Menu
Busca sexta, 26 de abril de 2019
(67) 9860-3221
MS

Nova Cartilha de Pesca é divulgada pela PMA

15 abril 2019 - 17h20Por Gizele Almeida

A Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul divulgou nesta segunda-feira (15), a nova Cartilha de Pesca, a qual ficará disponível pra acesso da população no portal http://www.pm.ms.gov.br/. O órgão informou que o material visa esclarecer à população sobre mudanças recentes na legislação de pesca em Mato Grosso do Sul. 

Com pouco mais de 20 páginas, a edição aborda técnicas de manejo e controle de pesca, locais permitidos para a atividade, autorizações, transportes legais, petrechos permitidos, entre outros assuntos para orientar quem pratica a atividade. 

Detalhes relativos a cota de captura, bem como a determinação de tamanhos máximos de captura para as espécies jaú, pintado, cachara e pacu são especificados no material. 

A PMA dá ênfase na Cartilha em leis que sofreram modificações recentes, como por exemplo, a que dispões sobre a captura do dourado, espécie que teve sua pesca proibida, a partir deste ano no Estado. 

Em uma tabela única, a Cartilha do Pescador de 2019, estabelece 30 gêneros e espécies com as especificações de medidas para as bacias do rio Paraná e Paraguai, com os respectivos tamanhos mínimos, bem como os tamanhos máximos para as quatro espécies, para as quais foram determinados também tamanhos máximos de captura. 

Também consta no material, uma tabela com determinação de tamanhos mínimos para captura de 11 espécies de iscas vivas, bem como outras determinações neste aspecto como transporte dos mesmos. 
“Ressalta-se que a exceção do caranguejo e do caramujo, as demais iscas vivas são peixes e possuem determinação de medidas também nas normas federais, que são as mesmas especificadas na tabela de isca viva apresentada”, enfatiza a PMA. 

Petrechos proibidos 

A Cartilha traz em seu conteúdo detalhes sobre todos os petrechos proibidos para a pesca amadora e profissional. 

Conforme o texto, é crime a utilização dos seguintes materiais para a atividade: 

• Cercado, pari, anzol de galho, boia ou qualquer outro aparelho fixo, do tipo elétrico, sonoro ou luminoso; 

• Fisga, gancho ou garateia, pelo processo de lambada;

 • Arpão,flecha, covo, espinhel ou tarrafão; 

• Substâncias tóxicas ou explosivas; 

• Qualquer outro artefato de malha (rede, tarrafa e outros).

Penalidades

Penalidades administrativas e penais para todos os tipos de infrigências das normas são especificadas na cartilha. 

O conteúdo enfatiza que “pescar em período no qual a pesca seja proibida ou em lugares interditados por órgão  pode acarretar ao infrator a detenção de um a três anos ou multa, ou ambas as penas cumulativamente”.  

Acesse o conteúdo na íntegra aqui

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Dada Favato, filha de Romário ostenta corpão em passaio na cachoeira
BR DISTRIBUIDORA
PGR pede condenação de Fernando Collor a 22 anos e 8 meses de prisão
CAPITAL
Com tuberculose, adolescente de 14 ans aguarda uma vaga em hospital
NOVA ANDRADINA
Bombeiro ajuda salvar vida de recém-nascido que se engasgou
DOURADOS
Capacitação de agentes de saúde vai alterar atendimento nas Unidades
RIO BRILHANTE
suspeito de matar dono de oficina com pistola .40 é preso
LEÃO
Um terço ainda não declarou IR a cinco dias do fim do prazo
BATAGUASSU
Polícia apreende 413 quilos de maconha em pátio de posto desativado
LIBERDADE
Carlos Ghosn paga R$ 17,8 milhões de fiança e é solto no Japão
CAMPO GRANDE
Homem suspeito de estuprar sobrinhas durante 3 anos é preso

Mais Lidas

DOURADOS
Vídeo mostra momento em que carona desce da moto e executa dono da lava-rápido no Jardim Pantanal
CAMPO GRANDE
Empresa demite funcionário por debochar de currículos em redes sociais
DOURADOS
Mulher é presa dentro de ônibus com 19 pacotes de skunk
DOURADOS
Auditoria da CGU revela irregularidades e superfaturamentos em contratos da Funsaud