Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 9860-3221
CORUMBÁ

Protesto contra reeleição de Evo Morales fecha fronteira Brasil/Bolívia

06 dezembro 2018 - 19h20Por G 1

Manifestantes bolivianos fecharam a fronteira com o Brasil, em Corumbá, na estrada que dá acesso à cidade de Porto Quijarro, no País vizinho, desde a meia-noite desta quinta-feira. Eles protestam contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do país, que autorizou o presidente Evo Morales a disputar o 4° mandato.

Na Aduana em Corumbá, apenas veículos de emergência passam pelo bloqueio. Uma fila de caminhões formou-se na rodovia, dos dois lados da fronteira. Em Porto Soares, Bolívia, a 20 km da fronteira, manifestantes bloquearam a estrada com pneus, para impedir a passagem de veículos na rodovia bioceânica. As manifestações acontecem simultaneamente em várias cidades da Bolívia.

Apesar do transtorno, caminhoneiros brasileiros apoiam a manifestação: "Eles estão no seu direito, tem que protestar para melhorar as coisas para eles na Bolívia", declara o motorista Cristiano Nascimento.

De acordo com o presidente do Comitê Cívico de Porto Quijarro, Marcelo Moreira, a decisão vai contra o referendo de 21 de fevereiro de 2016, em que mais de 50% da população votou contra a reeleição do atual presidente:

"Queremos que a decisão do povo seja respeitada. Não estão respeitando o que a população escolheu em 2016, nós queremos fazer valer o que o povo decidiu", declara. A previsão é que os bloqueios na fronteira com MS siga até a meia-noite desta quinta-feira (6). 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDALHA DE OURO
Judoca de MS conquista ouro no Pan-Americano e garante vaga no Mundial
BRASIL
ANTT suspende resolução com novas regras para cálculo de frete mínimo
FRONTEIRA
Campeiro é preso suspeito de degolar douradense em fazenda
BOXE
Corumbá recebe 15ª edição de Desafio Internacional de Boxe
ECONOMIA
Dólar fecha em queda na expectativa por decisões de juros nos EUA, zona do euro e Brasil
OPORTUNIDADE
IFMS abre nove vagas para professor substituto e salários podem ultrapassar R$ 6 mil
SAÚDE
Dourados terá R$ 3,6 milhões do Ministério da Saúde
BRASIL
Governo acelera liberação de agrotóxicos, esse ano já foram 262 registrados
CORUMBÁ
Homem ferido em explosão de churrasqueira morre depois de uma semana internado
DOURADOS
Biomedicina, Enfermagem e Odontologia da Unigran abrem processo seletivo para contratação de professor

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após bater moto em carro parado na Marcelino Pires
AMAMBAI
Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão
RIBAS DO RIO PARDO
Avô e neta morrem após caminhonete bater de frente em carreta
CAPITAL
Acidente entre dois carros e carreta mata motorista na BR-163