Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Homem é agredido com vários socos no rosto

23 maio 2011 - 14h51

Compareceu a Delegacia de Policia de Ivinhema, o jovem Thiago, registrando um BO, informando que o mesmo foi agredido fisicamente por uma pessoa identificada apenas como Dom Maik.

O fato segundo o denunciante aconteceu na noite de ontem (22/05) por volta das 21:00, quando o mesmo estava com seu veiculo transitando pelo centro da cidade, quando ao parar e dar passagem para um outro veiculo, o mesmo parou pareado com o seu e “Dom Maik”, que estava do lado do carona, disse lhe “você é dono da rua, seu pau no c...”, após isto saiu do carro com a outra pessoa que estava dirigindo, e desferiu-lhe vários socos em seu rosto.

A vitima desconhece os motivos das agressões, mas, disse que esta pessoa sempre esta o importunando. Conforme apurou o site Ivinoticias o autor DOM MAIK é morador do bairro vitoria e a policia investiga o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
SAÚDE
4 tipos de dor de cabeça e seus tratamentos
CAPACITAÇÃO
MS recebe congresso internacional de direito eleitoral amanhã
BRASIL
Câmara conclui votação de medida provisória da reforma administrativa
ARQUITETURA E DESIGN
Dicas para quem quer ter parede de tijolos em casa
POLÍCIA
Douradense é preso ao tentar transportar 1,7 t de maconha em caminhão
ESFRIOU!
Receita do tradicional quentão
DOURADOS
Representante da Cruzada dos Militares Espíritas participará da 5ª Semana Espírita
BRASIL
Arrecadação cresce 1,28% em abril, informa Receita Federal
DEBATE
Governador defende simplificação tributária e diz que reforma da Previdência tem que acabar com privilégios

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira