Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
BATAGUASSU

Homem é encontrado morto com tiro de espingarda no peito

12 junho 2019 - 19h20Por Da redação

Um homem foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira, dia 12 de junho, em Bataguassu, município localizado na divisa com o esatado de São Paulo. A vítima estava com ferimento no peito aparentemente provocado por disparo de espingarda de pressão. A Polícia Civil investiga o caso e não descartada possibilidade de suicídio.

De acordo com o site da Hora Bataguassu, uma familiar avistou a vítima caída e chegou a acionar o Corpo de Bombeiros para socorrê-lo, no entanto, quando a equipe chegou ao local constatou que ele já estava morto.

A testemunha ainda chegou a relatar à polícia que o homem manifestava interesse em atentar contra a própria vida, razão pela qual ganha força a suspeita de suicídio. A polícia vai aguardar laudo pericial para constatar as circunstâncias da morte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIA 24
Luiza Brunet será empossada embaixadora do Mãos EmPENHAdas
RURAL
Plano Safra terá R$ 225,59 bilhões em créditos para agricultores
CAMPO GRANDE
Mulher vai ao salão de beleza e quando sai encontra veículo incendiado
POLÍTICA
Senado aprova parecer que pede suspensão dos decretos das armas
CAPITAL
Bebê pode ser a 2ª vítima de gripe em menos de 24 horas em MS
FUTEBOL
Peru vence e assume a liderança do grupo do Brasil na Copa América
JUDICIÁRIO
Procuradores definem lista tríplice para sucessão de Dodge na PGR
AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos