Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Pescador é autuado por construir rancho em área protegida no rio Brilhante

07 dezembro 2018 - 13h05Por Da Redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Dourados autuou no final da tarde de ontem um homem de 32 anos em rancho montado em área de preservação ambiental às margens do rio Brilhante. Os agentes realizavam fiscalização no município de Deodápolis quando encontraram a construção em madeira.

O infrator, um pescador profissional, pretendia construir um espaço de 40 m² sem a autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. Residente em Deodápolis, o autor foi autuado administrativamente e multado em R$ 1 mil pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradaçãom de área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

Ele também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (Prada) junto ao órgão ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Paranaense é autuado em R$ 12 mil por armazenamento de madeira ilegal
CONCURSO
IBGE lança edital com 209 vagas de recenseador e agente censitário
CAPITAL
Travesti é suspeita de matar vendedor de 48 anos com 14 facadas
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de professores temporários
FRONTEIRA
Homem é preso com veículo adulterado e direção perigosa na MS-386
ADOLESCENTES
Governo vai lançar campanha de incentivo à adoção tardia
DOURADOS
Comemoração ao mês do Trabalhador terá ações na UEMS Dourados
PATRIMÔNIO LITERÁRIO
Chico Buarque ganha o Prêmio Camões 2019 pelo conjunto da obra
INOCÊNCIA
Polícia prende dupla por corrupção de menor e tráfico de drogas
JULGAMENTO
STF adia decisão sobre denúncia contra parlamentares do PP

Mais Lidas

ITAPORÃ
PM da reserva morre em acidente próximo a ponte do Rio Santa Maria
DOURADOS
Comissão vota contra o próprio parecer e Idenor se salva de cassação
EDUCAÇÃO
Inscrições do Encceja 2019 começam nesta segunda-feira
DOURADOS
Ex-líder da prefeita Délia Razuk é alvo de pedido de cassação