Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
JULGAMENTO

Júri sobre jovem decapitado segue nesta quinta com fase de debates

13 fevereiro 2020 - 06h15Por Da Redação

Teve início nesta quarta-feira, dia 12 de fevereiro, o julgamento, pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, sobre a morte do jovem que foi mantido em cárcere privado e decapitado entre os dias 13 e 14 de fevereiro de 2018. O júri teve início às 13 horas e concentrou os trabalhos na fase de instrução, com o interrogatório de todos os réus. O julgamento prosseguirá amanhã (13), a partir das 8 horas, com os debates entre acusação e defesa.

Ao todo, sete homens foram denunciados na ação penal que apura a morte do jovem. Dois réus já foram julgados, sendo que um deles foi condenado e o outro absolvido. O júri desta quarta-feira contou com a participação dos demais cinco acusados. No entanto, nos interrogatórios, dois deles, assistidos pelo mesmo defensor público, sustentaram teses contraditórias sobre o ocorrido, o que inviabilizou a defesa técnica deles pelo mesmo patrono.

Os trabalhos foram então suspensos rapidamente, sendo que o juiz decidiu acatar o pedido da defesa para que o processo fosse desmembrado com relação a um deles, que será julgado em nova data, sendo que, neste momento, o júri segue para os demais quatro réus.

Em seus depoimentos, apenas um acusado assumiu participação no assassinato, confessando que foi o autor do disparo que atingiu a vítima pelas costas. Entretanto, ele nega que a motivação seja por conta de rivalidades entre facções criminosas e sustenta que o motivo seria porque a vítima teria participado do homicídio de seu primo.

Os demais negaram qualquer participação, sendo que o homem que teria decapitado a vítima fez uso do direito de permanecer em silêncio com relação às perguntas do juiz e da promotoria, se limitando a responder apenas os questionamentos de seu advogado de defesa.

Quando questionados sobre o fato de pertencerem a uma facção criminosa, todos os cinco acusados negaram qualquer envolvimento, mas confirmaram que já possuíam condenações criminais e cumpriram pena por crimes como tráfico e receptação.

O julgamento acontece com reforço policial no plenário do tribunal do júri do Fórum de Campo Grande. Após o encerramento dos trabalhos nesta tarde, os jurados seguiram para pernoite em hotel onde permanecerão incomunicáveis, inclusive sem uso de celular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Menino de 5 anos é internado em estado grave após ser atropelado
SAÚDE
Trote solidário: UEMS incentiva doação de sangue e cadastro de medula óssea
CAPITAL
Garçom lambe orelha de cliente em bar e é denunciado à polícia
SAÚDE
Disseminação de fake news sobre coronavírus preocupa especialistas
LÉO VERAS
Suspeito nega execução de jornalista e teme queima de arquivo
ESPORTE
GP Rochedo de Ciclismo abre inscrições para prova dia 15 de março
SÃO GABRIEL
Peão morre atingido por hélice ao consertar maquinário em fazenda
SANEAMENTO
Sanesul executa obras de esgotamento sanitário em Antônio João
TRÊS LAGOAS
Motorista fica preso nas ferragens após colisão entre caminhões na BR-262
MEIO AMBIENTE
Bachelet critica 'retrocessos significativos' na política ambiental no Brasil

Mais Lidas

MEIO AMBIENTE
Proprietário de rancho é autuado por pescar em rio durante a piracema
PARQUE DO LAGO
Ladrões usam carro para estourar porta de mercado e fogem com cofre; veja vídeo
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira
DOURADOS
Dupla dispara, mata jovem e deixa outro ferido no Jardim Independência