Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
BOAS PRÁTICAS

Projeto da UEMS ganha 1º lugar em concurso da Itaipu Binacional

19 dezembro 2018 - 19h50Por Da Redação

Um projeto desenvolvido pela unidade de Mundo Novo da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) ganhou o primeiro lugar na categoria Entidades Privadas e Instituições de Ensino, entre mais de 130 projetos de 40 municípios, no 2º Concurso de Boas Práticas - Cidades Sustentáveis, organizado pela Itaipu Binacional e Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, por meio do Programa Cidades Sustentáveis. A divulgação do resultado ocorreu nesta terça-feira (18).

O concurso foi lançado como forma de motivar, incentivar, valorizar e dar visibilidade às boas práticas correlatas aos 12 eixos do Programa Cidades Sustentáveis, desenvolvidas por entidades públicas, privadas e sociedade civil que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e metas da Agenda 2030, no Oeste paranaense e Mundo Novo (MS).

A Cerimônia de premiação ocorreu no Centro de Eventos do Balneário de Santa Helena – Paraná na noite desta terça-feira, dia 18 de dezembro. A UEMS esteve representada pelo Professor Jean Rosset. A Comissão julgadora foi constituída pela equipe da Rede Nossa São Paulo e Instituto Ethos, organizadores do Programa Cidades Sustentáveis no Brasil.

Em 2018 estiveram aptos a participar do concurso os municípios lindeiros ao Lago da Itaipu e os demais participantes da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) que estão envolvidos ativamente no Programa Cidades Sustentáveis e fizeram sua adesão ao Pacto Global (São 54 municípios no total). Foram inscritas 137 boas práticas de 40 municípios.

Os projetos podiam ser inscritos em três categorias: Setor público; Entidades privadas e Instituições de ensino; e Sociedade civil.

Projeto da UEMS de Mundo Novo

O projeto desenvolvido pela UEMS-Mundo Novo é uma parceria com o Poder Judiciário, na qual réus são disponibilizados para a prestação de serviços comunitários.

Para disponibilizar mão de obra, sem onerar o Estado, firmou-se uma parceria com o Poder Judiciário de Mundo Novo/MS, de modo que a UEMS recebesse réus para a prestação de serviços comunitários. Os objetivos do projeto eram melhorar a manutenção dos espaços, dos serviços prestados e oportunizar a comunidade carcerária a execução de reprimendas alternativas na UEMS. Para tanto foram planejadas ações para a implantação da prática de gestão que iniciou em março de 2017.

o do Estado do Paraná que possui grandes e renomadas Instituições de Ensino Superior deve ser motivo de grande orgulho para a comunidade acadêmica da UEMS e também do estado de Mato Grosso do Sul. Agradecemos a todos os envolvidos que apoiam e contribuem com o projeto, em especial a comunidade acadêmica da UEMS, ao Poder Judiciário de MS e aos reeducandos”, destacou.

A mudança da infraestrutura da Unidade é visível e a inovação do projeto vai além da economia na manutenção do prédio, ressaltou Marra. “O resultado qualitativo é à inclusão social, reinserção e ressocialização dos réus. A prática é inovadora, pois apresenta contribuições para a modernização da Gestão Pública, com resultados mensuráveis e positivos para o serviço público e para a sociedade, por meio da incorporação e combinação de novos elementos/mecanismos, provenientes do esforço e do conhecimento de servidores de distintas instituições”, explica Leandro Marra.

Para o Juiz da Comarca de Mundo Novo, Eduardo Floriano de Almeida, o comprometimento da UEMS tem sido o diferencial para o sucesso do projeto, em especial com a inclusão dos reeducando num ambiente universitário contribuindo com fim da pena, através da contraprestação de serviços para a sociedade.

Este é o segundo prêmio que o projeto recebe, uma vez que ficou na honrosa sétima colocação, dentre 41 projetos inscritos no XIII Prêmio Sul Mato-grossense de Inovação na Gestão Pública realizado em novembro deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEC
Senado conclui votação para incluir estados na reforma da Previdência
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO
Justiça Federal aceita denúncia contra cinco suspeitos de corrupção na Funsaud
BODOQUENA
Polícia apreende carreta com carga de cigarros contrabandeados
LIBERTADORES
Conmebol troca o árbitro de vídeo após comentário sobre Flamengo e River
EDUCAÇÃO
Governo prevê internet em 100% das escolas urbanas em 2020
TRÊS LAGOAS
Saúde confirma terceira morte por leishmaniose em cidade de MS
RURAL
Plantio da soja atrasa em 30% e preocupa lideranças rurais
AUTOESTIMA
Cassems oferece aula de culinária a beneficiários em tratamento oncológico
TECNOLOGIA
Carteira Digital de Trânsito agora avisa sobre vencimento de CNH
SAÚDE
Dourados: Sanesul constrói reservatórios para 3 milhões de litros de água

Mais Lidas

TRÂNSITO
Aos 84 anos, mulher sai de bailão bêbada e acaba presa após acidente em Dourados
FRONTEIRA
Alvo de pistoleiros, jovem fica ferido após ser atingido por disparos em frutaria
FRONTEIRA
Homem é executado com mais de 20 tiros e gestante baleada
ROCHEDO
"Velho do PCC" morre em confronto com o Choque