Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221
CAARAPÓ

Mais de 700 alunos são orientados em palestras contra o crime

20 outubro 2017 - 17h50Por Da Redação

Nos dia 18 e 19 de outubro de 2017, o projeto “Diga Não Ao Crime”, desenvolvido pela Polícia Militar de Dourados, desembarcou em Caarapó onde foram realizadas palestras em seis escolas, sendo quatro na cidade de Caarapó e outras duas nos distritos de Nova America e Cristalina.

A coordenação ficou a cargo do Tenente Alan Regis, que é o comandante da unidade da Policia Militar na cidade, tendo como palestrante o 1º sargento Julio CT Arguelho, idealizador do projeto e que atualmente exerce a função de Assessor de Comunicação Social do 3º BPM em Dourados.

Durante as palestras são utilizadas diversas mídias que enfatizam a ação de criminosos na fronteira, a ação dos órgãos de segurança publica no combate ao narcotráfico na região, além das consequências do uso de drogas para a saúde física, psíquica e social do usuário.

Na manha da quarta-feira (18) foi minsitrado o projeto DNC na Escola Frei João Damasceno em Nova America e na Escola Joaquim Viana na cidade de Caarapó. No periodo vespertino foi a vez da escola Padre Ancheita no Distrito de Cristalina receber o projeto. 

Já no dia 19, foram atendidos alunos da escola Moacir Franco, Escola Rui Barbosa e Escola Arcenio Rojas, todas na cidade de Caarapó.

No total o projeto atendeu mais de 700 pessoas nos dois dias de palestras, que teve uma receptividade muito boa por parte da direção, coordenação e direção das escola, além de prender a atenção dos alunos com assuntos apresentados de forma clara e dinamica pelo palestrante.

A palestra do DNC aborda assuntos como toxicologia, noções de autoridade, ação de grupos criminosos na fronteira, consquencias criminais e na saude do usuarios drogas licita e ilicitas e ação da Policia Militar no combate ao crime, principalmente o narcotrafico.

No final de cada palestra é apresentado um video institucional da PMMS com resultados operacionais de janeiro a agosto de 2017, bem como ações de cunho social, insentivando cada participante a conhecer mais um pouco da Policia Militar como opção  de profissão no futuro.

O projeto nasceu em setembro de 2015, onde a visão do idealizador era trazer adolescentes da faixa etaria dos 13 aos 17 anos, as consequências criminais advindas do envolvimento com as droga e por sua vez com o trafico de droga na região de fronteira, com a finalidade de inibir a iniciação criminal desse publico e já foi apresentado para mais de 7 mil expectadores em diversas cidades do estado.

Para maiores informações os interessados deverão entrar em contato atravez do telefone 99624-6956 ou 3902-2575. 

Conheça mais do projeto na Fan Page do Facebook www.facebook.com.br/projetodnc

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Pai e 2 filhos são presos ao manter depósito de combustível no quintal
CONCURSO
Governo abre seleção profissionais para gestão de recursos hídricos
SAÚDE
STJ autoriza João de Deus a deixar prisão para tratamento médico
JUSTIÇA
Empresa de energia é condenada a melhorar os serviços prestados
BOLÍVIA
Brasileira que denunciou policiais por estupro consegue liberdade
JUSTIÇA
Coronel Sapucaia abre inscrições para seleção de juízes leigos
IVINHEMA
Mulher é presa acusada de matar o marido com a ajuda do irmão
EDUCAÇÃO
MPF questiona Inep sobre comissão para fiscalizar Enem
CAMAPUÃ
Idoso morre após carro bater em árvore e pegar fogo em estrada
APARECIDA DO TABOADO
Raio atinge fazenda e mata 21 cabeças de gado na região do Bolsão

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo