Menu
Busca domingo, 15 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
COINCIDÊNCIA

Policial militar morre no mesmo local onde salvou bebê há um ano

01 outubro 2017 - 07h58

Numa triste coincidência, o policial militar Agustinho Marques do Amaral, 48 anos, morreu na manhã deste sábado, dia 30 de setembro, no pelotão da PM (Polícia Militar) do bairro Nova Lima, o mesmo local em que, no mês de maio de 2016, salvou a vida de uma bebê.

Na ocasião, a família da menina chegou ao posto da polícia em desespero e Amaral, que estava sozinho, prestou socorro por meio de orientações repassadas pelo telefone por uma bombeira. Segundo o site Campo Grande News, hoje, a família do policial relata que ele estava mais uma vez sozinho e pretende registrar reclamação, por avaliar que o sargento teria que estar na companhia de ao menos dois soldados.

“Ele não podia abandonar o posto, porque [no local] tem armas e não resistiu”, diz o gerente Emerson Marques do Amaral, 38 anos, irmão do policial.

De acordo com ele, o irmão chegou ao trabalho às 7 horas e assumiu o posto sozinho, mesmo passando mal. Por volta das 7h30, sofreu um infarto e pediu socorro pelo rádio, mas já foi encontrado sem vida pelos colegas.

Com 27 anos na PM, Amaral também era líder comunitário no Jardim Campo Novo. O seu falecimento foi informado durante a conferência sobre o plano de coleta seletiva, realizada neste sábado em Campo Grande. Na ocasião, houve um minuto de silêncio.

A previsão é de que o velório aconteça, na igreja Assembleia de Deus, localizadas na rua Kartum, 499, no Jardim Campo Novo. Ele era casado e deixa dois filhos.

Especial

Na tarde de 23 de maio do ano passado, o então cabo Amaral foi surpreendido por um carro que chegou às pressas e de onde desembarcou familiares desesperados e uma menina desacordada. De imediato, fez os procedimentos de primeiros socorros e, na sequência, com auxílio do 193, salvou Brenda, que tinha 11 meses.

Ao relembrar a situação em entrevista ao Campo Grande News, com a voz embargada pelas lágrimas, o policial relatou que foi a ocorrência mais especial da sua vida. “É salvar uma criança e isso a gente nunca espera que vai acontecer e não tem nada que pague”.

Pesar - A PM divulgou nota de pesar neste sábado, lamentando a morte do sargento, lotado no 9ºBPM (Batalhão da Polícia Militar).

“O Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, Coronel PM Waldir Ribeiro Acosta e toda a família policial militar, manifestam profundos sentimentos à família, rogando a Deus que, na sua infinita bondade, possa oferecer conforto a todos nesse momento de despedida e dor”, diz a nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Apenas 13 jogadores ganham mais de R$ 500 mil no Brasil
AGENDA
ALEMS fecha ano com reuniões de CPI, de frente parlamentar e fórum
84 ANOS
Exposição de fotos ‘via Satélite’ de Dourados continua até dia 31
EM CARACOL
Novo campo de futebol deve beneficiar mais de 6 mil moradores
PRIMEIRA EDIÇÃO
Corrida Eldorado Run reúne cerca de mil corredores solidários em Três Lagoas
CORUMBÁ
Refém de bandidos, idoso passa horas amarrado em árvore
LEI
Bolsonaro diz que vetará aumento de pena para injúria na internet
MEIO AMBIENTE
Pesca, plástico, aquecimento global e óleo são ameaças para tartarugas
CULTURA
Período para cadastro de projetos do FIC começa neste domingo
INTERNACIONAL
Jamaicana vence Miss Mundo, e beleza negra domina concursos

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados