Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
CAARAPÓ

Mais de 700 alunos são orientados em palestras contra o crime

20 outubro 2017 - 17h50Por Da Redação

Nos dia 18 e 19 de outubro de 2017, o projeto “Diga Não Ao Crime”, desenvolvido pela Polícia Militar de Dourados, desembarcou em Caarapó onde foram realizadas palestras em seis escolas, sendo quatro na cidade de Caarapó e outras duas nos distritos de Nova America e Cristalina.

A coordenação ficou a cargo do Tenente Alan Regis, que é o comandante da unidade da Policia Militar na cidade, tendo como palestrante o 1º sargento Julio CT Arguelho, idealizador do projeto e que atualmente exerce a função de Assessor de Comunicação Social do 3º BPM em Dourados.

Durante as palestras são utilizadas diversas mídias que enfatizam a ação de criminosos na fronteira, a ação dos órgãos de segurança publica no combate ao narcotráfico na região, além das consequências do uso de drogas para a saúde física, psíquica e social do usuário.

Na manha da quarta-feira (18) foi minsitrado o projeto DNC na Escola Frei João Damasceno em Nova America e na Escola Joaquim Viana na cidade de Caarapó. No periodo vespertino foi a vez da escola Padre Ancheita no Distrito de Cristalina receber o projeto. 

Já no dia 19, foram atendidos alunos da escola Moacir Franco, Escola Rui Barbosa e Escola Arcenio Rojas, todas na cidade de Caarapó.

No total o projeto atendeu mais de 700 pessoas nos dois dias de palestras, que teve uma receptividade muito boa por parte da direção, coordenação e direção das escola, além de prender a atenção dos alunos com assuntos apresentados de forma clara e dinamica pelo palestrante.

A palestra do DNC aborda assuntos como toxicologia, noções de autoridade, ação de grupos criminosos na fronteira, consquencias criminais e na saude do usuarios drogas licita e ilicitas e ação da Policia Militar no combate ao crime, principalmente o narcotrafico.

No final de cada palestra é apresentado um video institucional da PMMS com resultados operacionais de janeiro a agosto de 2017, bem como ações de cunho social, insentivando cada participante a conhecer mais um pouco da Policia Militar como opção  de profissão no futuro.

O projeto nasceu em setembro de 2015, onde a visão do idealizador era trazer adolescentes da faixa etaria dos 13 aos 17 anos, as consequências criminais advindas do envolvimento com as droga e por sua vez com o trafico de droga na região de fronteira, com a finalidade de inibir a iniciação criminal desse publico e já foi apresentado para mais de 7 mil expectadores em diversas cidades do estado.

Para maiores informações os interessados deverão entrar em contato atravez do telefone 99624-6956 ou 3902-2575. 

Conheça mais do projeto na Fan Page do Facebook www.facebook.com.br/projetodnc

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA NO RJ
Jovem morre após tentar proteger mãe de assalto
FINANÇAS
Governo de MS repassou R$ 2,8 bilhões aos municípios em 2018
BRASIL
Prazo para indicar instituições ao Programa Saúde na Escola termina em fevereiro
SAÚDE
Cardio-oncologia previne doenças do coração causadas por tratamento de câncer
PEDRO JUAN
Sequestradores ligadas ao PCC são presos na fronteira com fuzis
POLÊMICA
Globo encerra contrato com José Mayer após dois anos de caso de assédio
RIO DE JANEIRO
Em Mauá, conheça algumas cachoeiras e encante-se
29 ANOS
Após quase três décadas Concafras retorna a Dourados com evento em março
MULHERES
Cortes de cabelo para quem quer arrasar
FLAGRANTE
Carga de 50 mil pacotes de cigarros contrabandeados é apreendia na Capital

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos
DOURADOS
Délia exonera secretário e coloca interina na Agricultura Familiar