Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221
JUSTIÇA

Homem que caiu com veículo em rio após ponte desabar será indenizado

14 março 2019 - 21h05Por Da Redação

Os desembargadores da 2ª Câmara Cível, do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), por unanimidade, negaram provimento à apelação do município de Rio Verde de Mato Grosso, condenado em danos morais e materiais devido a um acidente pelo fato de uma ponte simplesmente ter sido levada do local dias antes do ocorrido, em razão de fortes chuvas, o que ocasionou a queda do apelado com seu veículo dentro do Rio Taquari Mirim.

O município objetiva a reforma da sentença que julgou procedente o pedido em 1º Grau com a alegação de que não há falar em danos morais, porquanto ausente a prova do efetivo sofrimento. Afirma que sempre que houver conflito entre um interesse particular e um interesse público coletivo, deve prevalecer o interesse público.

Consta nos autos que o apelado presta serviços em toda a região norte do Estado e, no dia do fato, tinha prestado serviços em uma propriedade rural. Para voltar a Coxim, confiante na estabilidade da ponte “Riozinho” do Rio Taquari Mirim, pois não havia sinalização indicando perigo, atravessou a ponte e adentrou o rio com seu veículo (GM S-10), junto aos dois ocupantes que estavam em outro veículo do autor.

Depois do acidente, visto que utiliza o veículo para trabalhar, procurou o Município pedindo ressarcimento dos prejuízos, porém não conseguiu solucionar.

A sentença em 1º Grau determinou ao município o pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 20.000,00 e R$ 28.337,88 a título de danos materiais.

Em seu voto, o relator do processo, Desembargador Julizar Barbosa Trindade, descreveu que é imprescindível a presença de circunstância gravemente relevante para ocasionar ao ofendido dano em seu patrimônio moral. “No caso vertente não há dúvidas acerca do dano moral. (...) Isso porque a ausência de sinalização no local impediu o autor de perceber que a ponte – de responsabilidade do requerido - simplesmente havia sido levada do local, dias antes em razão de fortes chuvas, o que ocasionou na queda do autor com seu veículo dentro do Rio Taquari Mirim. (…) Sendo assim, são evidentes e inegáveis os danos morais experimentados pelo autor, de forma que não há falar em reforma da sentença”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Flávia Monteiro se diverte em praia do Ceará: "minha alma é uma eterna criança"
NOVA ANDRADINA
Menor agride mãe, ateia fogo em móveis, se tranca em cômodo e é salvo pela PM
UEMS
Acadêmicos participam de amistoso de Futebol Suiço na Aldeia Jaguapiru
ITAQUIRAÍ
Casal é investigado por golpes contra idosos que somam mais de R$ 500 mil
NOVO DECRETO
Exército vai definir em 60 dias quais armas cidadãos vão poder comprar
ACIDENTE
Motorista pega no sono e bate caminhão na traseira de outro na BR-163
FUTEBOL
Fifa desiste de fazer Copa do Mundo do Catar com 48 seleções
CRIME AMBIENTAL
Ambiental fecha suinocultura instalada em área protegida de nascentes
JUSTIÇA
Banco é condenado a ressarcir cheque extraviado de R$ 29 mil
UEMS
Estão abertas as inscrições para a VI edição do Enepex

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
DOURADOS
Tropa de Choque chega à PED após suspeita de túnel e motim