Menu
Busca domingo, 20 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA
CAARAPÓ

Segurança no presídio é reforçada com novo muro

14 fevereiro 2018 - 12h50

Para garantir a melhoria no desenvolvimento dos serviços prestados e reforçar a segurança, um novo muro está sendo construído no Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó, assumido em novembro do ano passado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). O prédio antes funcionava como uma cadeia pública e era administrado pela Polícia Civil.

A construção é executada por meio de parceria entre a Agepen, Poder Judiciário, Prefeitura, Ministério Público,  Sindicato Rural e o Conselho da Comunidade, além do apoio da sociedade de Caarapó. As obras tiveram início há cerca de uma semana e são executadas com trabalho de detentos.

O atual muro de 1,70 metro, que em parte é composto por alambrados, será transformado em uma estrutura reforçada de 4 metros de altura, em todo o entorno do presídio.  O projeto  prevê, ainda, a  instalação de uma torre de vigilância.

Conforme o diretor da unidade penal, agente João José Rauber, a obra é de extrema importância para garantir melhorias no controle do ambiente e contribuir nos trabalhos desenvolvidos pelos agentes penitenciários. “É necessário destacar o apoio dos parceiros para que a construção se tornasse possível. Isso demonstra a dedicação de todos para oferecermos um cumprimento de pena efetivo”, declarou.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, agente Aud de Oliveira Chaves, as adequações estruturais são necessárias para a implementação de ações de segurança, assistência e reintegração social. “Essa construção é um projeto que pretendíamos realizar desde que a Agepen assumiu esse presídio e agora está sendo realizada graças aos inúmeros colaboradores”, destacou.

O diretor-presidente afirmou ainda que outros ajustes necessários serão feitos de maneira gradativa e dentro do possível. “Além da custódia desses internos, precisamos realizar iniciativas de reinserção, como implementação de educação, oficinas de trabalho, assistência religiosa, entre outros, e isso tudo demanda uma série de providências”, frisou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após fugir e cair em barranco, homem foge e abandona 300 kg de maconha
OPORTUNIDADE
Governo publica editais para 36 especialistas e profissionais da saúde no concurso da PM e Bombeiros
PARANAÍBA
Motorista foge após causar acidente e agredir mulher
DIA DE SORTE
Primeiro concurso de nova loteria sai para apostador do PR
DEMANDA
Procura por vacina contra a gripe aumenta 142% em Dourados
FRONTEIRA
Identificado homem executado em 'favelinha'
ESTADUAL SUB-17
Operário vence Novo e Náutico massacra Maracaju
ABUSOS
Audiência mostra números preocupantes de violência e exploração sexual de menores em MS
ELEIÇÕES
Vinte milhões de venezuelanos vão às urnas neste domingo
ELEIÇÕES 2018
Pré-candidato à presidência desembarca amanhã em MS

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado por pistoleiros em "Favelinha" de Ponta Porã
PARAGUAI
Homem é enforcado e tem corpo abandonado em estrada vicinal
AMAMBAI
Polícia apreende mais de três toneladas e maconha na fronteira
DOURADOS
Polícia civil de Dourados registra quatro assaltos em 24 horas