Menu
Busca quarta, 19 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Novo município do MS aprova políticas de apoio a pequenas empresas

10 janeiro 2013 - 14h20




A Câmara Municipal de Paraíso das Águas-MS regulamentou por unanimidade dos vereadores, na noite desta quarta-feira (9), a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (MPEs); a primeira a ser aprovada no município recém-criado, em sessão de abertura do calendário legislativo.



Os mecanismos jurídicos preveem tratamento especial nas compras governamentais, por meio de decretos e editais de licitação, até parcerias com entidades que promovam capacitação do empresariado e a criação da figura do “Agente de Desenvolvimento”, responsável por viabilizar ações de fomento aos pequenos negócios.



Assim como em outras cidades, o Sebrae é o responsável pelo monitoramento das evidências que apontam se as normas previstas de acordo com a Lei Complementar nº 123/06 estão ou não sendo cumpridas. “Parabenizamos a administração pela atitude e visão empreendedora. Isso abre caminho para a inclusão das MPEs no desenvolvimento local e nos permite um ambiente para fomentarmos a regulamentação da lei”, enfatiza Cláudio Mendonça, diretor superintendente da entidade no MS.



Agora, com a inclusão de Paraíso das Águas, 64 dos 79 municípios sul-mato-grossenses possuem a Lei Geral regulamentada e 18 já a implementaram, ou seja, tiraram do papel: Aral Moreira, Aparecida do Taboado, Batayporã, Bodoquena, Caarapó, Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Inocência, Itaquiraí, Ivinhema, Maracaju, Nioaque, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Sidrolândia e Sonora.



Município caçula



Em 2003, Paraíso das Águas foi emancipado pelo governo do MS, após a realização de plebiscito em Água Clara, Costa Rica e Chapadão do Sul, que apontou 96,34% de aprovação, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS).



Mas o decreto de emancipação foi questionado judicialmente pela prefeitura de Água Clara, alegando prejuízo econômico devido à perda de território. O impasse terminou em dezembro de 2009, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou válido o decreto estadual que dava autonomia à Paraíso das Águas; e a escolha do prefeito e vereadores foi feita nas eleições do ano passado, que elegeram Ivan Xixi como o primeiro líder do município que conta hoje com uma população estimada de 5,2 mil habitantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Câmara dos Deputados aprova MP do Agro; texto segue para Senado
UEMS
Inscrições abertas para Exame de Proficiência em Línguas Estrangeiras
ECONOMIA
BC anuncia amanhã marca para pagamento instantâneo no Brasil
PARANÁ
Desembargadora suspende demissões que motivaram greve na Petrobras
UFGD
Revista Videre realiza a primeira chamada de artigos do ano de 2020
BATAYPORÃ
Corpo de homem é encontrado por funcionários durante colheita de soja
SAÚDE
Governo Entrega Estação De Tratamento De Água Em Sete Quedas
INVESTIGAÇÃO
CNJ manda tribunal apurar ida do juiz Bretas a atos com Bolsonaro
NOVA ANDRADINA
Mulher é presa após furtar produtos do interior de supermercado
POLÍTICA
Senadores e deputados reagem à ofensa de Bolsonaro a repórter da Folha

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros