, Adriano Nascimento, sax alto/tenor, Eric Silva, sax barítono e o convidade especial Roberto Jr. nos teclados.

E pra fechar o Festival com chave de ouro teremos o retorno de um dos maiores músicos de blues contemporâneo do Brasil, o pianista Adriano Grineberg, com mais de vinte anos de carreira sua música é o resultado da combinação de uma variedade de referências da música internacional como Ray Charles, Taj Mahal e Bob Marley, e de grandes mestres da música brasileira como Pixinguinha, Luiz Gonzaga e Tim Maia. 

Em seu trabalho reverencia também as raízes da música da África e da Índia – país este onde já viveu. Esta combinação inusitada de influências traz para a sua música uma originalidade e singularidade sem fronteiras. 

Pianista de formação erudita, compositor, arranjador e cantor, no final da década de oitenta descobriu no blues uma paixão que o levou a acompanhar grandes artistas do gênero no Brasil e no exterior. 

O Festival estimula o turismo na baixa temporada, gerando empregos e incrementando a economia de Bonito, conforme demonstra o Relatório Pesquisa do Observatório de Turismo do Mato Grosso do Sul.

Na 5ª edição, o evento teve um percentual de 79,57% de turistas presentes com a sua maioria (41,9%) permanecendo na cidade durante os 3 dias do festival e 33% dos entrevistados responderam que o Bonito Blues & Jazz Festival foi o motivo da viagem à Bonito.  

Bonito Blues & Jazz Festival é uma promoção do Instituto Internacional Visão de Vida com apoio do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, através da Semagro e da FundTur-Fundação de Turismo do MS, do Hotel Fazenda Baía das Pedras, BonitoNet, Arborismo Ybirá Pe, Budweiser, Clan Bier e mídia partners com Bonito FM, TVMS, Record TV e Rádio e TV Educativa.

A realização está a cargo das empresas La Paloma Eventos e Bolt Produções e conta, também, com o apoio da Prefeitura Municipal de Bonito. 

Serviço:

Evento: 6º Bonito Blues & Jazz FEstival
Data: 20,21 e 22 de junho de 2019
Horário: a partir das 21:00 h
Local: CMU-Centro de Múltiplo Uso
Endereço: rua 24 de fevereiro, s/n - Bonito/MS
Informações: 9 9868 3373
Ingresso: R$ 30,00 por noite


Pontos de Venda: 
- Clan Bier em Campo Grande
- Bilheteria do evento em Bonito

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Veículo pega fogo e fica totalmente destruído em acidente, na MS-276
MS
Motorista embriagado abandona carro no meio da rua com celular e pistola dentro
CULTURA
III Festival da Canção da UEMS será neste domingo em Dourados
BRASIL
Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque
CAMPO GRANDE
Motociclista morre após avançar via preferencial
MS
“Operação Divisa Segura VII” prende foragido da polícia
MS
Criminoso foge e polícia apreende carro “recheado” de maconha
POLÍTICA
Morre, aos 96 anos, o ex-ministro Roberto Herbster Gusmão
CAMPO GRANDE
Mulher tem veículo incendiado ao deixá-lo estacionado na rua
ESPORTES
Audax recebe Avaí/Kindermann pelas quartas de final do Brasileiro Feminino

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos