17/07/2012 09h05

Senai inicia capacitação de quem sacou seguro desemprego pela 3ª vez em 10 anos

 

Assessoria

No âmbito do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), o Senai iniciou os cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) para capacitar os trabalhadores que solicitaram o seguro desemprego pela 3ª vez dentro de um período de 10 anos. A iniciativa atende ao Decreto nº 7.721, publicado dia 16 de abril no Diário Oficial da União (DOU), obrigando esses profissionais a participarem de cursos de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional para receber o benefício.

Segundo o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, a iniciativa vinha sendo discutida desde o início do mandando da presidente Dilma Rousseff e agora está sendo colocado em prática. “O Pronatec é mais uma modalidade com a finalidade de promover a qualificação profissional. Dessa vez vai beneficiar aquele trabalhador que é reincidente do seguro desemprego”, destacou. Ele acrescenta que será necessária a comprovação de matrícula e presença nos cursos para a liberação do benefício ao desempregado.

Os cursos gratuitos, conforme o decreto, são ofertados por meio de Bolsa Formação Trabalhador, que é um subsídio concedido no âmbito do Pronatec, cabendo ao Ministério da Educação oferecer as vagas gratuitas dos cursos aos segurados, disponíveis na dede de educação profissional e tecnológica. Há duas situações que isentam o trabalhador de ingressar nos cursos oferecidos: a inexistência de aulas compatíveis às características profissionais do trabalhador em suas regiões metropolitanas e a comprovação de matrícula e frequência em outro curso de qualificação profissional com carga horária igual ou superior a 160 horas.

Cursos

Em Mato Grosso do Sul, o Senai disponibiliza 875 vagas em 34 cursos distribuídos por 12 municípios – Campo Grande (173 vagas), Sidrolândia (40 vagas), Corumbá (31 vagas), Dourados (197 vagas), Deodápolis (30 vagas), Nova Alvorada do Sul (126 vagas), Naviraí (125 vags), Nova Andradina (47 vagas), Ivinhema (32 vagas), Rio Verde (45 vagas), Sonora (16 vagas) e Três Lagoas (45 vagas). Na Capital são oferecidos os cursos de instalador e reparador de equipamentos de transmissão em telefonia, mecânico de manutenção de motores a diesel, mecânico de manutenção de motocicletas, costureiro industrial do vestuário, marceneiro, eletricista industrial, encanador instalador predial, mecânico de manutenção de motores ciclo otto, torneiro mecânico e eletricista instalador predial de baixa tensão.

Em Sidrolândia tem os cursos padeiro, costureiro industrial do vestuário e pintor de obras, enquanto em Corumbá são disponibilizados os cursos de operador de computador e almoxarife e, em Dourados, há os cursos de torneiro mecânico, masseiro, mecânico de manutenção de transmissão manual, mecânico de manutenção de maquinas agrícolas, carpinteiro de obras, encanador instalador predial, fresador mecânico, mecânico de manutenção de motocicletas, eletricista industrial, cozinheiro industrial e lubrificador industrial.

Para Deodápolis tem os cursos de auxiliar administrativo e assistente de produção, em Nova Alvorada do Sul há os cursos de eletricista industrial, operador de máquinas e implementos agrícolas, agente de inspeção de qualidade, mecânico de manutenção de maquinas agrícolas e aplicador de revestimento cerâmico. Em Naviraí tem os cursos de auxiliar administrativo, costureiro industrial do vestuário, eletricista de automóveis, mecânico de manutenção de máquinas agrícolas, operador de tratamento de águas e efluentes, soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço baixa liga e assistente de produção.

Na cidade de Nova Andradina tem os cursos de auxiliar administrativo, caldeireiro e soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço baixa liga, eletricista de automóveis e modelista, enquanto em Ivinhema há os cursos de mecânico de manutenção de máquinas agrícolas e costureiro industrial do vestuário. Para Rio Verde, tem os cursos de assistente de produção e ceramista e, para Sonora, há o curso de pedreiro de alvenaria, sendo que para Três Lagoas tem os cursos de ajustador mecânico, eletricista instalador predial de baixa tensão e auxiliar administrativo.

1ª turma

Em Campo Grande, teve início o curso de eletricista predial e, de acordo com o gerente da FatecSenai, Artur Quintella, ainda está previsto para este mês o curso de mecânico de manutenção de moto ciclo otto. “No total, serão duas turmas uma de eletricista predial e a outra de mecânico de manutenção de moto ciclo otto só neste mês de julho para pessoas que derem entrada no seguro desemprego. No entanto, estamos trabalhando todas as modalidades de cursos e engajados em proporcionar mais uma oportunidade para todos os tipos de públicos, sejam desempregados, jovens e estudantes”, frisou.

A oportunidade é considerada o primeiro passo para mudança de vida na avaliação do desempregado Júlio Cesar dos Santos, 31 anos, que trabalhava como vigilante noturno. “É um sonho sendo realizado, o anseio em crescer e mudar de vida. Todos nós queremos crescimento profissional e pessoal e o curso vem ao encontro de todos os meus objetivos e um deles é conseguir mudar de área de trabalho e trabalhar com algo novo e que tem campo de trabalho”, disse.

Já o desempregado Valdir Silva, 44 anos, trabalhou durante sua vida toda como pedreiro e agora está em busca de uma nova qualificação para melhorar de vida. “Na minha área temos que saber fazer tudo dentro de uma obra e o curso é a forma de comprovar que estou apto para ser um eletricista predial formado. Não consigo ser um mestre de obra, por exemplo, por falta de uma qualificação comprovada”, garantiu.

Seja o primeiro a comentar!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.