Menu
Busca domingo, 22 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
JUSTIÇA

Integrante do PCC é condenado a 15 anos por esquartejar rival

23 maio 2019 - 18h50Por Da redação

Danilo Richele da Silva Fernandes, 19 anos, foi condenado a 15 anos de prisão, em regime fechado, por matar e esquartejar Fernando do Nascimento dos Santos, 22, em 2017. Acusado é apontado como integrante do PCC e crime teria sido motivado por rixa entre facções. Segundo o jornal Correio do estado, o júri foi realizado nesta quinta-feira, dia 23 de maio, , na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

No julgamento, Ministério Público pediu a condenação por homicídio qualificado, cárcere privado, ocultação de cadáver e associação criminosa, enquanto a defesa sustentou requereu a absolvição por negativa de autoria, por insuficiência de provas e afastamento das qualificadoras.

Conselho de Sentença, por maioria de votos, reconheceu a materialidade e a autoria dos delitos e afastou as teses da defesa, condenando Danilo.

A juíza Denize de Barros Dodero fixou a pena em 12 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe e meio cruel; 1 anos pelo crime de cárcere privado; um ano por ocultação de cadáver e um ano por associação criminosa.

Como houve a prática de quatro crimes, restou evidenciado o concurso material de crimes, sendo as penas de cada delitos somadas e totalizando a pena de 15 anos de reclusão e pagamento de 10 dias-multa, à razão de 1/30 do salário mínimo vigente na época do crime, devidamente corrigidos.

O CASO

Danilo e outros dois acusados mataram Fernando no dia 16 de agosto de 2017. A vítima foi até a residência de Danilo para comprar drogas, momento em que foi questionado se pertencia a alguma facção criminosa, respondendo que fazia parte do Comando Vermelho (CV).

Então, uma discussão sobre as facções rivais começou no interior da casa e, em seguida, a vítima teria sido encarcerada no local e amarrada a uma cadeira. Ela teria sido, em diversos momentos, obrigada a pedir desculpas aos membros do Primeiro Comando da Capital (PCC). Ainda na madrugada do ocorrido, Fernando teria sido levado ao banheiro da casa e novamente amarrado a uma cadeira para que fosse morto.

Segundo a acusação, Danilo determinou que Wellington filmasse a ação e que Ueslei matasse a vítima, entregando-lhe uma arma branca. Ueslei iniciou o ato e, em seguida, Danilo tomou para si a faca e continuou até decapitar Fernando. Além disso, ambos teriam cortado outros membros.

Os acusados teriam também planejado ocultar o cadáver, uma vez que enrolaram as partes da vítima em uma coberta e, de prévio acordo, resolveram que Danilo, na companhia de um terceiro indivíduo não identificado, levassem a vítima dentro de um veículo até um local desabitado na Rua Engenheiro Paulo Frontim, no Bairro Los Angeles, na Capital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU!
Luísa Sonza exibe boa forma em passeio de iate e ganha elogios
APOSENTADORIA
Reforma da Previdência pode ser votada em 1º turno nesta terça-feira
PONTA PORÃ
Veículo blindado roubado em São Paulo é recuperado na região de fronteira
FOGO
Helicópteros entram em operação no combate às queimadas no Pantanal
MARACAJU
Homem é preso por receptação e polícia recupera caminhão furtado
ECONOMIA
Termina hoje prazo para cliente da Caixa autorizar saques do FGTS
OPORTUNIDADES
Concursos: 17 órgãos abrem amanhã inscrições para mais de 1.500 vagas
OPERAÇÃO BOCAIÚVA
Ação apreende 11 filhotes de papagaios e aplica multa de R$ 60 mil
MEIO AMBIENTE
Semana da Árvore termina com plantio de mudas no Antenor Martins
FLAGRANTE
Guarda Municipal flagra "festinha social" lotada de menores

Mais Lidas

TRÁFICO
Polícia fecha "boca" e prende mulher seis dias após ela sair da prisão
DOURADOS
Em meio a crise do transporte escolar, responsável pela frota é exonerado
TRAGÉDIA
Criança morre em hospital e polícia investiga estupro de vulnerável
FLAGRANTE
Dupla é presa com espingardas e munições dentro de veículo