Menu
Busca sábado, 15 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Pescador é autuado por construir rancho em área protegida no rio Brilhante

07 dezembro 2018 - 13h05Por Da Redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Dourados autuou no final da tarde de ontem um homem de 32 anos em rancho montado em área de preservação ambiental às margens do rio Brilhante. Os agentes realizavam fiscalização no município de Deodápolis quando encontraram a construção em madeira.

O infrator, um pescador profissional, pretendia construir um espaço de 40 m² sem a autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. Residente em Deodápolis, o autor foi autuado administrativamente e multado em R$ 1 mil pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradaçãom de área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

Ele também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (Prada) junto ao órgão ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Gilmar Mendes suspende ordem de prisão contra Queiroz e esposa
IGUATEMI
Homem atira e tenta atropelar policiais para fugir de abordagem com caminhonete furtada
CAMPO GRANDE
Homem morre após colidir moto contra poste
VIDA NOVA
Saúde já realizou 98 transplantes de órgãos este ano em MS
BR-163
Homem é preso tentando levar drogas ao Mato Grosso
NOVA ANDRADINA
Colisão entre carretas termina com homem morto
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões hoje
MATO GROSSO DO SUL
Mergulhadores procuram pescador que caiu de embarcação no Rio Brilhante
FRONTEIRA
Homem é preso ‘preparando’ carro para traficar maconha e skunk
BENEFÍCIOS
Caixa não abre agências hoje para saques de programas do governo

Mais Lidas

DOURADOS
Fogo destrói lanchonete, invade loja e queima várias motocicletas
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades
PANDEMIA
Prefeitura autoriza abertura de bares e flexibiliza funcionamento de outros setores
DOURADOS
Operação 'Gambiarra' mira reformas de escolas municipais pagas por secretária em nome de empresa