Menu
Busca terça, 23 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
CAARAPÓ

Segurança no presídio é reforçada com novo muro

14 fevereiro 2018 - 12h50

Para garantir a melhoria no desenvolvimento dos serviços prestados e reforçar a segurança, um novo muro está sendo construído no Estabelecimento Penal Masculino de Regime Fechado de Caarapó, assumido em novembro do ano passado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen). O prédio antes funcionava como uma cadeia pública e era administrado pela Polícia Civil.

A construção é executada por meio de parceria entre a Agepen, Poder Judiciário, Prefeitura, Ministério Público,  Sindicato Rural e o Conselho da Comunidade, além do apoio da sociedade de Caarapó. As obras tiveram início há cerca de uma semana e são executadas com trabalho de detentos.

O atual muro de 1,70 metro, que em parte é composto por alambrados, será transformado em uma estrutura reforçada de 4 metros de altura, em todo o entorno do presídio.  O projeto  prevê, ainda, a  instalação de uma torre de vigilância.

Conforme o diretor da unidade penal, agente João José Rauber, a obra é de extrema importância para garantir melhorias no controle do ambiente e contribuir nos trabalhos desenvolvidos pelos agentes penitenciários. “É necessário destacar o apoio dos parceiros para que a construção se tornasse possível. Isso demonstra a dedicação de todos para oferecermos um cumprimento de pena efetivo”, declarou.

De acordo com o diretor-presidente da Agepen, agente Aud de Oliveira Chaves, as adequações estruturais são necessárias para a implementação de ações de segurança, assistência e reintegração social. “Essa construção é um projeto que pretendíamos realizar desde que a Agepen assumiu esse presídio e agora está sendo realizada graças aos inúmeros colaboradores”, destacou.

O diretor-presidente afirmou ainda que outros ajustes necessários serão feitos de maneira gradativa e dentro do possível. “Além da custódia desses internos, precisamos realizar iniciativas de reinserção, como implementação de educação, oficinas de trabalho, assistência religiosa, entre outros, e isso tudo demanda uma série de providências”, frisou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Agredido com barra de concreto deixa hospital e padrasto diz estar arrependido
REGIÃO
Agência Sicredi em Brasilândia ganha novo prédio
TRÁFICO
Policial de MS é flagrado com maconha e foge de abordagem na BR-346
TRÊS LAGOAS
Idosa enterrada pela filha no quintal não sofreu violência, aponta laudo
DOURADOS
Câmara Municipal aprova 10 projetos durante sessão ordinária
ECONOMIA
Prévia da inflação oficial é de 0,58% em outubro
RODOVIA
Ônibus que saiu de Dourados pega fogo na BR-163; veja vídeo
FUTEBOL
Grêmio encara o River Plate na ida das semifinais da Libertadores
DOURADOS
Indígena é espancado por 14 presos em cela do 1º DP e morre
ORIENTAÇÃO
Transporte de pessoas no MS exige novas validações

Mais Lidas

OPERAÇÃO SATURAÇÃO
Megaoperação cumpre dezenas de mandados de prisão em Dourados
DOURADOS
Ação contou com apoio de 4 delegacias da Capital e cumpriu mais de 40 mandados de prisão
DOURADOS
Dupla é presa suspeita de pelo menos 30 furtos em comércios
SIDROLÂNDIA
Homem é preso em Dourados pela morte de idoso em assentamento